Print Sermon

O objetivo deste site é fornecer gratuitamente manuscritos e vídeos de sermões para pastores e missionários em todo o mundo, especialmente no Terceiro Mundo, onde há poucos ou nenhum seminário teológico ou escolas bíblicas.

Estes manuscritos, como também os vídeos dos sermões agora alcançam anualmente cerca de 1.500,000 computadores em mais de 221 países através do site: www.sermonsfortheworld.com. Centenas de outras pessoas assistem os vídeos noYouTube, mas rapidamente deixam o YouTube, pois cada vídeo os redireciona para nosso website. O YouTube redireciona as pessoas para nosso website. Os manuscritos dos sermões são traduzidos para 42 idiomas para cerca de 120.000 computadores mensalmente. Estes sermões manuscritos não estão protegidos por direitos autorais, para que, assim, pregadores possam usá-los sem nossa autorização. Clique aqui para saber como fazer uma doação mensal para ajudar-nos nesta grande obra de divulgar o Evangelho para todo o mundo.

Ao escrever para Dr. Hymers, mencione sempre o país onde você vive, caso contrário ele não poderá responder-lhe. O email do Dr. Hymers é rlhymersjr@sbcglobal.net.




COMO PEDRO TORNOU-SE UM DISCÍPULO

HOW PETER BECAME A DISCIPLE
(Portuguese)

Texto escrito pelo Dr. Christopher L. Cagan;
Pregado pelo Dr. R. L. Hymers, Jr.
No Tabernáculo Batista de Los Angeles
Noite do Dia do Senhor. 1º de Setembro de 2019
Text by Dr. Christopher L. Cagan;
preached by Dr. R. L. Hymers, Jr.
at the Baptist Tabernacle of Los Angeles
Lord’s Day Evening, September 1, 2019

“Era André, o irmão de Simão Pedro, um dos dois que tinham ouvido o testemunho de João e seguido Jesus. Ele achou primeiro o seu próprio irmão, Simão, a quem disse: Achamos o Messias (que quer dizer Cristo), e o levou a Jesus. Olhando Jesus para ele, disse: Tu és Simão, o filho de João; tu serás chamado Cefas (que quer dizer Pedro)” (João 1:42-44; p. 1116 Bíblia Scofield).


Essa foi a primeira vez que Pedro encontrou-se com Jesus. Seu nome original era Simão. Jesus deu a ele o nome de "Pedro", que significa "pedra". André era seu irmão. Pedro era pescador. André e Pedro moravam em uma vila não muito longe do mar da Galiléia, onde eles pescavam. A vida deles era dura, pois pescar era algo que demandava muita força fisica, muito trabalho. Pedro era casado porque Jesus curou sua sogra. Pedro tinha cerca de 30 anos quando conheceu a Jesus. Ele era o mais velho dos discípulos.

Os pescadores no mar da Galiléia eram homens durões. Pescar era exigia muito fisicamente. Eles tinham que enfrentar o medo, pois tempestades violentas frequentemente surgiam subitamente no mar da Galiléia. Essas tempestades podiam sobrevir sobre seus pequenos barcos e afogar homens

Pedro não era fariseu. Por ser judeu, às vezes ia à sinagoga. Ele não era estritamente ortodoxo, como os fariseus. Mas, ao contrário de outros pescadores, Pedro sabia em seu coração que ele era um pecador. Mais à frente vemos Pedro dizer a Jesus: “Senhor, retira-te de mim, porque sou pecador.” (Lucas 5: 8; p. 1078).

Assim vemos então que, Pedro não começou como uma pessoa religiosa, ou como um bom cristão. Ele era um tipo rude, áspero. Ele tinha que ser assim para ser pescador. Ele não era como uma “pessoa da igreja” totalmente treinada. Ele usava linguagem ruim e tinha um temperamento ruim. Ele era um pecador que cometeu muitos erros.

+ + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + +

NOSSOS SERMÕES AGORA ESTÃO DISPONÍVEIS
EM SEU TELEFONE CELULAR.
VISITE NOSSO SITE: WWW.SERMONSFORTHEWORLD.COM.
CLIQUE NO BOTÃO VERDE COM A PALAVRA "APP".
SIGA AS INSTRUÇÕES QUE APARECERÃO.

+ + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + +

+

Agora pense naquela pessoa que você está tentando ganhar para Cristo. Assim como Pedro, ela talvez não seja aquela "pessoa de igreja" totalmente equipada e treinada. Talvez não entenda por que deveria vir às reuniões da igreja. Acha que está certo passar horas jogando videogame ou saindo com amigos perdidos. Todo mundo que ele conhece é igual a ele. Ele tem seus pecados. Tem suas idéias erradas. Tem seus problemas. Você não o ganhará a Cristo discutindo com ele. Em vez disso, fale com ele sobre Jesus. Diga a ele o que Jesus fez por você. Seja amigável com ele. Será preciso reflexão para trazê-lo com você para a igreja. Pedro não era treinado e também não é uma pessoa perdida no mundo.

Seu irmão André falou com Pedro sobre Jesus. “Ele primeiro encontrou seu próprio irmão Simão [Pedro] e disse-lhe: Encontramos o Messias [Messiah], que é interpretado como, o Cristo” (João 1:41; p. 1116). Pedro não se tornou discípulo na primeira vez que ouviu falar de Jesus.

Isto é muito importante. Em um ensaio sobre “decisionalismo”, o Dr. A. W. Tozer deixa claro que forçar as pessoas a fazerem uma “oração de confissão do pecador” geralmente não produz cristãos verdadeiros, discípulos reais. Pedro não tomou uma “decisão” na primeira vez que ouviu falar de Jesus. Sim, Peter estava interessado. Ele queria ouvir mais. Mas foi somente depois que João Batista foi preso que Pedro decidiu seguir Jesus como discípulo.

“Depois de João ter sido preso, foi Jesus para a Galiléia, pregando o evangelho de Deus, dizendo: O tempo está cumprido e o reino de Deus está próximo: arrependei-vos e crede no evangelho. Caminhando junto ao mar da Galiléia, viu os irmãos Simão e André, que lançavam a rede ao mar, porque eram pescadores. Dissse-lhes Jesus: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens. Então, eles deixaram as redes e o seguiram” (Marcos 1:14-18; p. 1046).

Cada pessoa que você está tentando levar a Cristo - em algum momento decidirá se será ou não um discípulo de Cristo. Essa é a luta. Esta é a batalha. Ela não termina quando aquela pessoa vem à igreja com você por algumas semanas ou alguns meses. É uma batalha contínua que pode durar meses ou até anos.

Não estar ciente disso é o que torna Kreighton Chan tão ineficaz no evangelismo. Ele, como muitos decisionistas, pensa que estão “por dentro” quando entendem os “fatos” crus do Evangelho. Decisionistas como Chan e Waldrip deixam as novas pessoas "irem sozinhas" muito cedo. Eles não percebem que a verdadeira conquista de almas é uma batalha contínua. É por isso que a verdadeira conquista de almas exige sabedoria: “Quem ganha almas é sábio” (Provérbios 11:30; p. 680). Esse versículo também pode ser traduzido como: "Aquele que é sábio ganha almas". O Dr. A. W. Tozer disse sabiamente:

“Ao tentar empurrar toda a salvação em uma experiência de dois, os defensores do cristianismo instantâneo ostentam a lei do desenvolvimento que atravessa toda a natureza. Eles ignoram os efeitos santificantes do sofrimento, do carregar a cruz e da obediência prática. Eles passam despercebidos pela necessidade de treinamento espiritual, a necessidade de formar hábitos religiosos corretos e a necessidade de lutar contra o mundo, o diabo e a carne ” (traduzido de “The Inadequacy of ‘Instant Christianity’ - a ineficiência do" cristianismo instantâneo ").

