Print Sermon

O objetivo deste site é fornecer gratuitamente manuscritos e vídeos de sermões para pastores e missionários em todo o mundo, especialmente no Terceiro Mundo, onde há poucos ou nenhum seminário teológico ou escolas bíblicas.

Estes manuscritos, como também os vídeos dos sermões agora alcançam anualmente cerca de 1.500,000 computadores em mais de 221 países através do site: www.sermonsfortheworld.com. Centenas de outras pessoas assistem os vídeos noYouTube, mas rapidamente deixam o YouTube, pois cada vídeo os redireciona para nosso website. O YouTube redireciona as pessoas para nosso website. Os manuscritos dos sermões são traduzidos para 42 idiomas para cerca de 120.000 computadores mensalmente. Estes sermões manuscritos não estão protegidos por direitos autorais, para que, assim, pregadores possam usá-los sem nossa autorização. Clique aqui para saber como fazer uma doação mensal para ajudar-nos nesta grande obra de divulgar o Evangelho para todo o mundo.

Ao escrever para Dr. Hymers, mencione sempre o país onde você vive, caso contrário ele não poderá responder-lhe. O email do Dr. Hymers é rlhymersjr@sbcglobal.net.




A BÍBLIA E OS TRAIDORES DA IGREJA LOCAL

THE BIBLE AND TRAITORS TO A LOCAL CHURCH
(Portuguese)

Um sermão escrito pelo Dr. R. L. Hymers Jr.
e pregado pelo Rev. John Samuel Cagan
no Tabernáculo Batista de Los Angeles
Manhã do Dia do Senhor, 4 de novembro de 2018
A sermon written by Dr. R. L. Hymers, Jr.
and preached by Rev. John Samuel Cagan
at the Baptist Tabernacle of Los Angeles
Lord’s Day Morning, November 4, 2018

“Eles saíram de nosso meio, entretanto não eram dos nossos, porque, se tivessem sido dos nossos, teriam permanecido conosco; todavia, eles se foram, para que ficasse manifesto que nenhum deles é dos nossos” (I João 2:19).


Albert Camus e Jean-Paul Sartre foram os dois filósofos que popularizaram o existencialismo. A sua filosofia está subjacente ao pensamento da maioria das pessoas nos dias de hoje, embora provavelmente não percebam isso. Dr. R. C. Sproul disse: “Encontramos a influência do existencialismo praticamente todos os dias de nossas vidas e em praticamente todas as esferas de nossa cultura… estamos vivendo sob sua influência todos os dias ”(tradução de Dr. R. C. Sproul, Lifeviews,Fleming H. Revell, 1986, p. 49).

O tema básico do existencialismo de Camus e Sartre enfatiza “a solidão fundamental do homem em um mundo sem Deus ”(tradução de Dr. John Blanchard, Deus Acredita em Ateus ?, Evangelical Press, 2000, p. 138).

Estaria R. R. Sproul correto ao dizer que vivemos “sob a influência” desta filosofia “todos os dias”? Eu creio que sim. É por isso que o tema da solidão tem um apelo tão profundo, especialmente entre os jovens. Sem perceber de onde veio tal filosofia ou quem fez tal declaração, você ainda sente isso, ou seja – “a solidão fundamental do homem em um mundo sem Deus”. Essa frase tem um tom de verdade. Todo jovem já sentiu isso - “A solidão funda mental do homem em um mundo sem Deus”.

E você pode sentir-se só em uma sala repleta de pessoas. Você pode estar em uma festa rave, ou em um shopping lotado, e ainda assim sentir-se só. Um adolescente disse ao nosso pastor, Dr. Hymers: "Eu me sinto tão só eu não sei o que fazer. ”Algumas semanas depois, ele cometeu suicídio. E muitos outros jovens tem sido literalmente atormentados por sentimentos de solidão hoje em dia. É um produto do existencialismo que tem permeado “todas as esferas de nossa cultura”.

