Print Sermon

O objetivo deste site é fornecer gratuitamente manuscritos e vídeos de sermões para pastores e missionários em todo o mundo, especialmente no Terceiro Mundo, onde há poucos ou nenhum seminário teológico ou escolas bíblicas.

Estes manuscritos, como também os vídeos dos sermões agora alcançam anualmente cerca de 1.500,000 computadores em mais de 221 países através do site: www.sermonsfortheworld.com. Centenas de outras pessoas assistem os vídeos noYouTube, mas rapidamente deixam o YouTube, pois cada vídeo os redireciona para nosso website. O YouTube redireciona as pessoas para nosso website. Os manuscritos dos sermões são traduzidos para 42 idiomas para cerca de 120.000 computadores mensalmente. Estes sermões manuscritos não estão protegidos por direitos autorais, para que, assim, pregadores possam usá-los sem nossa autorização. Clique aqui para saber como fazer uma doação mensal para ajudar-nos nesta grande obra de divulgar o Evangelho para todo o mundo.

Ao escrever para Dr. Hymers, mencione sempre o país onde você vive, caso contrário ele não poderá responder-lhe. O email do Dr. Hymers é rlhymersjr@sbcglobal.net.




A CONVERSÃO GENUÍNA DO DR. JOHN SUNG
(SERMÃO PREGADO NO FESTIVA CHINÊS DO MEIO DO OUTONO)

THE REAL CONVERSION OF DR. JOHN SUNG
(A SERMON GIVEN AT THE CHINESE MID-AUTUMN FESTIVAL)
(Portuguese)

pelo Dr. R. L. Hymers, Jr.

Um sermão pregado no Tabernáculo Batista de Los Angeles
Manhã do Dia do Senhor, 23 de setembro de 2018
A sermon preached at the Baptist Tabernacle of Los Angeles
Lord’s Day Morning, September 23, 2018

“Pois que aproveita ao homem ganhar todo o mundo e perder a sua alma?” (Marcos 8:36).


O dia 4 de junho de 2018 marcou o vigésimo nono aniversário do “Massacre da Praça Tiananmen”. Durante seis semanas em 1989, milhares de estudantes chineses manifestaram-se pacificamente, pedindo mais liberdade de pensamento. Então, na madrugada de 4 de junho, o exército do governo abriu fogo contra os manifestantes desarmados, matando milhares e deixando milhares de feridos. Hong Yujian viu, pela televisão, a violência se desenrolar em Pequim quando era um estudante de intercâmbio na Universidade da Pensilvânia. Ele disse que o Massacre da Praça da Tiananmen fez com que ele questionasse sua esperança na ciência e na política e o levou a se tornar um cristão.

Ele diz que o massacre em Tiananmen ajudou a ele e a outros a verem seu próprio pecado e necessidade de Cristo: “Acho que Deus usou isso para pavimentar o caminho e preparar o coração do povo chinês” (World Magazine, 6 de junho de 2009, p. 38). ).

“Tudo a Cristo.” Cantem o coro!

Tudo a Cristo eu consagro, Minha vida meu Senhor
Meus momentos e meus dias, todos para o Teu louvor.
   (Tradução livre de “All For Jesus” por Mary D. James, 1810-1883).

A World Magazine disse:

A taxa de crescimento do cristianismo na China explodiu nos últimos 20 anos. Especialistas citam a rápida urbanização e um número crescente de pensadores influentes que tem abraçado a Cristo (ibid.).

Em 1949, quando os comunistas tomaram a China, havia menos de 1 milhão de cristãos chineses nativos. Hoje estima-se que haja mais de 160 milhões de cristãos na China! Agora há mais cristãos na igreja no domingo na China do que na América, no Canadá, na Grã-Bretanha e na Austrália juntos! O Dr. C. L. Cagan, um estatístico, estima que, na China, há mais de 700 conversões ao cristianismo a cada hora, 24 horas por dia. "All For Jesus". Cante esse refrão novamente!

Tudo a Cristo eu consagro, Minha vida meu Senhor
Meus momentos e meus dias, todos para o Teu louvor.

