Print Sermon

O objetivo deste site é fornecer gratuitamente manuscritos e vídeos de sermões para pastores e missionários em todo o mundo, especialmente o Terceiro Mundo, onde existem poucos seminários teológicos ou escolas bíblicas.

Estes manuscritos e vídeos de sermões alcançam agora cerca de 1.500,000 computadores em mais de 221 países anualmente através do site: www.sermonsfortheworld.com. Centenas de outras pessoas assistem os vídeos noYouTube, mas rapidamente deixam o YouTube, pois cada vídeo os redireciona para nosso website. O YouTube redireciona as pessoas para nosso website. Os manuscritos dos sermões são traduzidos para 40 idiomas para cerca de 120.000 computadores mensalmente. Estes sermões manuscritos não estão protegidos por direitos autorais, para que, assim, pregadores possam usá-los sem nossa autorização. Clique aqui para saber como fazer uma doação mensal para ajudar-nos nesta grande obra de divulgar o Evangelho para todo o mundo, incluindo nações muçulmanas e hindus.

Ao escrever para Dr. Hymers, mencione sempre o país no qual você vive, caso contrário ele não poderá responder-lhe. O email do Dr. Hymers é rlhymersjr@sbcglobal.net.




A QUEDA DO HOMEM

THE FALL OF MAN
(Portuguese)

Dr. R. L. Hymers, Jr.

Sermão pregado no Tabernáculo Batista de Los Angeles
Sábado à noite, 28 de abril de 2018
A sermon preached at the Baptist Tabernacle of Los Angeles
Saturday Evening, April 28, 2018


O Livro do Gênesis é o “canteiro” da Bíblia. Uma das características mais interessantes do Gênesis é o fato de ele responder a tantas mentiras modernas. C. S. Lewis, perto do final de sua vida, disse que a evolução darwiniana “é a mentira central” dos tempos modernos.

A mentira da evolução darwinista é refutada em Gênesis de duas maneiras. Primeiro, nos é dito repetidamente que animais e até plantas foram criados diretamente por Deus. Segundo, o Gênesis nos diz que todas as plantas e animais só podem se reproduzir “em sua própria espécie”. Os animais e plantas só podem se reproduzir dentro de seu próprio “tipo”. Isso refuta a teoria evolucionária, que diz que a reprodução pode ocorrer através dos “tipos”. Um dos argumentos mais fracos da evolução é que pode haver cruzamento de um “tipo” para outro, e que um “tipo” pode evoluir para outro. Isso não foi provado. Assim, Gênesis mostra que uma das suposições básicas da teoria da evolução é uma completa mentira! Um cachorro nunca pode se transformar em um cavalo. Uma águia nunca pode se tornar uma galinha. Não há cruzamentos de um "tipo" para outro. Gênesis mostra que uma das suposições básicas da evolução é uma grande mentira!

Em segundo lugar, a mentira de que os seres humanos sejam produtos de seu meio ambiente é refutada em Gênesis. Nossos primeiros pais viveram em um ambiente perfeito. No entanto, eles se tornaram pecadores. E o seu primeiro filho foi um assassino!

Terceiro, a idéia de que o problema do mal é impossível de ser entendido é refutada em Gênesis. O Jardim do Éden foi a sede de muitas atividades demoníacas e satânicas. Satanás entrou na serpente que tentou Eva a pecar. Os “nefilins” do capítulo seis eram o produto de homens possuídos por demônios que coabitaram com mulheres normais. Assim, o "problema" do mal é uma mentira, inventada pelos homens modernos que não levam em conta a realidade que é Satanás e os demônios.

Quarto, a teoria uniformitarista da geologia moderna é mostrada como uma mentira em Gênesis. A terra mostra muitas evidências de um dilúvio universal. Os uniformitarians dizem: "Todas as coisas continuam como eram desde o princípio da criação" (II Pedro 3:4). Eles são "voluntariamente ignorantes" do grande dilúvio do tempo de Noé. A geologia moderna não tem explicação confiável para como surgiram acidentes geológicos como o Grand Canyon ou como fósseis de criaturas marinhas aparecem nas montanhas mais altas. Assim, Gênesis refuta a mentira por trás da geologia moderna.

