Print Sermon

O objetivo deste site é fornecer gratuitamente manuscritos e vídeos de sermões para pastores e missionários em todo o mundo, especialmente no Terceiro Mundo, onde há poucos ou nenhum seminário teológico ou escolas bíblicas.

Estes manuscritos, como também os vídeos dos sermões agora alcançam anualmente cerca de 1.500,000 computadores em mais de 221 países através do site: www.sermonsfortheworld.com. Centenas de outras pessoas assistem os vídeos noYouTube, mas rapidamente deixam o YouTube, pois cada vídeo os redireciona para nosso website. O YouTube redireciona as pessoas para nosso website. Os manuscritos dos sermões são traduzidos para 42 idiomas para cerca de 120.000 computadores mensalmente. Estes sermões manuscritos não estão protegidos por direitos autorais, para que, assim, pregadores possam usá-los sem nossa autorização. Clique aqui para saber como fazer uma doação mensal para ajudar-nos nesta grande obra de divulgar o Evangelho para todo o mundo.

Ao escrever para Dr. Hymers, mencione sempre o país onde você vive, caso contrário ele não poderá responder-lhe. O email do Dr. Hymers é rlhymersjr@sbcglobal.net.




VENCENDO OS DEMÔNIOS
QUE NOS ENFRAQUECEM – “ESTA CASTA”!

OVERCOMING THE DEMONS
THAT WEAKEN US – “THIS KIND”!
(Portuguese)

por Dr. R. L. Hymers, Jr.

Sermão pregado no Tabernáculo Batista de Los Angeles
Noite do Dia do Senhor, 5 de Agosto de 2018
A sermon preached at the Baptist Tabernacle of Los Angeles
Lord’s Day Evening, August 5, 2018

“Quando entrou em casa, seus discípulos lhe perguntaram em particular: Por que não pudemos expulsá-lo? Respondeu-lhes: Esta casta não pode sair senão por meio de oração e jejum” (Marcos 9:28-29).


Hoje à noite eu vou falar sobre demônios e Satanás, e sobre o que o Dr. JI Packer chamou de “a condição arruinada da igreja atual”, e a razão de não ter havido nenhum grande reavivamento nacional na América desde 1859. Eu estou confiando no esboço de um sermão do Dr. Martyn Lloyd-Jones. O tema básico e o esboço são do Dr. Lloyd-Jones.

“Quando entrou em casa, seus discípulos lhe perguntaram em particular: Por que não pudemos expulsá-lo? Respondeu-lhes: Esta casta não pode sair senão por meio de oração e jejum” (Marcos 9:28-29).

Eu quero que você pense sobre esses dois versículos. Eu vou aplicar esses versículos à necessidade urgente das igrejas “arruinadas” na América e no mundo ocidental - incluindo alguns pontos direcionados à nossa igreja.

Eu sei que a própria palavra "avivamento" afasta as pessoas hoje. Elas não querem ouvir falar sobre isso. Mas a razão pela qual elas se sentem assim é satânica! Este é um assunto sobre o qual o diabo não quer que as pessoas pensem. Por isso, oro para que você ouça com atenção enquanto eu falo sobre essa necessidade crítica em nossa igreja e em todas as igrejas.

Este é um assunto que deve interessar intensamente a todos nós. A não ser que sintamos uma grande preocupação para com a condição das igrejas hoje, estaremos sendo cristãos muito pobres. De fato, se você não tem interesse em um avivamento real, você deve questionar se você é mesmo um cristão! Se você não tem nenhuma preocupação para com a nossa igreja e para com outras pessoas, você certamente não é um cristão vibrante! Repito, o avivamento real deve ser algo intensamente interessante para cada um de nós.