Pedro foi testado durante uma grande “divisão da igreja”. Outros estavam saindo. Peter decidiu ficar. Ele decidiu não ir com os outros.

“À vista disso, muitos dos seus discípulos o abandonaram e já não andavam com ele. Então, perguntou Jesus aos doze: Porventura, quereis também vós outros retirar-vos? Respondeu-lhe Simão Pedro: Senhor, para quem iremos? Tu tens as palavras da vida eterna; e nós temos crido e conhecido que tu és o Santo de Deus” (João 6:66-69; p. 1124).

Jesus disse aos doze: “quereis também vós retirar-vos?” “Então Simão Pedro respondeu: Senhor, para quem iremos? Tu tens as palavras da vida eterna ”(João 6:67, 68). Duas coisas são importantes nesta passagem.

1. Os que foram embora nunca mais se ouvir falar deles! Descobri, em meus 61 anos de ministério, que aqueles que saem em divisão de igreja nunca se tornam discípulos fortes. Eu nunca vi ninguém!

2. Se Pedro tivesse saído na “divisão”, ele provavelmente nunca tivesse se convertido.

“Eles saíram de nosso meio; entretanto, não eram dos nossos; pois se eles sido dos nossos, teriam permanecido conosco; todavia, eles se foram para que ficasse manifesto que nenhum deles é dos nossos” (1 João 2:19; p. 1322).

“Os quais vos diziam: No último tempo, haverá escarnecedores, andando segundo as suas ímpias paixões. São estes os que pormovem divisões, sensuais, que não tem o Espírito” (Judas 18, 19; p. 1329).

Aqueles que saem demonstram que não viram a realidade do discipulado cristão. Ser discípulo, um verdadeiro convertido, é muito mais do que memorizar alguns versículos da Bíblia ou acreditar em algumas doutrinas. O discipulado inclui uma decisão de ficar; e não há sentido em sair, porque não há nada que valha a pena “lá fora”. Pedro viu isso - mas ele ainda não era convertido!

Eu imagino que você pode ver que ganhar almas é um grande projeto! Não é apenas conseguir o nome de alguém, ou fazer com que alguém faça uma oração. É uma viva batalha pela alma de uma pessoa!

Conversão e discipulado são mais do que uma iluminação sobre quem é Jesus!

“Mas vós, continuou Ele, quem dizeis que eu sou? Respondendo Simão Pedro disse: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo. Então Jesus lhe afirmou: Bem-aventurado és, Simão Barjonas, porque não foi carne e sangue que to revelou, mas meu Pai, que está nos céus” (Mateus 16:15-17; p. 1021).

Deus o Pai mostrou (iluminou) a Pedro quem Jesus era. Deus mostrou a Pedro quem Jesus realmente era. Mas Pedro ainda não era convertido!!! Muitas pessoas pensam que, naquele momente, ele já era convertido. Mas eles estão errados!

Logo depois que João mostrou a Pedro quem Jesus realmente era - então Pedro começou a rejeitar o Evangelho !!!

“Desde esse tempo, começou Jesus Cristo a mostrar aos seus discípulos que lhe era necessário seguir para Jerusalém e sofrer muitas coisas dos anciãos, dos principais sacerdotes e escribas, ser morto, e ressuscitado no terceiro dia. E Pedro, chamando-o à parte, começou a reprová-lo, dizendo: Tem compaixão de ti, Senhor; isto de modo algum te acontecerá. Mas Jesus, voltando-se, disse a Pedro: Arreda, Satanás! Tu és para mim pedra de tropeço, porque não cogitas das coisas de Deus, e sim das dos homens” (Mateus 16:21-23; p. 1022).

Pedro resistiu ao evangelho. Ele chegou até a repreender a Jesus por dizer que iria à cruz e ressuscitaria dos mortos. Ele rejeitou o evangelho! Assim, uma pessoa pode ser seguidora de Jesus por anos e ainda assim estar resistindo e lutando. Absolutamente!

