Print Sermon

Os manuscritos dos sermões e videos do site www.sermonsfortheworld.com alcançam agora cerca de 1.500.000 computadores em mais de 215 países por ano. Centenas de outros assistem os vídeos noYouTube, mas rapidamente deixam o YouTube, pois cada vídeo os redireciona para nosso website. O Youtube redireciona as pessoas para nosso website. Os manuscritos dos sermões são traduzidos em 36 idiomas para por volta de 120.000 pessoas por mês. Estes sermões manuscritos não estão protegidos por direitos autorais, assim pregadores podem usá-los sem nossa autorização. Por favor clique aqui para saber como fazer uma doação mensal para ajudar-nos nesta grande obra de espalhar o Evangelho para todo o mundo, incluindo as nações muçulmanas e hindus.

Ao escrever para Dr. Hymers, mencione sempre o país no qual você vive, caso contrário ele não poderá responder-lhe. O email do rlhymersjr@sbcglobal.net.




A ORAÇÃO POR REAVIVAMENTO

(SERMÃO NÚMERO 13 SOBRE REAVIVAMENTO)
A PRAYER FOR REVIVAL
(SERMON NUMBER 13 ON REVIVAL)
(Portuguese)

por Dr. R. L. Hymers, Jr.

Sermão pregado no Tabernáculo Batista de Los Angeles
Dia do Senhor de manhã, 2 de Novembro, 2014
A sermon preached at the Baptist Tabernacle of Los Angeles
Lord's Day Morning, November 2, 2014

“Oh! se fendesses os céus, e descesses, e os montes se escoassem de diante da tua face, Como o fogo abrasador de fundição, fogo que faz ferver as águas, para fazeres notório o teu nome aos teus adversários, e assim as nações tremessem da tua presença!” (Isaías 64:1, 2).


Dr. John H. Armstrong é o president de Ministério de Reformação e Reavivamento. Ele é o autor de “The Coming Evangelical Crisis” [A Vinda de Crise Evangélico]. Dr. Armstrong disse,

A caída da sociedade no Ocidente é além de séria questão... Nós estamos presentemente testemunhando a queda de civilização como nós havemos conhecidos. Nós...pensamos que a maneira das coisas que estão andando vai ser assim para sempre. Nós...havemos já esquecidos que em somente uma questão de poucos dias uma vez impermeável “Cortina de Ferro” havia caído (John H. Armstrong, Ph.D., True Revival, Harvest House Publishers, 2001, pp. 125, 126).

Ele quis dizer que nossa civilização pode terminar rapidamente como Comunismo caiu na Antiga União Soviética – em justamente poucos dias! Eu penso que vai acontecer. Dr. Armstrong escreveu isto treze anos atrás, em 2001.

Numa outra noite eu li um artículo disturbante na Revista World justamente antes de eu ir para cama. Enquanto eu caia de sono, eu pensei, “Nós estamos em este tempo agora. Nossa civilização está caíndo em pedaços agora. Isto pode acontecer rapidamente como a caída de União Soviética.”

O mundo perdido não sabe disso, mas Cristianismo é a “cola” que segura nossa civilização junto. Mas nossas igrejas estão tão fracas que eles não conseguem fazer isso mais. Nossa maneira de vida está terminando antes de nossos próprios olhos.

Aqui nós estamos, uma das muita poucas igrejas que ainda tem culto noturno em Domingo aqui no Los Angeles. E maioria deles não tem mais reunião de oração na quarta-feira também! Que Deus nos ajude! Nós estamos sozinho, e nós sentimos isso. Nós estamos sozinho, e nós somos fracos. Nosso inimigo é bem forte e vocal. Nós escutamos vozes agudos deles cada dia. Este é o começo do fim de Cristianismo em nosso tempo? Pensamentos malignos como isto passa nas mentes de todos os Cristãos pensadores agora. E nós queremos saber o que nós podemos fazer. Nós vemos as igrejas e seus testemunhos desmoronar. Nós vemos as frequezas e materialismo de evangélicos. Isto nos disturba mais que qualquer coisa.