Então, vamos começar pensando sobre este evento no nono capítulo de Marcos. É um evento muito importante, porque o Espírito Santo teve grande cuidado em nos relatar em três dos quatro evangelhos, em Mateus, Marcos e Lucas. Eu estou lendo os dois versículos registrados em Marcos. Na parte inicial do capítulo, Marcos nos diz que Cristo havia levado consigo Pedro, Tiago e João e subido ao Monte da Transfiguração, onde haviam testemunhado um evento surpreendente. Mas, quando desceram do monte, encontraram uma grande multidão de pessoas cercando os Discípulos que ficaram e discutindo com eles! Os três que estavam com Jesus não puderam entender o que estava acontecendo. Então um homem saiu da multidão e disse a Jesus que seu filho estava possuído por um demônio que o fazia espumar pela boca e ranger os dentes. Então o homem disse: “Eu o trouxe aos teus discípulos [para expulsar o demônio] e eles não puderam” (Marcos 9:18). Eles tentaram, mas falharam.

Jesus fez algumas perguntas ao homem. Logo em seguida Ele rapidamente expulsou o demônio do menino. Então entrou Cristo em casa, e os discípulos o seguiram. Depois de entrarem na casa, os discípulos perguntaram-lhe: “Por que não pudemos nós expulsá-lo?” (Marcos 9:28). Eles haviam tentado arduamente fazê-lo. Eles haviam sido bem sucedidos muitas vezes antes. Mas desta vez eles falharam completamente. No entanto, Cristo simplesmente disse: “Saia dele” e o menino foi liberto. Eles disseram: “Por que não pudemos nós expulsá-lo?” Cristo respondeu: “Essa casta não pode sair senão por oração e jejum” (Marcos 9:29).

Agora eu vou usar este incidente para mostrar o problema em nossas igrejas hoje. Esse menino representa jovens no mundo moderno. Os Discípulos representam nossas igrejas hoje. Não é óbvio que nossas igrejas estão deixando de ajudar os jovens? George Barna nos diz que perdemos 88% de nossos próprios jovens, criados na igreja. E estamos ganhando muito poucos jovens, extremamente poucos, fora do mundo. Nossas igrejas estão secando e falhando rápido. Os Batistas do Sul estão perdendo cerca de mil igrejas todos os anos! Essa é a sua própria estimativa! E nossas igrejas independentes não estão nada melhores que eles. Qualquer um que olhe para essas estimativas pode ver que nossas igrejas não são tão fortes quanto eram há cem anos atrás. É por isso que o Dr. J. I. Packer falou da "condição arruinada da igreja atual".

Nossas igrejas, à semelhança dos Discípulos, estão fazendo tudo o que podem e, no entanto, estão falhando. Elas estão falhando tanto quanto os Discípulos quando tentaram ajudar aquele jovem. A pergunta que devemos fazer é: por que não podemos expulsá-lo? Qual é a causa desse fracasso?

Aqui, no nono capítulo de Marcos, parece-me que Cristo está lidando com essa mesma questão. E a resposta que Cristo deu é tão importante hoje quanto era naquela época.

“Quando entrou em casa, seus discípulos lhe perguntaram em particular: Por que não pudemos expulsá-lo? Respondeu-lhes: Esta casta não pode sair senão por meio de oração e jejum” (Marcos 9:28-29).

O texto pode ser dividido em três pontos simples.

I. O primeiro ponto é "essa casta".

Por que eles não conseguiram expulsá-lo? Cristo disse: “Essa casta não poder sair senão por meio de oração e jejum”. Ele disse a eles que há diferenças entre um caso e outro. No passado, Cristo os havia enviado para pregar e expulsar demônios - e eles saíram e pregaram e expulsaram muitos demônios. Eles voltaram regozijando-se. Eles disseram que os demônios foram submetidos a eles.

Então, quando este homem trouxe seu filho para eles, eles tinham certeza de que poderiam ajudá-lo, fazendo a mesma coisa que haviam feito antes. No entanto, desta vez eles falharam completamente. Apesar de todos os seus esforços, o menino não foi liberto, e eles se perguntaram por quê? Então, Cristo falou-lhes “dessa casta”. Há uma diferença entre “essa casta” e a casta com a qual eles haviam lidado antes.