Solidão é o problema, mas qual seria o antídoto? Qual seria a cura? A cura é conhecer pessoalmente a Jesus Cristo - e fazer parte da família de Deus na local Igreja. Estamos dando a resposta ao horror do existencialismo quando dizemos: "Por que ser solitário? Venha para casa - para a igreja! Por que estar perdido? Venha para casa - para Jesus Cristo, o Filho de Deus!” Estamos respondendo a Camus, a Sartre, e ao existencialismo em geral quando dizemos isso! Estamos respondendo ao doloroso sentimento de insignificância, solidão e isolamento do mundo moderno quando dizemos isso! Grite isso! Sussurre isso! Diga isso aos quatro cantos! Por que estar sozinho? Venha para casa - para a igreja! Por que estar perdido? Venha para casa - para Jesus Cristo, o Filho de Deus!

Mas há alguns que querem um sem o outro. Eles querem a comunhão da igreja local sem a conversão a Jesus Cristo. Ao fim das contas, isso não funcionará. Essas duas coisas devem caminhar juntas. Assim é com o cristianismo - amizade na igreja e conversão a Cristo caminham juntas. Você não pode ter uma sem a outra!

Isso é o que acontece quando você tenta ter comunhão sem conversão. Em última análise, a comunhão será quebrada. Mais cedo ou mais tarde, isso não vai funcionar. Isso é o que nosso texto está dizendo:

“Eles saíram de nosso meio, entretanto não eram dos nossos, porque, se tivessem sido dos nossos, teriam permanecido conosco; todavia, eles se foram, para que ficasse manifesto que nenhum deles é dos nossos” (I João 2:19).

O Dr. W. A.Criswell disse: “Alguns haviam abandonado as igrejas… Sua partida foi, na realidade, uma demonstração de que a fé salvadora e, portanto, a verdadeira comunhão, estava ausente ”. (tradução de Criswell Study Bible, nota em I João 2:19). Aqui está uma tradução moderna de I João 2:19:

“Eles saíram do nosso meio, mas na realidade não eram dos nossos, pois, se fossem dos nossos, teriam permanecido conosco; o fato de terem saído mostra que nenhum deles era dos nossos” (I João 2:19 NVI).

Pensemos neste texto mais profundamente.

+ + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + +

NOSSOS SERMÕES AGORA ESTÃO DISPONÍVEIS
EM SEU TELEFONE CELULAR.
VISITE NOSSO SITE: WWW.SERMONSFORTHEWORLD.COM.
CLIQUE NO BOTÃO VERDE COM A PALAVRA "APP".
SIGA AS INSTRUÇÕES QUE APARECERÃO.

+ + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + +

I. Primeiro, o que eles fizeram.

O Dr. Criswell disse: “Alguns saíram da igreja.” Eles sem dúvida vieram para a igreja porque gostaram da comunhão. A igreja primitiva igrejas eram um lugar onde havia profunda comunhão em meio àquela frieza e crueldade do mundo romano. As pessoas eram atraídas pelo calor e amizade que encontravam na igreja,

“Louvando a Deus e caindo na graça de todo o povo” (Atos 2:47).

Eles, todavia, logo descobriam que a vida cristã nem sempre era fácil. Alguns deles abandonaram a igreja ao descobrirem isso. O apóstolo disse:

“Demas, amando este mundo, abandonou-se e foi para Tessalônica; Crescente foi para a Galácia, Tito para a Dalmácia. Só Lucas está comigo” (II Timóteo 4:10-11).

Demas, Crescente e Tito partiram quando chegaram os problemas.

Eu lhe pergunto: Isso acontece hoje? Claro que sim. As pessoas vêm à igreja por algum um tempo. Elas desfrutam das amizades que fazem na igreja. Tudo parece divertido. Mas, aí, aparece uma outra coisa mais interessante. Eu ouvi falar de uma pessoa que foi para Las Vegas em um domingo de manhã. Aquela pessoa gostava de vir à igreja, mas Las Vegas pareceu algo mais divertido para se fazer! Outros são atraídos pelas festas de Natal e Ano Novo. Eles são tentados pelo mundo e suas festividades e celebrações - e assim abandonam a igreja. “Eles saíram do nosso meio, mas na realidade não eram dos nossos” (I João 2:19).