Em quinto lugar, a depravação do homem não pode ser explicada com credibilidade, e virtualmente todas as teorias são provadas como mentiras, porque Gênesis mostra graficamente como o homem caiu de seu estado original para a cruel selvageria que vemos ao nosso redor no mundo moderno: “Porquanto, tendo conhecimento de Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças, antes, se tornaram nulos em seus próprios raciocínios, obscurencendo-se-lhes o coração insensato ”(Romanos 1:21). Assim, as várias teorias da psicologia moderna são provadas como mentiras pelo Livro do Gênesis.

Hoje à noite nos concentraremos nesta mentira mais detalhadamente. Por favor, abram suas Bíblias em Gênesis 3: 1-10.

“Mas a serpente, mais sagaz que todos os animais selváticos que o SENHOR Deus tinha feito, disse à mulher: É assim que Deus disse: Não comereis de toda árvore do jardim? Respondeu-lhe a mulher: Do fruto das árvores do jardim podemos comer, 3mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Dele não comereis, nem tocareis nele, para que não morrais. 4Então, a serpente disse à mulher: É certo que não morrereis. Porque Deus sabe que no dia em que dele comerdes se vos abrirão os olhos e, como Deus, sereis conhecedores do bem e do mal. Vendo a mulher que a árvore era boa para se comer, agradável aos olhos e árvore desejável para dar entendimento, tomou-lhe do fruto e comeu e deu também ao marido, e ele comeu. Abriram-se, então, os olhos de ambos; e, percebendo que estavam nus, coseram folhas de figueira e fizeram cintas para si. Quando ouviram a voz do SENHOR Deus, que andava no jardim pela viração do dia, esconderam-se da presença do SENHOR Deus, o homem e sua mulher, por entre as árvores do jardim. E chamou o SENHOR Deus ao homem e lhe perguntou: Onde estás? Ele respondeu: Ouvi a tua voz no jardim, e, porque estava nu, tive medo, e me escondi.” (Gênesis 3:1-10).

Arthur W. Pink foi um teólogo britânico e comentarista bíblico. Pink corretamente disse que o terceiro capítulo de Gênesis é uma das passagens mais importantes em toda a Palavra de Deus. Pink disse:

É o “canteiro de sementes da Bíblia”. Aqui estão as bases sobre as quais repousam muitas das doutrinas cardeais da nossa fé. Aqui nós rastreamos de volta à sua fonte muitos dos rios da verdade divina. Aqui começa o grande drama que está sendo encenado no palco da história da humanidade ... Aqui encontramos a explicação Divina sobre a presente condição caída e arruinada da raça [humana]. Aqui nós aprendemos sobre os dispositivos sutís do nosso inimigo, o Diabo ... Aqui nós marcamos a tendência universal da natureza humana de cobrir sua própria vergonha moral por um dispositivo criado do próprio homem (tradução de Arthur W. Pink, Gleanings in Genesis, Moody Press, 1981 edição, p. 33).

O capítulo três nos fala de como Satanás entrou no Jardim do Éden, habitando e falando através da boca de uma serpente ainda não julgada. Lá vemos que Satanás falou à mulher, lançando dúvidas sobre o que Deus havia dito a Adão, enrolando e distorcendo a Palavra que Deus havia dito, dizendo-lhe “certamente não morrerão” se comerem o fruto daquela árvore proibida, a “ árvore do conhecimento do bem e do mal ”.

Deve-se lembrar que Satanás já era, a essa altura, um mestre do engano. A Bíblia diz no livro do Apocalipse:

“E a sua calda levou após si a terça parte das estrelas do céu e lançou-as sobre a terra…” (Apocalipse 12: 4).

O significado desse verso é mostrado claramente alguns versículos depois, em Apocalipse 12: 9:

“E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, chamada Diabo e Satanás, que engana todo o mundo: ele foi precipitado na terra, e seus anjos foram lançados com ele” (Apocalipse 12: 9).