De certa forma, o problema é sempre o mesmo. O trabalho da igreja é libertar os jovens do poder de Satanás e seus demônios, “para os converter das trevas para a luz e do poder de Satanás para Deus” (Atos 26:18). Isso é sempre o mesmo em todas as épocas e em todas as culturas. As igrejas sempre tiveram que lidar com Satanás e demônios. Mas há uma diferença entre demônios. Eles não são todos iguais. O apóstolo Paulo disse que “não lutamos contra a carne e o sangue, mas contra os principados, contra as potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais nas regiões celestes” (Efésios 6:12). Ele nos disse que há diferentes graus de demônios, e o líder deles é o próprio Satanás, “o príncipe da potestade do ar, o espírito que agora opera nos filhos da desobediência” (Efésios 2: 2). Satanás está vivo em todo o seu poder. Mas sob ele estão esses poderes demoníacos inferiores. Os discípulos poderiam facilmente expulsar os demônios mais fracos. Mas aqui, naquele menino, havia um espírito de maior poder. "Essa casta " é diferente e, portanto, é um problema muito maior. A primeira coisa que devemos descobrir é com o que “casta” devemos lidar hoje.

Quando olhamos para essas palavras “essa casta”, eu me pergunto se muitos pastores hoje em dia percebem que a batalha em que estamos é uma batalha espiritual. Estou certo de que a maioria dos pastores jamais pensa que o trabalho deles é uma batalha contra Satanás e espíritos malignos. Os seminários e até mesmo as faculdades teológicas enfatizam muito os métodos humanos. Mas eles não ensinam os pregadores que seus principais problemas residem no mundo espiritual.

Então, eles continuam com certos métodos que costumavam ser bem sucedidos no passado. Eles não percebem que esses métodos antigos não lidam com "essa casta" de hoje. Todo mundo sabe que existe uma necessidade. Mas a questão é - o que exatamente é essa necessidade? Até que estejamos conscientes da necessidade exata hoje, seremos tão mal sucedidos quanto foram os Discípulos com aquele menino.

E qual seria "essa casta" nos nossos dias? "Essa casta " é demônio do existencialismo. O existencialismo diz que algo somente é real se você o experimentar - somente se você sentir. Hoje as mentes das pessoas ficam cegas através do “demônio da sensação”. O demônio existencial do emocionalismo diz que você tem que ter uma experiência catártica - uma sensação de segurança. O demônio diz que se você tem essa emoção, isso prova que você está salvo.

Essas pessoas cegas não crêem em um Deus que julga. Eles creem apenas em emoções. Eles acham que devem ter a emoção para serem salvos. Eles precisam de uma emoção, uma sensação de “segurança” para provar que são salvos. Sua "garantia" é um ídolo! Eles confiam em suas emoções, não em Jesus Cristo! Perguntamos às pessoas: “Vocês confiaram em Cristo?” Eles dizem “não”. Por que eles dizem não? Porque eles não têm a emoção certa! Eles confiam em suas emoções, não em Cristo! Os demônios cegaram suas mentes. "Essa Casta" de demônio só pode ser expulsa através de oração e jejum! Nos precisamos jejuar para quebrar o controle dessa casta!

II. O segundo ponto são os métodos que tem falhado.

Eu vejo nossas igrejas fazendo coisas que foram muito úteis no passado, mas não têm mais efeito sobre “essa casta”. E porque confiamos nos métodos antigos, perdemos quase todos os nossos jovens, e convertemos quase ninguém do mundo. Correndo o risco de ser mal entendidos, eu colocaria a Escola Dominical nessa categoria. Foi muito eficaz há cento e vinte e cinco anos. Mas acho que tem pouco valor hoje. Eu diria o mesmo sobre os folhetos evangelísticos. No passado as pessoas realmente liam e vinham à igreja através deles. Mas eu simplesmente perguntaria a qualquer pastor: "Você tem algum jovem em sua igreja que veio à igreja e foi salvo através da leitura de um folheto?" Eu acho que é óbvio que "essa casta" em nosso tempo não responde bem aos métodos que foram usados no passado. Eu também colocaria visitas de porta em porta nessa categoria. Foi usado poderosamente no passado, mas não nos ajuda a trazer jovens para a igreja, agora que estamos lidando com “essa casta”.