II. Em segundo lugar, por que eles fizeram isso?

Nosso texto diz: “Eles ... não eram dos nossos, pois, se fossem dos nossos, teriam permanecido conosco.” (I João 2:19 NVI) Comentando sobre I João 2:19, o Dr. J. Vernon McGee disse:

A maneira como você pode reconhecer um verdadeiro filho de Deus é que, mais cedo ou mais tarde, pessoas mostram quem realmente são e, caso não sejam filhos de Deus, acabam abandonando a assembléia de Deus. Eles se retiram do meio dos cristãos, do corpo dos crentes, e regressam... de volta ao mundo ... Há muitos que professam ser cristãos, mas, não realidade, não são cristãos (tradução de J. Vernon McGee, Th.D., Thru the Bible, Thomas Nelson Publishers, 1983, volume V, p. 777).

Eu lerei, sem comentário, as palavras de Albert Barnes, em seu comentário clássico aqui na Bíblia:

Pois, se fossem dos nossos. Se eles tivessem sido sinceros e verdadeiros cristãos. Eles sem dúvida teriam permanecido conosco ... Se fossem cristãos verdadeiros, nunca teriam abandonado a igreja. Ele faz a declaração tão geral que pode ser considerada como uma verdade universal, que se alguém for verdadeiramente "dos nossos ", isto é, se eles são cristãos verdadeiros, eles continuarão na igreja, ou nunca cairão. A afirmação é feita para ensinar que, se alguém se afastar da igreja, o fato é que eles nunca tiveram religião alguma, porque se tivessem eles teriam permanecido firmes na igreja (tradução de Albert Barnes, Notas sobre o Novo Testamento, Baker Book House, edição de 1983 da edição de 1884-85, nota em I João 2:19.)

Jesus disse:

“Os que caíram sobre as pedras são os que recebem a palavra com alegria quando a ouvem, mas não têm raiz. Creem durante algum tempo, mas desistem na hora da provação. (Lucas 8:13)

III. Em terceiro lugar, como remediar isso.

“Eles saíram do nosso meio, mas na realidade não eram dos nossos, pois, se fossem dos nossos, teriam permanecido conosco; o fato de terem saído mostra que nenhum deles era dos nossos” (I João 2:19).

Matthew Henry disse:

Matthew Henry disse: Eles não eram interiormente como somos; eles não eram dos nossos; eles não tinham de coração obedecido a forma da sã doutrina que a eles foi dada entregue; eles não pertenceram à nossa união a Cristo, o cabeça (tradução de Matthew Henry Commentary on the Whole Bible, Hendrickson, reimpressão de 1996, volume 6, p. 863).

Eles não estavam unidos a Cristo. Eles não eram "dos nossos". O Dr. McGee disse o seguinte sobre esse versículo:

João faz uma declaração muito solene e séria aqui, e nos faz essa mesma declaração hoje. O Senhor Jesus disse a um homem religioso, Nicodemos, que ele deveria nascer de novo. Ele disse a ele ... “Aquele que não nascer de novo não poderá ver o reino de Deus” (João 3:3). João diz aqui: "Eles saíram do nosso meio, mas, na realidade não eram dos nossos". Eles pareciam verdadeiros filhos de Deus, mas na realidade não eram. (J.Vernon McGee, ibid.).

Você deve nascer de novo para ser "dos nossos", como o Dr. McGee indicou. Você deve unir-se a Cristo. Isso acontece quando você é verdadeiramente nascido de novo. Jesus disse:

“Necessário vos é nascer de novo” (João 3:7).

O remédio para a apostasia é o novo nascimento! Isso acontece quando você reconhece seus pecados e vem a Cristo. Quando você vem a Ele, Ele o recebe e lava seus pecados com Seu Sangue. Você pode estar seguro disso, porque Ele disse:

“Aquele que vem a mim, de maneira alguma o lançarei fora” (João 6:37).