Dr. Henry M. Morris disse:

O dragão é aqui identificado com a serpente do Éden (Gênesis 3: 1) ... e como o Diabo que testou Jesus [no deserto] (Tradução de (Henry M. Morris, Ph.D., The Defender’s Study Bible, World Publishing, 1995, p. 1448; note on Revelation 12:9).

Satanás foi expulso do Céu por rebelar-se contra Deus e procurar tomar o trono de Deus (Isaías 14: 12-15; Ezequiel 28: 13-18). Satanás foi expulso do Céu e lançado na Terra, onde se tornou

“... o príncipe das potestades do ar, o espírito que, agora, opera nos filhos da desobediência” (Efésios 2:2).

Mas, e com respeito aos anjos que seguiram a Satanás em rebelião contra Deus? Apocalipse 12:9 diz:

“Ele foi precipitado na terra, e seus anjos foram lançados com ele" (Apocalipse 12:9).

Quantos anjos rebelaram-se com Satanás? Quantos deles foram "lançados juntamente com ele" na terra? Apocalipse 12:4 diz:

“E a sua calda levou após si a terça parte das estrelas do céu e lançou-as sobre a terra…” (Apocalipse 12: 4).

Dr. Morris disse:,

Estas ‘estrelas do céu’ são identificadas como os anjos de Satanás em Apocalípse 12:9 (tradução de zsMorris, ibid., p. 1447).

Assim,cremos que um terço dos anjos no Céu se rebelaram com Satanás, seu líder, e foram lançados na terra, tornando-se os demônios que Jesus tantas vezes encontrou em Seu ministério terreno.

Satanás mentiu para esses anjos. Sem dúvida ele usou o mesmo tipo de mentira que usou com Adão e Eva no Jardim do Éden, quando disse: "Sereis como deuses" (Gênesis 3: 5). Essa foi, sem dúvida, a mentira que destruiu aqueles anjos: “Venham comigo, e sereis como deuses”. Eles acreditaram na mentira do diabo, mas não “se tornavam deuses”. Oh, não! Eles se tornaram demônios imundos monstruosos, vagando pelo mundo com ira, luxúria e rancor!

Foi da mesma forma como Satanás mentiu para os anjos, tentando-os a pecar contra Deus, que ele novamente assim o fez quando mentiu para o homem. A mesma idéia com a qual ele havia seduzido aqueles anjos, arruinando-os, foi semelhante à falsa idéia que ele usou para tentar Adão e Eva no Jardim do Éden. Ouça o que diz Gênesis 3:4-5:

“Então, a serpente disse à mulher: Certamente não morrereis. Porque Deus sabe que, no dia em que dele comerdes, se abrirão os vossos olhos, e sereis como Deus; sabendo o bem e o mal” (Gênesis 3:4-5).

Satanás deve haver usado um argumento similar, uma mentira similar, para fazer com que naquela grande queda angelical, um terço dos anjos caísse de suas exaltadas posições no Céu.

E agora ele traz essa mentira e essa distorção da Palavra de Deus para nossos primeiros pais. E, assim como os anjos, nossos pais no Jardim também acreditaram em sua mentira e ficaram tão condenados quanto os anjos que creram no “Pai da mentira”, pois foi assim que o Senhor Jesus Cristo chamou Satanás quando disse aos fariseus:

“Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio: porque é mentiroso e pai da mentira” (João 8:44).

Nesse versículo, Jesus nos diz duas coisas importantes sobre Satanás: (1) "Ele foi homicida desde o princípio" e (2) Ele é mentiroso e pai da mentira.

"Satanás mentiu aos anjos quando os tentou a seguí-lo . Satanás mentiu para Adão e Eva quando os tentou a comer da única árvore no Jardim que era proibida.