Há certas coisas que são inúteis hoje, quando são aplicadas à “essa casta”. Em outras palavras, Cristo estava dizendo com efeito: “Você fracassou neste caso porque o poder que você tinha, que era suficiente para outros casos, não tem valor aqui. Deixa você impotente para ajudar o garoto que está sob o poder "dessa casta ".

Eu sei que há pastores que percebem que muitas coisas que fizemos no passado são inúteis hoje. Mas eles foram treinados para pensar sobre metodologia ao invés dos “artifícios” de Satanás (II Coríntios 2:11) - então eles se descontrolam em novos métodos que não são melhores do que os antigos - isto é, se estamos tentando ficar jovens pessoas para serem membros sólidos da igreja. Por exemplo, temos certos homens nos dizendo que a resposta é "provar" aos jovens que o relato da criação em Gênesis é verdadeiro e que a evolução é falsa. Eles pensam que os jovens se converterão e outros virão do mundo, se pudermos refutar a evolução e levá-los a encontrar respostas em Gênesis. Eles pensam, por esse método, que podem lidar com a situação atual.

O Dr. Lloyd-Jones disse: “Foi exatamente da mesma maneira no início do século XVIII, quando as pessoas estavam depositando sua fé em [apologética]. Estes, eles nos ensinaram, são as coisas que vão mostrar a verdade do cristianismo, mas eles não fizeram isso. "Essa casta” não pode sair através de nada nessa linha.

Outro método que tem falhado é o uso de traduções modernas. Nos disseram que os jovens não entendem a Bíblia King James. O que precisamos é de uma Bíblia em uma linguagem moderna. Então os jovens irão lê-la. Então eles dirão: “Isto é cristianismo” - e eles virão às nossas igrejas aos montes. mas isso não tem acontecido. De fato, o exato oposto aconteceu. Eu tenho trabalhado quase exclusivamente com jovens por sessenta anos. Eu sei que essas traduções modernas não atraem os jovens. Na verdade, eu ouço muitos deles dizerem: “Não parece certo. Simplesmente não soa como a Bíblia. ”

Eu nunca preguei usando uma tradução moderna, e nunca o farei. E estamos vendo jovens convertidos o tempo todo, tanto em nossa igreja como no mundo também. Qualquer que seja o valor dessas traduções modernas, elas não resolverão o problema. Eles não lidam com "essa casta ".

O que mais eles estão tentando? Oh, a grande música moderna! "Temos que acertar na música e eles virão e serão cristãos". É tão triste. Eu realmente preciso comentar sobre isso? Há uma igreja batista do sul que se reúne em instalações alugadas em Los Angeles. O pastor usa uma camiseta e se senta em um banquinho. Antes de dar sua palestra, há cerca de uma hora de música rock. Um dos nossos líderes foi dar uma olhada. Ele ficou chocado. Ele disse que o culto era sombrio e patético, e absolutamente nada de espiritual. Ele disse que essas pessoas não ganham almas, e ele não pode imaginá-las orando por uma hora como os nossos jovens o fazem. Uma hora de nada além de oração? Pode esquecer! Então, o rock moderno também não conseguiu vencer “essa casta”.

III. O terceiro ponto é que precisamos de algo que possa ir ao fundo desse poder maligno e destroçá-lo, e só há uma coisa que pode fazer isso, e essa coisa é o poder de Deus!

O Dr. Lloyd-Jones disse: “Temos que perceber que, por maior que seja essa casta, o poder de Deus é infinitamente maior, que o que precisamos não é mais conhecimento, mais compreensão, mais apologética, [novas traduções, ou música rock - não, nós precisamos de um poder que possa entrar nas almas dos homens e quebrá-los e esmagá-los e humilhá-los e, em seguida, transformá-los. E esse é o poder do Deus vivo ”. E isso nos leva de volta ao texto:

“Por que não pudemos expulsá-lo? Respondeu-lhes: Esta casta não pode sair senão por meio de oração e jejum” (Marcos 9:28-29).

