Print Sermon

O objetivo deste site é fornecer gratuitamente manuscritos e vídeos de sermões para pastores e missionários em todo o mundo, especialmente o Terceiro Mundo, onde existem poucos seminários teológicos ou escolas bíblicas.

Estes manuscritos e vídeos de sermões alcançam agora cerca de 1.500,000 computadores em mais de 221 países anualmente através do site: www.sermonsfortheworld.com. Centenas de outras pessoas assistem os vídeos noYouTube, mas rapidamente deixam o YouTube, pois cada vídeo os redireciona para nosso website. O YouTube redireciona as pessoas para nosso website. Os manuscritos dos sermões são traduzidos para 40 idiomas para cerca de 120.000 computadores mensalmente. Estes sermões manuscritos não estão protegidos por direitos autorais, para que, assim, pregadores possam usá-los sem nossa autorização. Clique aqui para saber como fazer uma doação mensal para ajudar-nos nesta grande obra de divulgar o Evangelho para todo o mundo, incluindo nações muçulmanas e hindus.

Ao escrever para Dr. Hymers, mencione sempre o país no qual você vive, caso contrário ele não poderá responder-lhe. O email do Dr. Hymers é rlhymersjr@sbcglobal.net.




AS ARMAS DE NOSSA BATALHA

THE WEAPONS OF OUR WARFARE
(Portuguese)

por Dr. R. L. Hymers, Jr.

A sermon preached at the Baptist Tabernacle of Los Angeles
Saturday Evening, January 7, 2017
Um sermão pregado no Tabernáculo Batista de Los Angeles
Sábado à noite, 7 de janeiro de 2017

“Porque as armas da nossa milícia não são carnais, mas, sim, poderosas em Deus para destruição das fortalezas” (II Coríntios 10:4).


Meus amigos, nós estamos em uma guerra. Não o tipo de guerra da qual o mundo fala. Não uma guerra com extremistas muçulmanos. Não uma guerra entre nações. Estamos em um tipo diferente de guerra. Uma guerra muito maior do que qualquer dessas mencionadas. Nós não podemos ganhar esta guerra com armas, granadas e bombas. Nossos avós travaram uma guerra contra Hitler com essas armas. Eles ganharam a Segunda Guerra Mundial, como disse Churchill, com "sangue, trabalho, suor e lágrimas". Eles venceram Hitler em meio a adversidades esmagadoras. O exército de Hitler era mais poderoso do que o das forças Aliadas da Inglaterra e da América. Se Hitler tivesse vencido, teria exterminado nosso modo de viver. Teria terminado a longa história do mundo ocidental. Agora estaríamos vivendo em um hediondo e violento estado de destruição e devastação – como se vivêssemos em um bombardeado lixão a céu aberto. Graças a Deus por Churchill, Roosevelt e nossos exércitos aliados de militares que perseguiram e destruiram a dominação tirânica, criada pela loucura e fúria do diabólico Adolf Hitler e sua máquina de guerra nazista.

Eu tenho apenas uma vaga memória daquela guerra. Ela ficou gravada em minha memória de criança pelos apagões, sirenes medo. No entanto, nosso texto nos fala de outro tipo de guerra. Não é uma guerra contra um inimigo de carne e sangue. É uma guerra muito mais insidiosa e perturbadora, uma batalha não contra carne e sangue, mas contra poderes muito maiores do que a maioria das pessoas imagina. É uma guerra contra Satanás e suas poderosas hostes demoníacas.

O apóstolo Paulo fala muito claramente disso quando diz: "Ainda que andemos na carne, não militamos contra a carne" - "Não pelejamos nesta batalha segundo a carne" (II Coríntios 10: 3). Somos simplesmente homens. Não podemos vencer este inimigo por meios humanos. Nenhum político, general ou comandante-em-chefe - nenhum Donald Trump, nenhum homem de carne-e-osso pode ganhar esta que é a mais maligna e poderosa de todas as guerras.

“Porque as armas da nossa milícia não são carnais, mas, sim, poderosas em Deus para destruição das fortalezas” (II Coríntios 10:4).

I. Em Primeiro lugar, devemos reconhecer que estamos em guerra.

O homem comum nem sequer percebe que esta guerra está acontecendo. Ele brinca como uma criança em seu celularzinho. Ele fuma sua maconha e nunca pensa no mal que ela produz. Ele faz seus joguinhos sexuais com mulheres e homens pervertidos. Para ele, como o Dr. Tozer tão bem ressaltou: "O mundo é um parque de diversões e não um campo de batalha".