Satanás foi “homicida desde o princípio”. Através de suas mentiras, ele “assassinou” os anjos que o seguiram, “seus anjos”, pois foram lançados do Céu para a Terra, onde aguardam, por certo, condenação no fogo do inferno preparado para o diabo e seus anjos ”(Mateus 25:41). "Ele foi homicida desde o princípio", pois ele não apenas "assassinou" um terço dos anjos do Céu, mas também assassinou toda a raça humana por meio de suas mentiras e enganos. Jesus disse:

“Ele foi homicida desde o princípio e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele.”(João 8:44).

Satanás destruiu um terço dos anjos em sua queda. E Satanás "assassinou" toda a raça humana prendendo-os nesse grande pecado que cometeram desafiando o Deus vivo, e seguindo o Diabo à condenação na Queda do homem, registrada em nosso texto de abertura Gênesis 3:1-10.

Quando Adão pecou, ele não era um humano qualquer. Ele era o chefe natural de toda a raça humana e também da cabeça federal. Como a rebelião de Satanás afetou diretamente um terço dos anjos no Céu, a rebelião e o pecado de Adão na quaeda também teve grandes consequências para outros. Toda a raça humana caiu em Adão como seu chefe federal. Um antigo livro didático puritano para crianças disse corretamente: "Ao cair Adão, pecamos todos nós . Quando na mentira de Satanás creu e o fruto proibido comeu, Adão trouxe a morte a toda a sua descendência - a toda a raça humana. Como disse o apóstolo Paulo:

“Pelo que, como por um homem [Adão] entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte; assim também a morte passou a todos os homens ... ”(Romanos 5:12).

O efeito do pecado de Adão na raça humana é imenso. Antes da queda, Deus e o homem estavam em comunhão. Depois da queda, essa comunhão terminou. Eles foram separados de Deus. Depois da Queda, eles tentaram se esconder de Deus.

Antes da queda, o homem era inocente e santo. Adão e Eva não tinham natureza pecaminosa. Depois da Queda, eles tornaram-se pecadores e envergonhados. O apóstolo Paulo disse:

“Por um homem entrou o pecado no mundo” (Romanos 5:12).

Esse versículo não diz que "pecados" entraram no mundo. O texto diz "o pecado", singular. Adão não trouxe o pecado ao mundo, por haver dado um mau exemplo. Seu ato de pecado provocou uma mudança em sua própria natureza. Seu próprio coração se tornou depravado.

Antes da Queda, o homem poderia ter comido da Árvore da Vida e vivido para sempre (Gênesis 2: 9; 3:22). Depois da Queda, a morte do corpo tornou-se parte da penalidade pelo pecado de Adão. Romanos 5:12 diz:

“Por um homem entrou o pecado no mundo e, pelo pecado, a morte.” (Romanos 5:12).

Isso refere-se tanto à morte espiritual quanto à física. Depois que Adão pecou, Deus disse:

“… porquanto és pó e em pó te tornarás” (Gênesis 3:19)

Assim, a morte física como também a espiritual são o resultado do pecado de Adão.

Como resultado da queda de Adão, o pecado se tornou universal na humanidade. Todos os homens nascem agora com uma natureza pecaminosa, herdada de Adão, o cabeça da raça humana. A Bíblia diz:

“Pelo que, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte; assim também a morte passou a todos os homens, por isso que todos pecaram ”(Romanos 5:12).

A natureza pecaminosa do homem caído é dada em toda a Bíblia.

“Não há homem que não peque” (I Reis 8:46).

“Na verdade, não há homem justo sobre a terra, que faça o bem e nunca peque” (Eclesiastes 7:20).

“Não há um justo, nem um sequer. Não há ninquem que entenda, não há ninguém que busque a Deus. Todos se extraviaram e juntamente se fizeram inúteis. Não há quem faça o bem, não há nem um só.” (Romanos 3:10-12).

“Para que toda boca esteja fechada e todo o mundo seja condenável diante de Deus.” (Romanos 3:19).

“Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos e não há verdade em nós” (1 João 1:8).

O pecado de Adão foi imputado a toda a sua posteridade, isto é, a toda a raça humana. Por causa da unidade orgânica da humanidade, Deus imputa imediatamente o pecado de Adão a todos os seus descendentes. Assim, a natureza que todos os homens possuem agora é a mesma natureza depravada possuída por Adão após a Queda. De acordo com Romanos 5:12, a morte (espiritual e física) foi transmitida a todos os homens, porque todos pecaram em Adão, o cabeça natural deles.