Oração e jejum. Nada mais pode ajudar nossas igrejas a vencer “essa casta” de ataque satânico. Nossas igrejas não estão alcançando os jovens hoje. O que podemos fazer? "Essa casta não pode sair senão por meio de oração e jejum."

Talvez algum "estudioso" venha a dizer: "os melhores manuscritos não dizem "e jejum". " Mas o que esse "erudito" sabe sobre demônios? O que ele sabe sobre a conversão de pagãos nas ruas e nos campus universitários de nossa cidade? O que ele sabe sobre avivamento - como eles estão experimentando agora na China? Ele não sabe nada sobre essas coisas. Eu tenho sido testemunha ocular do avivamento três vezes na minha vida. Estou impressionado ao pensar que tenho sido muito privilegiado em pregar em todos esses três reavivamentos. Eles não eram cultos evangelísticas. Foram tempos em que o poder de Deus entrou no coração dos homens e os quebrantou, os esmagou e os humilhou, e fez deles novas criaturas em Cristo Jesus!

Assim que, não vamos seguir os dois manuscritos antigos que removeram a palavra “jejum”. Os gnósticos enfatizaram excessivamente o jejum. Assim, os homens que copiaram o manuscrito Sinaítico removeram as palavras “e jejum” para proteger o verso de ser usado pelos gnósticos. “Os gnósticos praticavam o jejum a ponto de morrer de fome” (William R. Horne, Seminário Evangélico da Trindade, “A Prática do Jejum na História da Igreja”, p. 3). Os "estudiosos" modernos nos dizem que os copistas adicionaram essas palavras. Mas é muito mais provável que eles as removeram (traduzido de see The Secret History of the Gnostics: Their Scriptures, Beliefs and Traditions, [A História Secreta dos Gnósticos: Suas Escrituras, Crenças e Tradições], por Andrew Phillip Smith, capítulo 5, página 1). Sabemos que Cristo disse “e jejum”. Como sabemos disso? Nós sabemos disso por dois motivos. Primeiro, porque os discípulos tinham obviamente orado quando expulsaram demônios anteriormente. Então, algo mais precisava ser adicionado. Algo mais era necessário - jejum! A oração sozinha não era suficiente. Nós também sabemos disso por experiência. Pois jejuamos e vimos com nossos próprios olhos o que Deus pode fazer quando derramamos nossos corações em jejum e oração.

Agora vou encerrar com outra citação do Dr. Martyn Lloyd-Jones. Que pregador! Que perspicácia! Como eu agradeço a Deus por ele. Em outro lugar, ele disse:

Eu me pergunto se alguma vez nos ocorreu que deveríamos estar considerando a questão do jejum? O fato é que não o fazemos. O fato é que todo este assunto parece ter saído de nossas vidas e de todo o nosso pensamento cristão!

E isso, provavelmente mais do que qualquer outra coisa, é por que não conseguimos expulsar “essa casta”.

Eu estarei convocando um jejum geral em nossa igreja. Mais tarde falarei sobre isso. Eu lhe direi quando estaremos em jejum. Eu lhe direi como jejuar e como terminar seu jejum.

Naquele tempo, viremos aqui para a igreja e faremos juntos uma refeição antes de termos um culto de oração. Alguns dos telefonista serão avisados pelo Dr. Cagan para fazerem ligações telefônica por um tempo. O restante de nós estaremos em oração e o Dr. Cagan e eu responderemos a perguntas.

1. Estaremos jejuando e orando pelo sucesso de nossos novos programas.

2. Estaremos jejuando e orando por um novo “grupo” de moços e um novo “grupo” de moças. Um “grupo” é composto de cinco ou seis pessoas que vêm no sábado, domingo de manhã e domingo à noite e que estão interessadas em se tornar discípulos.

3. Também estaremos jejuando e orando por conversões em nossa igreja. Nós nos concentraremos especialmente “nessa casta” - demônios que escravizam a pessoa a procurar por emoções.