A história do cristianismo na China é algo que deveria ser muito interessante para os cristãos em todas as partes. O movimento missionário moderno na China começou com Robert Morrison (1782-1834). Morrison foi enviado à China pela Sociedade Missionária de Londres em 1807. Ajudado por seu colega, William Milne, ele traduziu a Bíblia inteira para o chinês em 1821. Durante seus 27 anos na China, apenas alguns chineses foram batizados - mas todos esses permaneceram fiéis cristãos. A tradução da Bíblia para o chinês feita por Morrison e a impressão de literatura evangélica se tornaram a base do cristianismo evangélico na China.

Em 1853, o médico inglês, James Hudson Taylor, partiu para a China. Em 1860 ele fundou a Junta de Missões Internas da China, agora conhecida como a OMS International. Os associados do Dr. Taylor eventualmente espalharam o cristianismo por todo o interior da China. Hudson Taylor morreu em Changsha em 1905.

Em 1901, John Sung nasceu. Ele se tornou conhecido como o maior evangelista da história da China. Milhares de pessoas que foram convertidas através de sua pregação permaneceram fiéis a Cristo depois que os comunistas tomaram o poder em 1949. Nos últimos 60 anos, o número de cristãos na China explodiu pelo maior reavivamento do cristianismo na história moderna. Esta manhã vou contar-lhes a notável história do Dr. John Sung. Começarei dando um esboço de sua vida feito pelo Dr. Elgin S. Moyer.

John Sung (1901-1944), nacionalmente famoso evangelista chinês; nascido em Hinghwa, Fukien, China; filho de pastor metodista. [Teve uma falsa “conversão” por volta dos nove anos de idade.] Estudante brilhante; Estudou na Wesleyan University, na Ohio State University e no Union Theological Seminary. Recebeu Doutorado em química. Voltou para a China não para ensinar ciências, mas sim para pregar o Evangelho. Passou quinze anos pregando o evangelho em toda a China e países vizinhos com poder e influência únicos (tradução de Elgin S. Moyer, Ph.D.,Who Was Who in Church History [Quem foi quem na História da Igreja], Moody Press, edição de 1968, p. 394).

“Tudo a Cristo.” Cante novamente!

Tudo a Cristo eu consagro, Minha vida meu Senhor
Meus momentos e meus dias, todos para o Teu louvor.

Esse foi um breve esboço da vida do Dr. John Sung. Eu não creio que ele tenha se convertido aos nove anos de idade. Eu acredito que ele não tenha se convertido até fevereiro de 1927.

O próprio Dr. Sung disse que não se converteu até passar por uma crise espiritual na América aos 26 anos de idade. Quando tinha nove anos de idade, ocorreu um reavivamento em Hinghwa. Dentro de um mês, havia cerca de 3.000 profissões de fé em Cristo. Na manhã da sexta-feira santa, ele ouviu um sermão sobre “Jesus no Jardim do Getsêmani”. O pregador comparou os discípulos adormecidos com o destemor de Jesus. Muitas pessoas choraram de tristeza no final do sermão. Entre os que choraram de tristeza estava John Sung, o filho de nove anos de um pregador metodista chinês. Parece que John Sung “dedicou” sua vida a Cristo, mas não foi verdadeiramente convertido naquele tempo. Como meu ex-pastor na igreja batista chinesa, Dr. Timothy Lin (cujo pai também era pregador), John Sung começou a pregar e ajudar seu pai aos treze anos de idade. Mas, assim como o Dr. Lin, ele ainda não havia experimentado uma conversão real. John Sung era um estudante diligente e terminou o ensino médio no topo da sua turma. Durante esse tempo, ele se tornou conhecido como o "pastorzinho". Mas, apesar de todo o seu zelo e atividade, seu coração não estava completamente satisfeito. O trabalho que estava fazendo no ministério ele mesmo descreveu como “espetacular como o azul da pena de um guarda-rios, abundante como folhas no verão, mas sem um único fruto fresco para oferecer ao Senhor Jesus” (tradução de Leslie T. Lyall, A Biography of John Sung [Uma Biografia de John Sung], China Inland Mission, edição de 1965, p. 15).