É isso que queremos dizer por “Total Depravação” da raça humana. Isso significa que o homem em seu estado naturalmente depravado não tem amor verdadeiro por Deus. Isso significa que ele prefere a si mesmo do que a Deus, que ele ama mais a si mesmo do que a seu Criador. Total depravação também significa que todo homem em seu estado natural tem aversão a Deus, repulsa ou animosidade a Ele e contra Ele.

“Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus” (Romanos 8:7).

A “mente carnal” refere-se ao “homem não regenerado”, que não nasceu de novo (tradução de The Geneva Bible, 1599, nota em Romanos 8: 7).

Assim, a Queda de Adão, no capítulo três de Gênesis, tem um efeito direto sobre você. Quer você tenha sido criado na igreja ou não, você recebeu uma natureza que tem aversão a Deus e a Cristo, transmitida pelo seu antepassado Adão. Nada do que você pensa, aprende ou faz pode reverter sua herdada corrupção interna. Portanto, a salvação deve vir de uma fonte “externa”, de uma fonte completamente fora de você. E essa fonte é o próprio Deus. Deus deve despertá-lo para a sua depravação interior. Deus deve enfraquecer suas falsas idéias de salvação e convencê-lo de sua depravação interior. Deus deve atraí-lo para Cristo, tanto pela limpeza quanto pela criação do novo nascimento dentro de você. Por causa do pecado de Adão, ninguém a não ser Cristo, o “último Adão”, pode salvá-lo. Isso é salvação somente pela graça, somente através de Cristo. É nisso que acreditamos e pregamos.

Antes da queda de Adão, ele tinha um relacionamento perfeito com Deus. Ele andava com Deus como um amigo. Mas depois de pecar, Adão e sua esposa se esconderam de Deus entre as árvores do Jardim.

Você é filho de Adão. É por isso que o seu pensamento sobre Deus é completamente errado! Em vez de confiar nEle, você se revolta contra Ele e se esconde Dele, assim como o seu antepassado Adão o fez. É por isso que você comete um erro após o outro quando tenta confiar em Cristo. E é por isso que sua mente fica girando em círculos - cometendo os mesmos erros repetidas vezes, repetidamente, sem parar.

Testemunho de um estudante universitário

Eu tive uma falsa conversão após a outra. Eu pensei que precisava ter um sentimento de conversão. Ter falsas conversões foi um período terrível para mim.

Quando ia para o aconselhamento, eu tentava pensar em algo que dizer. Eu tentava lembrar o que havia sido dito no sermão, para que eu pudesse repetir um pouco. Mas minhas palavras nunca faziam nenhum sentido. Tentei copiar o testemunho de conversão de outra pessoa. Que loucura!

Eu comecei a orar a sós e pensar em meu próprio pecado. Então a pregação do Evangelho tornou-se muito clara para mim. Eu vim a Jesus como um pecador miserável e sem esperança em mim mesmo - mas minha esperança estava em Jesus Cristo. A coisa mais importante para mim era vir a Jesus e meus pecados serem lavados pelo Seu Sangue. Eu confiei em seu sangue.

Testemunho de uma jovem universitária

Satanás constantemente me dizia: “Essas pessoas estão erradas. Você é perfeita do jeito que é. Você não precisa de Jesus. ”Então eu vim à igreja e vi que estava errada. Eu chorava sem conseguir parar. O Dr. Cagan me perguntou: “Você quer vir a Cristo?” Eu respondi: “Sim, eu quero vir a Ele. Eu quero vir a Ele. ”Eu me rendi a Jesus naquele dia. Eu me entreguei completamente a Jesus. Jesus Cristo me abraçou e meus pecados foram lavados em Seu sangue.