Nossas igrejas também ficam jogando vários tipos de joginhos. Nossos cegos pregadores acabam com seus cultos de domingo à noite. Eles nunca pensam nos jovens, que não têm para onde ir senão para a escuridão do pecado nas noites de domingo. Não faz diferença para esses pregadores mortos. Eles coletam todo o dinheiro que podem nas manhãs de domingo - para que eles possam ter bastante tempo no domingo à noite para assistir televisão, ou se trancarem em seus quartos para, desavergonhadamente, ficar olhando pornografia, na qual são viciados. Até mesmo o antigo Instituto Bíblico Moody agora permite o uso de álcool e tabaco por professores e funcionários. A Biola University fez uma decisão semelhante no ano passado (Don Boys, Ph.D., 26 de dezembro de 2016). Minha esposa e eu ficamos chocados quando cerveja e vinho foram servidos e as pessoas dançaram na recepção de casamento do filho de um pastor em uma igreja de que eu fui o fundador anos atrás. Um grupo chamado "Beer, Bible and Brotherhood" (Cerveja, Bíblia e Companheirismo) se reúne para estudar o livro de Rick Warren em uma igreja em Oxford, Connecticut. Tais eventos estão acontecendo em igrejas em toda a América (traduzido de Boys, ibid.).

Música pauleira pesada é tocada em muitas de nossas igrejas por quase uma hora nos domingos de manhã - seguido por um período de uns quinze minutos de “ensino” versículo-por-versículo seco como poeira, pregação sem Evangelho ou menção de Cristo, sem pessoas perdidas trazidas pelo evangelismo, Nenhuma menção de como um pecador perdido pode ser salvo! Sim, uma grande batalha está acontecendo enquanto essas pessoas da igreja estão completamente cegas a ela, jogando seus joguinhos e pensando que são verdadeiros cristãos. Eles nunca vão a um culto de oração. Eles nunca trazem almas perdidas para ouvir o Evangelho pregado. "Saia de entre eles." Nunca se junte a uma igreja como essa. Se você já se juntou a uma, fuja dela, como Ló fugiu de Sodoma naquele dia de julgamento.

Eu já sou velho e grisalho. Um dia eu não estarei aqui. Mas eu peço a cada um de vocês que se reunem em nossa igreja que nunca cedam a tal loucura. Nunca cedam a essa estupidez mundana. Nunca cedam! Nunca! Nunca! Nunca. Nunca desistam dos velhos hinos dos reavivamentos do passado. Nunca desistam deste grande e antigo hino cantado pelo Sr. Griffith momento atrás! É o número 10 em sua folha de canções. “Confiança”. Levante e cante em alto e bom som!

Salvador bendito, terno e bom Senhor
   Só em ti confio, grande Salvador!
Sobre a cruz morreste para me salvar;
   Tudo padeceste para me livrar.
Ó Jesus bendito, terno e bom Senhor,
   Só em ti confio, grande Salvador

Sim, em ti confio, Salvador fiel,
   Nunca abandonaste, pois, teu Israel;
Tua excelsa graça nunca faltará,
   O que em ti confia não perecerá.
Ó Jesus bendito, terno e bom Senhor,
   Só em ti confio, grande Salvador!

Sempre em ti confio, grande é teu poder,
   Tu os inimigos podes bem vencer;
Salvo e bem seguro leva-me, Senhor,
   Sempre protegido pelo teu amor.
Ó Jesus bendito, terno e bom Senhor,
   Só em ti confio, grande Salvador!
(“Confiança” por Sabine Baring-Gould, 1834-1924).

Podem sentar-se.

“Porque as armas da nossa milícia não são carnais, mas poderosas em Deus para a destruição de fortalezas” (II Coríntios 10:4).

As armas da nossa milícia não são carnais, não armas humanas. São armas sobrenaturais. E elas devem ser armas sobrenaturais porque estamos lutando contra forças sobrenaturais. Estamos lutando contra Satanás e seus demônios. Estamos lutando "contra as ciladas do diabo" (Efésios 6:11). Nós, que somos cristãos, estamos lutando contra os planos do Diabo. Estamos lutando contra os dispositivos e idéias falsas e pensamentos torcidos. Pensamentos que o Diabo coloca na mente daqueles que não se convertem. A Bíblia diz: "Nossa luta não é contra carne e sangue, mas, sim, contra os ... principados e potestades deste mundo sombrio e contra as hostes espirituais da maldade ..." (Efésios 6:12 NVI). Nós devemos lutar contra o Diabo e seus demônios. Devemos lutar contra as hostes espirituais por cada alma perdida que trazemos para a igreja. Ele não os solta sem lutar.