Pedro se gabou de quão forte cristão ele era. Na noite anterior à crucificação de Cristo, Pedro disse-lhe: “Disse-lhe Pedro: Ainda que me seja necessário morrer contigo, de nenhum modo te negarei.” (Mateus 26:35; p. 1038). No entanto, poucas horas depois, Pedro negou Jesus três vezes!

Pedro ainda não havia sido ganho! Ele fugiu literalmente de Jesus quando de sua prisão no Getsêmani. Ele negou a Cristo três vezes em voz alta. Peter havia sido um discípulo assim como os outros - mas sua luta ainda não havia terminado. Ele ainda não havia sido ganho. Ele ainda não estava "dentro"!

Não foi até que Jesus houvesse ressuscitado dos mortos que Pedro tenha finalmente se convertido. Está registrado em João 20:22:

“E [Jesus] dizendo isso, soprou sobre eles [Pedro e os outros] e disse-lhes: Recebei o Espírito Santo” (João 20:19-22; p. 1144).

O comentarista John Ellicott nos disse que o apóstolo João “lembrou quanto a influência daquele momento em suas vidas futuras foi uma nova criação espiritual, pela qual eles foram chamados da morte para a vida" (tradução de Ellicott’s Commentary on the Whole Bible). E, é claro, o Dr. J. Vernon McGee diz que foi na noite em que Jesus ressuscitou dos mortos que Pedro foi regenerado, nascido de novo! (Traduzido de Thru the Bible” comentário sobre João 20:22).

Foi ali que Pedro confiou plenamente em Jesus. Ele logo se tornou o ousado apóstolo que pregou no Pentecostes quando três mil homens foram salvos. Mais tarde, ele morreu por Cristo, em vez de negá-lo. Mas, antes de tudo isso, Pedro passou por falsos começos, fracassos, lutas e idéias.

Pode você perceber que ganhar almas é uma luta séria e importante? Isso não pode ser feito através de um telefonema ou uma oração. É uma luta pela alma de um homem ou de uma mulher. Vai demandar orações. É preciso sabedoria. Isso exigirá esforço. Isso tomará tempo. Se você ganhar uma alma em toda a sua vida, abençoado é você. Você fez muito. Você fez bem. Oro para que você possa assim fazê-lo.

Isso parece uma longa jornada a seguir? Parece muito difícil e longo? Jesus disse: “Estreito é o caminho que conduz à vida, e poucos são os que o encontram” (Mateus 7:14; p. 1004).

Mas vamos dar ao próprio Pedro a última palavra nesta mensagem. Estas são as últimas palavras que Pedro escreveu antes de ser crucificado:

“Crescei na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. A Ele seja dada a glória, assim agora como no dia da eternidade. Amém” (Pedro 3:18; p. 1320).


AO ESCREVER PARA DR. HYMERS, VOCÊ PRECISA MENCIONAR O PAÍS DO QUAL VOCÊ ESTÁ ESCREVENDO, CASO CONTRÁRIO ELE NÃO PODERÁ RESPONDER SEU E-MAIL. Se estes sermões o abençoam envie um e-mail para o Dr. Hymers para dizer-lhe, mas sempre inclua o país do qual você está escrevendo. O e-mail do Dr. Hymers é: rlhymersjr@sbcglobal.net (clique aqui). Você pode escrever para Dr. Hymers em qualquer idioma, mas, se puder, escreva em Inglês. Se você quiser escrever para Dr. Hymers pelo correio, seu endereço é: P. O. Box 15308, Los Angeles, CA 90015. Você pode contatá-lo via telefone: (818) 352-0452.

(FIM DE SERMÃO)
Você pode ler sermões do Dr. Hymers cada semana na Internet
em www.sermonsfortheworld.com.
Clique no “Sermão em Português.”

Estes manuscritos de sermão não estão protegidos com direitos autorais. Você pode usá-
los sem permissão do Dr. Hymers. Porém, todas as mensagens de vídeo do Dr. Hymers
estão com direitos autorais e podem ser usados somente com permissão.