Testemunho de um jovem rapaz

Eu não podia mais ignorar o fato de que meu coração era horrendo, rebelde, cheio de mal e contra Deus. Meu coração não podia mais me enganar e pensar que eu era uma boa pessoa. Eu não estava bem e não havia bondade em mim. Eu sabia que se morresse naquele instante, iria direto para o inferno. Eu merecia ir para o inferno. Eu era um pecador. Eu pensei que poderia esconder meus pecados das pessoas. Mas não consegui escondê-los de Deus. Deus viu todo o meu pecado. Eu me senti como Adão tentando se esconder de Deus depois que ele comeu o fruto proibido. Eu me senti completamente sem esperança. Todas as minhas boas ações não poderiam salvar um pecador miserável como eu. Foi tão somente Cristo que me salvou. Seu sangue me cobriu e lavou todos os meus pecados. Cristo me revestiu com seu sangue. Ele me revestiu em Sua justiça. Seu sangue lavou meu coração pecaminoso. Minha fé e segurança estão somente em Cristo. Eu era um pecador - mas Jesus me salvou.

Testemunho de Uma Jovem em idade Universitária

Eu entrei na igreja e meu coração estava pesado. Eu sentia que era pecadora. Eu não podia mais ignorar o fato de que meu coração era feio, rebelde, cheio de mal contra Deus. Então, quando o sermão estava chegando ao fim, ouvi o Evangelho pela primeira vez. Isso nunca havia significado nada para mim antes. Cristo morreu em meu lugar na cruz para pagar pelo meu pecado. Ele morreu na cruz por mim! Seu sangue foi derramado por mim! Eu precisava desesperadamente de Jesus. Eu tirei os olhos de mim mesma. Olhei para Cristo pela primeira vez e naquele momento Cristo me salvou! Agora eu entendi o que John Newton quis dizer com “A graça eterna de Jesus! Un infeliz salvou! Eu era cego, deu-me luz; perdido me encontrou! ”Eu era uma pecadora e Jesus Cristo me salvou do meu pecado.

Eu não vi, nem tão pouco senti Jesus. Eu não tive uma experiência religiosa divina. Eu simplesmente confiei Nele. No momento em que confiei em Jesus, Ele lavou meu pecado com Seu sangue.

Seguirei a meu Bom Mestre, Seguirei a meu Bom Mestre,
Seguirei a meu Bom Mestre, Onde quer que for irei!
(“Para Onde For Irei” Cantor Cristão nº 308 - Ernest W. Blandy, 1890).

Venho a Ti, Senhor, Venho agora a Ti!
Lava, limpa-me no Sangue que verteste Tu por mim.
   (Tradução livre de “I Am Coming, Lord,” Lewis Hartsough, 1828-1919).


AO ESCREVER PARA DR. HYMERS, VOCÊ PRECISA MENCIONAR O PAÍS DO QUAL VOCÊ ESTÁ ESCREVENDO, CASO CONTRÁRIO ELE NÃO PODERÁ RESPONDER SEU E-MAIL. Se estes sermões o abençoam envie um e-mail para o Dr. Hymers para dizer-lhe, mas sempre inclua o país do qual você está escrevendo. O e-mail do Dr. Hymers é: rlhymersjr@sbcglobal.net (clique aqui). Você pode escrever para Dr. Hymers em qualquer idioma, mas, se puder, escreva em Inglês. Se você quiser escrever para Dr. Hymers pelo correio, seu endereço é: P. O. Box 15308, Los Angeles, CA 90015. Você pode contatá-lo via telefone: (818) 352-0452.

(FIM DE SERMÃO)
Você pode ler sermões do Dr. Hymers cada semana na Internet
em www.sermonsfortheworld.com.
Clique no “Sermão em Português.”

Estes manuscritos de sermão não estão protegidos com direitos autorais. Você pode usá-
los sem permissão do Dr. Hymers. Porém, todas as mensagens de vídeo do Dr. Hymers
estão com direitos autorais e podem ser usados somente com permissão.

Solo cantado antes do Sermão por Benjamin Kincaid Griffith:
“I Am Coming, Lord” (por Lewis Hartsough, 1828-1919).