Quando você vem a Cristo e se une a Ele, você recebe o novo nascimento. Seus pecados são cancelados e você se torna filho de Deus. Somente quando você é nascido de novo você se torna um membro vivo da igreja local. O existencialismo é cancelado quando você vem a Cristo e nasce de novo. "A solidão fundamental do homem em um mundo sem Deus" é curada e corrigida quando você se encontra com o Cristo ressurreto e se torna uma parte viva da igreja local como resultado. Jesus disse:

“Aquele que vem a mim, de maneira alguma o lançarei fora” (João 6:37).

Por que estar perdido? Venha para casa – para a Jesus Cristo, o Filho de Deus!

Charles Spurgeon pregou um sermão entitulado “Vida Provada pelo Amor”. Foi baseado em I João 3:14:

“Sabemos que passamos da morte para a vida, porque amamos nossos irmãos” (I João 3:14).

Spurgeon disse:

Até que você seja nascido de novo, você nunca entenderá o significado da graça de Deus. Você deve ter uma nova vida, passar da morte para a vida, ou você não pode conhecer essas coisas ... “Sabemos que passamos da morte para a vida, porque amamos os irmãos”. Então, irmãos, se podemos dizer que amamos o povo de Deus. como o povo de Deus, porque eles são o povo de Deus, essa é uma marca que passamos da morte para a vida (tradução de C. H. Spurgeon, “Life Proved by Love,” The Metropolitan Tabernacle Pulpit, Pilgrim Publications, 1976 reprint, volume XLIV, pp. 80-81).

Se você valoriza as amizades que fez nesta igreja, certifique-se de experimentar a conversão. É essencial que você seja convertido. Cristo é a “cola” que mantém a comunhão da igreja local


AO ESCREVER PARA DR. HYMERS, VOCÊ PRECISA MENCIONAR O PAÍS DO QUAL VOCÊ ESTÁ ESCREVENDO, CASO CONTRÁRIO ELE NÃO PODERÁ RESPONDER SEU E-MAIL. Se estes sermões o abençoam envie um e-mail para o Dr. Hymers para dizer-lhe, mas sempre inclua o país do qual você está escrevendo. O e-mail do Dr. Hymers é: rlhymersjr@sbcglobal.net (clique aqui). Você pode escrever para Dr. Hymers em qualquer idioma, mas, se puder, escreva em Inglês. Se você quiser escrever para Dr. Hymers pelo correio, seu endereço é: P. O. Box 15308, Los Angeles, CA 90015. Você pode contatá-lo via telefone: (818) 352-0452.

(FIM DE SERMÃO)
Você pode ler sermões do Dr. Hymers cada semana na Internet
em www.sermonsfortheworld.com.
Clique no “Sermão em Português.”

Estes manuscritos de sermão não estão protegidos com direitos autorais. Você pode usá-
los sem permissão do Dr. Hymers. Porém, todas as mensagens de vídeo do Dr. Hymers
estão com direitos autorais e podem ser usados somente com permissão.

Solo cantado antes do sermão por Sr. Jack Ngann:
“Blest Be the Tie that Binds” (por John Fawcett, 1740-1817).


O ESBOÇO DO

A BÍBLIA E OS TRAIDORES DA IGREJA LOCAL

THE BIBLE AND TRAITORS TO A LOCAL CHURCH

Um sermão escrito pelo Dr. R. L. Hymers Jr.
e pregado pelo Rev. John Samuel Cagan

“Eles saíram de nosso meio, entretanto não eram dos nossos, porque, se tivessem sido dos nossos, teriam permanecido conosco; todavia, eles se foram, para que ficasse manifesto que nenhum deles é dos nossos” (I João 2:19).

I.   Primeiro, o que eles fizeram. Atos 2:47; II Timóteo 4:10-11.

II.  Segundo, por que eles fizeram isso? Lucas 8:13.

III. Terceiro, como remediar isso, João 3:3, 7; 6:37; I João 3:14.