Se você ainda não está salvo, há demônios trabalhando em sua mente agora mesmo! O Diabo está trabalhando agora, neste culto. O Diabo está colocando seus truques e esquemas em sua mente neste momento, enquanto eu falo. O Diabo é "o espírito que agora está trabalhando naqueles que são desobedientes" (Efésios 2:2 NVI). A Bíblia diz que o Diabo "está agora em ação" em sua mente e coração.

Ouça o que uma garota chamada Julie disse antes de ser salva. "Dr. Hymers me disse que eu estava perdida e para ir para a sala de aconselhamento. Neste ponto eu não suportava vir à igreja. "Isso era o Diabo falando em sua mente e coração. Alguns de vocês agora mesmo estão sendo enganados pelo Diabo. Eu digo que você está perdido, mas você não quer ouvir isso. Você não quer ouvir que está perdido, porque está ouvindo os pensamentos de Satanás, os pensamentos do Diabo. Julie disse: "Eu pensava que eu era boa, e isso era tudo que eu precisava na minha vida." Ela tinha estado na igreja toda a sua vida, será que isso não era suficiente? Por que o Dr. Hymers está me dizendo que estou perdida? Eu sou uma boa pessoa. "Eu me vangloriava de não ter feito as coisas que outros jovens haviam feito e eu me ... orgulhava de mim mesma e pensava que não havia nada de errado comigo." Esse era o Diabo trabalhando em seu coração.

É isso que você pensa também? Você acha que é bom o suficiente? A Bíblia diz que o Diabo "agora mesmo está trabalhando nos filhos da desobediência". O Diabo está agora mesmo trabalhando em você! Em sua mente e em seu coração!

Julie disse: "Eu sou tão boa quanto eu posso. O que mais eles querem? ... Eu ficava ansiosa antes de cada sermão. Eu me sentia desconfortável durante cada dia da semana. "O Diabo estava trabalhando nela, dizendo que ela era boa. Dizendo-lhe que não precisava ser salva. Que ela era uma boa pessoa. Que os outros eram mais pecadores do que ela. Eles precisavam ser salvos. Mas não ela! Ela já era uma pessoa boa o suficiente. Isso era do Diabo. Ela estava presa a Satanás. Ela era escrava do Diabo. Ela estava acorrentada ao Diabo, acorrentada a ele porque acreditava na sua mentira de que ela era boa o suficiente, que os outros precisavam ser purificados com o Sangue de Cristo. Mas não ela. Afinal, ela ia à igreja todos os domingos. Afinal, ela lia a Bíblia e orava. "O que mais eles querem?" E Julie não gostava que eu dissesse que ela estava perdida. Perdida sem o Sangue purificador de Jesus. Mas, pela irresistível graça de Deus, ela foi atraída para nossa igreja de novo e de novo. Retornado para ouvir o Evangelho pregado pela graça irresistível de Deus para com aqueles a quem Ele escolheu para serem salvos.

Que outra razão haveria para que ela continuasse voltando? Uma amiga que ela trouxe com ela à nossa igreja ficou tão chateada quando eu disse que ela precisava ir à sala de aconselhamento que ela jamais voltou. Aquela garota ouviu o Diabo e voltou para sua antiga igreja, uma igreja onde ninguém jamais diz que ela está perdida. Essa outra garota ouviu o Diabo e fugiu desta igreja porque não queria me ouvir pregar contra o seu pecado. O pai de Julie me contou qual era o pecado dessa menina. Era um pecado sujo ao qual ela não queria abandonar. Ela fugiu da verdade e nunca pode ser salva - porque ela obedeceu ao seu mestre, o Diabo.

Há pessoas aqui nesta sala como ela. Você está acorrentado pelo Diabo. Você ama o seu pecado. Você ama a sua pornografia. Você ama a sua sujeira. Você ama a maneira como você está por dentro. Sem sequer perceber, Você se tornou um escravo do Diabo! Mas o seu pior pecado é rejeitar Jesus. Ele quer salvá-lo e purificá-lo do pecado com Seu Sangue. Mas você empurra todos os pensamentos de Jesus para fora de sua mente e continua em seu pecado.