Em 1919, Sung, aos 18 anos, decidiu ir para a América e foi aceito na Ohio Wesleyan University com bolsa integral. Ele começou um currículo pré-médico e pré-teológico, mas abandonou os cursos pré-teológicos e decidiu se especializar em matemática e química. Ele frequentava a igreja regularmente e organizava bandas evangelísticas entre os estudantes. Mas durante o seu último período, ele começou a negligenciar o estudo da Bíblia e a oração, e colou em um de seus exames. Ele se formou em 1923 com louvor, como um dos quatro alunos à frente de uma turma de trezentos. Ele foi premiado com a medalha de ouro e um prêmio em dinheiro para física e química. Ele foi eleito para a Fraternidade Phi Beta Kappa, uma sociedade exclusiva dos mais estudiosos, e recebeu uma chave de ouro, um distintivo de grande destaque na erudição.

Ele, então, recebeu bolsas de estudo de muitas universidades, incluindo a Harvard. Ele aceitou uma bolsa de estudos para um mestrado em Ciências na Ohio State University. Terminou esse curso em apenas nove meses! Então foi-lhe oferecida uma bolsa de estudos para estudar medicina na Harvard. Foi quando recebeu uma outra oferta para estudar em um seminário. Ele achava que deveria estudar teologia, mas a fama que lhe tinha chegado enfraqueceu seu desejo de tornar-se um ministro do evangelho. Em vez disso, ele entrou em um programa de doutorado em química na Ohio State University. Completou seu Ph.D. em apenas vinte e um meses! Assim, tornou-se o primeiro chinês a receber um Ph.D. nos Estados Unidos. Os jornais o descreveram como “o aluno mais famoso de Ohio”. “Todavia, no fundo de seu coração, não tinha paz. Uma inquietação espiritual crescente mostrava-se em períodos de profunda depressão ”(Lyall, ibid., P. 22).

Durante esse período, ele teve influência da teologia liberal e de seu ensino sobre o “evangelho social”. A teologia liberal ensina que Jesus era um exemplo nobre, mas não o Salvador. Parece-me que, aos nove anos de idade John Sung pensava em Jesus apenas como um "nobre exemplo", e por essa razão ele teve uma falsa conversão naquela época. Mas Deus ainda o estava chamando. Certa noite, sentado só, ele parecia ouvir a voz de Deus a dizer-lhe: “Que aproveitaria ao homem ganhar todo o mundo e perder a própria alma?”

No dia seguinte, ele teve uma conversa com um professor liberal metodista. Ele disse ao professor que havia vindo originalmente para a América para estudar teologia. O professor o desafiou a ir a Nova York estudar religião no extremamente liberal Union Theological Seminary. Após um breve momento de hesitação, ele decidiu ir. No Union Seminary, ele recebeu uma bolsa de estudos integral, juntamente com uma ajuda de custo muito generosa. Mais tarde, ele disse que não estava interessado no ministério, mas só queria estudar teologia por um ano para satisfazer seu pai e depois voltar para a carreira científica. Seu coração estava cheio de tumulto e escuridão.

No outono de 1926, o Dr. John Sung se matriculou no Union Theological Seminary. O extremamente liberal Dr. Henry Sloane Coffin acabara de ser empossado como presidente. Entre os professores estavam ultra-liberais como o Dr. Harry Emerson Fosdick, autor de vários livros contra o cristianismo bíblico. Ele escreveu livros como “O Uso Moderno da Bíblia” e “A Masculinidade do Mestre”. A palestra mais famosa de Fosdick foi “Os fundamentalistas vencerão?” (1922). Fosdick pregava contra a ressurreição corporal de Cristo e a veracidade da Bíblia toda semana em seu programa de rádio. O Seminário era um lugar de acirrada crítica à Bíblia e rejeição à teologia evangélica. “Qualquer coisa na Bíblia que não pudesse ser justificada cientificamente era rejeitada como indigna de crença! O Gênesis era considerado não histórico e a crença em milagres não científico. O Jesus histórico era apresentado como um ideal a ser imitado, enquanto o valor substitutivo de Sua morte na cruz e Sua ressurreição física eram negados. A oração era considerada uma perda de tempo. Discordar de tais pontos de vista era tornar-se um objeto de pena ou escárnio ”(Lyall, ibid., Pp. 29-30).