Agora eu não posso encerrar este culto sem falar sobre Jesus. Tudo o que precisamos é encontrado Nele. O Livro de Hebreus nos diz:

“Vemos, todavia, aquele que, por um pouco, tendo sido feito menor que os anjos, Jesus, por causa do sogrimento da morte, foi coroado de glória e de honra, para que, pela graça de Deus, provasse a morte por todo homem”. (Hebreus 2:9).

Jesus, o Filho de Deus, morreu no lugar dos pecadores, como substituto pelo pecador. Jesus ressuscitou fisicamente, carne e osso, dos mortos para lhe dar vida. No momento em que você se render a Jesus, seus pecados são cancelados por Sua morte na cruz. No momento em que você se lança sobre o Salvador, seu pecado é purificado do registro de Deus para sempre pelo precioso Sangue de Cristo. Como oramos para que você confie no Senhor Jesus Cristo e seja salvo do pecado por Ele. Amém e Amém. Por favor, fique de pé e cante o hino número 4 de sua folha de hinos.

Castelo forte é nosso Deus, Espada e bom escudo
   Com seu poder defende os seus em todo transe agudo.
Com fúria pertinaz, persegue Satanás
   Com artimanhas tais e astúcias tão cruéis
Que iguais não há na terra.

A nossa força nada faz, estamos, sim, perdidos
   Mas nosso Deus socorro traz e somos protegidos
Defende-nos Jesus, O que venceu na cruz
   Senhor dos altos céus e sendo o próprio Deus
Triunfa na batalha.
   (“Castelo Forte” por Martinho Lutero, 1483-1546).


AO ESCREVER PARA DR. HYMERS, VOCÊ PRECISA MENCIONAR O PAÍS DO QUAL VOCÊ ESTÁ ESCREVENDO, CASO CONTRÁRIO ELE NÃO PODERÁ RESPONDER SEU E-MAIL. Se estes sermões o abençoam envie um e-mail para o Dr. Hymers para dizer-lhe, mas sempre inclua o país do qual você está escrevendo. O e-mail do Dr. Hymers é: rlhymersjr@sbcglobal.net (clique aqui). Você pode escrever para Dr. Hymers em qualquer idioma, mas, se puder, escreva em Inglês. Se você quiser escrever para Dr. Hymers pelo correio, seu endereço é: P. O. Box 15308, Los Angeles, CA 90015. Você pode contatá-lo via telefone: (818) 352-0452.

(FIM DE SERMÃO)
Você pode ler sermões do Dr. Hymers cada semana na Internet
em www.sermonsfortheworld.com.
Clique no “Sermão em Português.”

Estes manuscritos de sermão não estão protegidos com direitos autorais. Você pode usá-
los sem permissão do Dr. Hymers. Porém, todas as mensagens de vídeo do Dr. Hymers
estão com direitos autorais e podem ser usados somente com permissão.

Solo cantado antes do Sermão por Benjamin Kincaid Griffith:
“Old-Time Power” (Paul Rader, 1878-1938).


O ESBOÇO DO

VENCENDO OS DEMÔNIOS
QUE NOS ENFRAQUECEM – “ESTA CASTA”!

OVERCOMING THE DEMONS
THAT WEAKEN US – “THIS KIND”!

por Dr. R. L. Hymers, Jr.

“Quando entrou em casa, seus discípulos lhe perguntaram em particular: Por que não pudemos expulsá-lo? Respondeu-lhes: Esta casta não pode sair senão por meio de oração e jejum” (Marcos 9:28-29).

(Marcos 9:18)

I.   O primeiro ponto é "essa casta". Atos 26:18; Efésios 6:12; 2:2.

II.  O segundo ponto são os métodos que tem falhado II Coríntios 2:11.

III. O terceiro ponto é que precisamos de algo que possa ir ao fundo desse poder maligno e destroçá-lo, e só há uma coisa que pode fazer isso, e essa coisa é o poder de Deus! Hebreus 2:9.