II. Em Segundo lugar, as Armas da Nossa Batalha.

Nosso texto diz: "As armas de nossa milícia não são carnais, mas, sim, poderosas em Deus para a destruição de fortalezas." As armas que usamos contra o Diabo são principalmente a oração e a lei de Deus, a lei que diz que você é um Pecador perdido. A lei diz que você é pecaminoso. Nossas orações chamam o Espírito Santo que venha trazer a você convicção de pecado. É por isso que devemos orar com todo nosso coração para que os perdidos sejam convictos de seu pecado. Há pessoas nesta igreja nesta noite que não serão salvas a menos que oremos. A menos que oremos por eles com grande ousadia e lágrimas. Somente quando orarmos com lágrimas veremos pecadores perdidos sob a convicção de pecado. As orações sem lágrimas raramente são respondidas. Devemos orar como Isaías orou:

"Oh, que fendesses os céus e descesses, que os montes escoassem diante de tua face" (Isaías 64:1).

Devemos orar, como nunca antes, para que o Espírito de Deus desça e convença as pessoas perdidas do seu pecado. Convencê-los do pecado da pornografia. Para condená-los do pecado de odiar seus pais. Convencê-los do pecado do orgulho de sua própria bondade. Convencê-los do pecado de rejeitar Jesus

E devemos pregar a lei de Deus para eles. A oração e a pregação da lei são as principais armas da nossa guerra contra o Diabo. E eu preguei a lei de Deus, domingo após domingo para Julie. Ela disse: "Foi quase como se Dr. Hymers começasse a pregar diretamente contra o meu pecado. Quando ele pregou sobre como jovens pecadores voltam-se contra seus pais, e eu fiquei aos prantos. Isso era um [pecado] Deus começou a lidar comigo. Eu era [realmente] horrível, especialmente para meus pais. E era um ato para encobrir meu ódio pelo meu pai. O Espírito Santo me mostrou que eu realmente não era uma boa pessoa. Eu não era uma boa pessoa de jeito nenhum. Eu não era realmente tão boa quanto as pessoas pensavam, nem como eu pensava ser. Eu era uma pessoa terrível, e eu era egoísta e muito orgulhosa, e eu me senti tão envergonhada de mim mesma, e de quem eu era lá dentro. Eu precisava desesperadamente de perdão, e ainda assim eu sentia que não merecia. Senti-me pecaminosa e errada. Como alguém poderia perdoar alguém assim tão pecadora enganadora como eu? As armas da oração e da pregação da lei estavam matando o poder do Diabo sobre ela. "As armas da nossa milícia não são carnais, mas, sim, poderosas em Deus para a destruição de fortalezas" (II Coríntios 10: 4). As fortalezas de Satanás são tão poderosas. São essas fortalezas que mantêm seu coração na prisão de Satanás. É preciso o poder de Deus para derrubar os muros da prisão de Satanás e libertá-lo.

Ele quebra o poder do pecado,
   Ele liberta o pecador.
Seu sangue torna o mais sujo, limpo
   Seu sangue por mim vertido.
(tradução livre de “O For a Thousand Tongues” por Charles Wesley, 1707-1788).

Qual será sua fortaleza? O que é que o mantém encarcerado na prisão do Diabo? Será pornografia? Será drogas? Será que é aquele pensamento que você é bom o suficiente, ou aquela idéia que você não necessita converter-se, afinal, você já vem à igreja, lê a Bíblia e ora? É assim que o Diabo o mantém trancado em sua fortaleza - em sua prisão?

Graças a Deus que nosso povo orou muito para que Julie fosse libertada! Graças a Deus que eu preguei a lei, e disse a ela em cada sermão que ela estava perdida.

“Porque as armas da nossa milícia não são carnais, mas poderosas em Deus para a destruição de fortalezas” (II Coríntios 10:4).

Julie veio me ver depois de um de meus sermões. Ela disse, "Dr. Hymers disse-me que Jesus morreu na cruz em meu lugar, para que o julgamento [de Deus] caísse sobre Ele e não sobre mim. Eu então soube porque eu precisava de Jesus e Seu Sangue ... Eu precisava de Jesus para que meus pecados pudessem ser completamente lavados [pelo Seu Sangue]. Dr. Hymers disse-me que Jesus me amou e que Jesus me salvaria não importando que pecado eu tivesse cometido em minha vida. Ele me disse que confiasse em Jesus. Eu simplesmente não aguentava mais. Meu rosto estava encharcado em lágrimas e eu estava pronta a confiar em Cristo ... Ali, ajoelhada, eu depositei minha confiança em Cristo. Eu confiei em Cristo, não em minha própria bondade. Eu coloquei minha confiança em Cristo e Seu Sangue ... Eu não mais confiava em como eu poderia ser boa e abandonei o meu orgulho. Eu confiei em Jesus e Ele me salvou!