O Dr. Sung mergulhou em seus estudos de teologia liberal com todo o poder de seu intelecto. Durante aquele ano, ele teve notas altas, mas se afastou do cristianismo ao estudar o budismo e o taoísmo. Ele começou a recitar escrituras budistas na reclusão do seu quarto, na esperança de que a autonegação lhe pudesse trazer paz, mas isso não aconteceu. Ele escreveu: “Minha alma vagou em um deserto”. Sua vida tornou-se intolerável. Escreveu: “Eu não conseguia dormir nem comer… Meu coração estava cheio da mais profunda infelicidade”. Os funcionários do Seminário notaram que ele estava em um estado de contínua depressão. Foi nesse estado emocional que ele foi com alguns outros estudantes ouvir o Dr. I. M. Haldeman, pastor fundamentalista e crente na Bíblia da Primeira Igreja Batista da Cidade de Nova York. O Dr. Haldeman era famoso por dizer: “Aquele que nega o nascimento virginal nega o cristianismo bíblico”. O Dr. Haldeman estava em conflito direto com Harry Emerson Fosdick e o Union Theological Seminary. John Sung foi ouvi-lo pregar por curiosidade. Mas o Dr. Haldeman não pregou naquela noite. Em vez disso, uma jovem de quinze anos deu seu testemunho. Ela leu as Escrituras e falou sobre a morte substitutiva de Cristo na Cruz. Sung disse que podia sentir a presença de Deus naquele culto. Seus companheiros do Seminário zombaram e riram, ele, todavia, voltou para mais quatro noites consecutivas de cultos evangelísticos. “All For Jesus.” Cante novamente.

Tudo a Cristo eu consagro, Minha vida meu Senhor
Meus momentos e meus dias, todos para o Teu louvor.

Ele começou a ler biografias cristãs de homens como John Wesley, George Whitefield e outros grandes pregadores, para descobrir o poder que sentia naquelas reuniões evangelísticas na Primeira Igreja Batista. Durante uma aula no Seminário, um conferencista falou fortemente contra a morte substitutiva de Cristo na Cruz. John Sung levantou-se no final da palestra e respondeu-lhe na frente do corpo estudantil assustado.

Finalmente, em 10 de fevereiro de 1927, ele experimentou uma conversão genuína. “Ele viu todos os pecados de sua vida espalhados diante dele. A princípio, parecia que não havia como se livrar de seus pecados e que ele deveria ir para o inferno. Ele tentou esquecer seus pecados, mas não conseguiu. Eles perfuravam seu coração. Então ele se voltou para a história da cruz em Lucas xxiii, e enquanto lia a história veio à tona ... ele parecia estar lá ao pé da cruz e implorando para ser lavado de todos os seus pecados no [precioso] sangue [de Cristo] ... Ele continuou chorando e orando até a meia-noite. Então ele [pareceu ouvir] uma voz dizendo: 'Filho, os teus pecados estão perdoados', e toda a sua carga de pecado pareceu cair imediatamente dos seus ombros ... ele levantou-se com um grito de 'Aleluia!' ”( Lyall, ibid., Pp. 33-34).

Ele saiu correndo, gritando e louvando a Deus pelos corredores do dormitório. E, então, começou a falar para todos sobre sua necessidade de Cristo, incluindo seus colegas e os professores do Seminário. Ele disse até mesmo para Harry Emerson Fosdick que ele precisava ser salvo. “Tudo a Cristo” Cante de novo!

Tudo a Cristo eu consagro, Minha vida meu Senhor
Meus momentos e meus dias, todos para o Teu louvor.

O presidente do Seminário achou que ele havia perdido a cabeça devido a esforços escolásticos extremos e o havia internado na enfermaria psicopata de um asilo de loucos. Ele passou seis meses confinado no asilo. Eles o fizeram usar uma camisa de força. Durante esse tempo, ele leu a Bíblia do começo ao fim quarenta vezes. "O hospital psiquiátrico tornou-se assim o verdadeiro colégio teológico de John Sung!" (Lyall, p. 38). Ele foi finalmente libertado sob a condição de voltar à China - e não voltar para a América. John Sung cortou sua conexão com o Union Seminary quando ele queimou seus livros teológicos liberais, chamando-os de “livros de demônios”.

Em sua viagem de volta à China, ele sabia que poderia facilmente obter uma posição como professor de química em alguma universidade chinesa. . “Um dia, quando o navio se aproximava do fim da viagem, John Sung foi até sua cabana, tirou do baú seus diplomas, medalhas e chaves da fraternidade e jogou-os ao mar. Todos, exceto o diploma de médico, que ele reteve para satisfazer seu pai ”(Lyall, p. 40).