Que testemunho maravilhoso! Agora Julie é salva, e é minha amiga! E eu realmente creio que agora ela é uma cristã. O Dr. Cagan também assim crê. E vou batizá-la muito em breve.

A palavras de Julie falaram a você nesta noite? Você sentiu o quão pecador você é? Sentiu sua própria necessidade de crer em Jesus e ser purificado de todo o pecado pelo Sangue que Ele derramou na Cruz? Jesus o ama muitíssimo. Será que você vai vir aqui à frente falar comigo, com John Cagan, e com o Dr. Cagan sobre crer em Jesus? Enquanto todos vão subir para uma refeição, será que você vai vir até aqui deixar-nos aconselhá-lo e orar com você? Caso precise ir ao banheiro, vá agora, mas depois volte aqui - ou simplesmente venha aqui agora enquanto cantamos. Que Deus abençoe o alimento e abençoe cada pessoa que colocar sua confiança em Jesus nesta noite! Amém

Levantem-se e cantem o hino número onze de sua folha de hinos. Cante “Sê Minha Vida” É o hino nº 11. Enquanto cantamos, venha à frente para que possamos aconselhá-lo e orar por você.

Sê minha vida, ó Deus de poder;
   Que eu nunca perca a visão do teu ser.
Se é noite ou dia, tu és minha luz;
   Tua presença meus passos conduz.
Sê minha fonte de todo saber,
   Pois a verdade eu desejo aprender.
Eu sou teu filho, ó Pai sem igual.
   Em mim habita, Senhor divinal.

Ó soberano do reino eternal,
   Hei de chegar à vitória final.
Sê o primeiro no meu coração,
   Sê minha vida, sê minha visão.
Sê minha vida, Senhor de poder,
   Que Teu amor o meu ser venha encher,
Sê minha luz, poderoso Senhor,
   Que eu sempre reflita o Teu resplendor.

Sê tu a fonte do meu desejar
   Que tua glória me venha inspirar,
Sê tu minha vida, Senhor divinal,
   Inunda meu ser com Tua luz celestial.
Que nada vil, ó Divino Senhor,
   Apague Tua luz em meu interior,
Que Tua face sempre eu possa ver
   E tua glória brilhe em meu ser.
(Tradução livre de “Fill All My Vision”
      por Avis Burgeson Christiansen, 1895-1985).

Amém.


AO ESCREVER PARA DR. HYMERS, VOCÊ PRECISA MENCIONAR O PAÍS DO QUAL VOCÊ ESTÁ ESCREVENDO, CASO CONTRÁRIO ELE NÃO PODERÁ RESPONDER SEU E-MAIL. Se estes sermões o abençoam envie um e-mail para o Dr. Hymers para dizer-lhe, mas sempre inclua o país do qual você está escrevendo. O e-mail do Dr. Hymers é: rlhymersjr@sbcglobal.net (clique aqui). Você pode escrever para Dr. Hymers em qualquer idioma, mas, se puder, escreva em Inglês. Se você quiser escrever para Dr. Hymers pelo correio, seu endereço é: P. O. Box 15308, Los Angeles, CA 90015. Você pode contatá-lo via telefone: (818) 352-0452.

(FIM DE SERMÃO)
Você pode ler sermões do Dr. Hymers cada semana na Internet
em www.sermonsfortheworld.com.
Clique no “Sermão em Português.”

Estes manuscritos de sermão não estão protegidos com direitos autorais. Você pode usá-
los sem permissão do Dr. Hymers. Porém, todas as mensagens de vídeo do Dr. Hymers
estão com direitos autorais e podem ser usados somente com permissão.

Trecho das Escrituras Lido antes do Sermão por John Samuel Cagan: II Coríntios 10:3-5.
Solo Cantado Antes do Sermão por. Benjamin Kincaid Griffith:
“Confiança” (por Sabine Baring-Gould, 1834-1924;
1ª, 2ª e 3ª Estrofes e Estrebilho).


O ESBOÇO DO

AS ARMAS DE NOSSA BATALHA

THE WEAPONS OF OUR WARFARE

por Dr. R. L. Hymers, Jr.

“Porque as armas da nossa milícia não são carnais, mas, sim, poderosas em Deus para destruição das fortalezas” (II Coríntios 10:4).

I.   Em Primeiro lugar, devemos reconhecer que estamos em guerra.
Efésios 6:11, 12; 2:2.

II.  Em Segundo lugar, as armas de nossa batalha. Isaías 64:1.