Dr. John Sung desceu do barco em Xangai no outono de 1927, para se tornar o evangelista mais famoso da história chinesa. Ele é freqüentemente chamado de o “Wesley da China”. John Sung se tornou um pregador extremamente poderoso do Evangelho. Mais de 100.000 pessoas foram convertidas na China sob sua pregação em apenas três anos! Ele também pregou na Birmânia, Camboja, Cingapura, Coréia, Indonésia e Filipinas. Ele sempre pregou com um tradutor, mesmo na China, porque seu dialeto não era amplamente conhecido. Como George Whitefield, John Sung aconselhou pessoalmente a maioria daqueles que responderam à sua pregação. “Os cristãos de hoje na China e em Taiwan devem muito ao ministério de Sung; ele foi um dos maiores presentes de Deus para o Extremo Oriente no século XX ”(tradução de T. Farak, em J. D. Douglas, Ph.D., Who’s Who in the Christian History” [Quem é Quem na História Cristã], Tyndale House, 1992, p. 650). A melhor biografia curta do Dr. Sung i s pelo Rev. William E. Schubert intitulado “I Remember John Sung,” disponível no site www.strategicpress.org. Clique aqui para comprar a biografia do Rev. Schubert’s . Clique aqui para comprar a briografia do Dr. John Sung por Leslie Lyall (não tão boa quanto a de Schubert, mas interessante um pouco mais crítica). Clique aqui para comprar o diário do Dr. John Sung, intitulado “The Journal Once Lost.” Clique aqui para ler um artigo sobre o Dr. Sung no site Wikipedia.

Dr. Sung morreu de cancer em 1944, aos quarenta e dois anos de idade.

“Pois que aproveita ao homem ganhar todo o mundo e perder a sua alma?” (Marcos 8:36).

Minha oração é que você experimente uma conversão real, como fez o Dr. Sung. Eu oro para que Deus lhe mostre o vazio desta vida; e que o ponha sob profunda convicção de pecado; e que o atraia a Cristo para purificação do pecado através do Seu sangue expiatório. Quando você confiar em Cristo, você nascerá de novo e terá uma nova vida maravilhosa nEle. Minha oração é que você volte hoje à noite às 18:15 para ouvir outro sermão intitulado “Com o Dr. John Sung em um Seminário Liberal” (clique aqui para ler). Amém Por favor, levante-se e cante o hino número um em sua folha de canções: "Nada Falta".

De Jesus a doce voz Ouvi eu, pecador; Aceitei, de coração, Jesus, meu Salvador.
Meu pecado, sim, Expiou na cruz E por graças sem igual Salvou-me meu Jesus.

Retidão em mim não há; Por graça salvo sou. Devo tudo a meu Senhor,Pois já me resgatou.
Meu pecado, sim, Expiou na cruz E por graças sem igual Salvou-me meu Jesus.
   (“Nada Falta,” Elvina M. Hall, 1820-1889).


AO ESCREVER PARA DR. HYMERS, VOCÊ PRECISA MENCIONAR O PAÍS DO QUAL VOCÊ ESTÁ ESCREVENDO, CASO CONTRÁRIO ELE NÃO PODERÁ RESPONDER SEU E-MAIL. Se estes sermões o abençoam envie um e-mail para o Dr. Hymers para dizer-lhe, mas sempre inclua o país do qual você está escrevendo. O e-mail do Dr. Hymers é: rlhymersjr@sbcglobal.net (clique aqui). Você pode escrever para Dr. Hymers em qualquer idioma, mas, se puder, escreva em Inglês. Se você quiser escrever para Dr. Hymers pelo correio, seu endereço é: P. O. Box 15308, Los Angeles, CA 90015. Você pode contatá-lo via telefone: (818) 352-0452.

(FIM DE SERMÃO)
Você pode ler sermões do Dr. Hymers cada semana na Internet
em www.sermonsfortheworld.com.
Clique no “Sermão em Português.”

Estes manuscritos de sermão não estão protegidos com direitos autorais. Você pode usá-
los sem permissão do Dr. Hymers. Porém, todas as mensagens de vídeo do Dr. Hymers
estão com direitos autorais e podem ser usados somente com permissão.

Solo cantado antes do sermão por Benjamin Kincaid Griffith:
“All For Jesus” (Mary D. James, 1810-1883).