Os antigo Cristãos de anos 1950 estão mortos. Presidente Reagan está morto. Francis Schaeffer está morto. John R. Rice está morto. Harold Lindsell, Bill Bright, W. A. Criswell, Jerry Falwell e Dr. Lloyd-Jones estão mortos. Billy Graham, com 96 anos, senta sozinho em uma cadeira de rodas afastado, nas montanhas de North Carolina. Nós estamos sozinho – e não existe homem forte para proteger-nos enquanto a escuridão cai na Civilização Ocidental.

O profeta Isaías sentiu-se dessa maneira. Ele estava guiado de buscar Deus. Ele disse,

“Mas tu és nosso Pai, ainda que Abraão não nos conhece, e Israel não nos reconhece; tu, ó Senhor, és nosso Pai; nosso Redentor desde a antiguidade é o teu nome” (Isaías 63:16).

Dr. Lloyd-Jones disse,

Você e eu devemos não entrar na presença de Deus somente por nome de tradição...somente por nome de aqueles quem têm ido antes de nós. Eu não importo quem eles são, seja que eles foram os pais Metodistas, ou os Puritanos, ou os Reformadores. Não, nós não clamamos seus nomes, Abraão, Jacó – de jeito nenhum! “Tua arte nosso Pai.” Os Reformadores não conseguem salvar nós, os pais Metodistas não conseguem salvar nós. Existe um grande perigo [hoje] que nós voltamos atrás sob os pais. Não, é Deus. “Tua arte nosso Pai,” e ninguém mais...Deus, “teu nome é de sempre,” e para sempre. Deus não o Deus da morte, mas de vida, e Ele é o Deus vivo (Martyn Lloyd-Jones, M.D., Revival, Crossway Books, 1987, pp. 301, 302).

Estou muito contento de ver bastante Batistas voltar ao Reformadores. Mas, enquanto eu amo os Reformadores, eu sei, como Isaías, que os Reformadores e os Puritanos não conseguem salvor nós! Eles até não conseguem ajudar eles mesmo! Nossa civilização está tão longe, tão pecaminoso, tão reprovado, de ser salvo através da teologia de estes homens. Nós devemos voltar ao Deus! Nós não podemos voltar para os Reformadores, mesmo que foram respeitosos e notáveis. Nós devemos voltar ao Deus! Deus unicamente pode nos ajudar!

Mas nós não podemos ir ao Deus e perguntar Ele unicamente para salvar nossa nação. Oh, não! Na essencia, o povo de nossa nação não são povo de Deus. Eles não querem fazer nada com o Deus vivo! Isaías disse,

Somos feitos como aqueles sobre quem tu nunca dominaste, e como os que nunca se chamaram pelo teu nome” (Isaías 63:19).

Glória ao nome de Deus! Nós não queremos, nem iremos buscar, o “Moral da Maioridade,” “América Primeiro,” o Partido Republicano, ou qualquer outro braço mundano para inclinar-se! Nós não devemos até gastar nossas orações em tanto trivial e capricho passageiro! Nós devemos agora vir à encostar-se nos braços de Deus somente! “Tu, ó Senhor, és nosso Pai; nosso Redentor desde a antiguidade é o teu nome” (Isaías 63:16).

Antes das colinas em ordem situou,
   Ou terra recebeu a forma dela,
Desde a antiguidade Tua arte Deus,
   Até os anos infinitos o mesmo.

Gerações de mil, em Tua vista,
   São como uma noite passada;
Curto como o relógio que fecha a noite,
   Antes de sol nascer.
(“O God, Our Help in Ages Past” por Isaac Watts, D.D., 1674-1748).

Agora, nós chegamos ao nosso texto. É para Deus que o profeta torna sua cara. É para o Deus que ele ansiosamente implora enquanto ele ora,

“Oh! se fendesses os céus, e descesses...” (Isaías 64:1).

Pessoas de Deus estavam em um estado muito mal quando esta oração foi entregado. Eles foram trazidos para o lugar mais baixo de medo e tristeza. O profeta não orou para eles de ter prosperidade financial. Ele não orou para eles de ter paz na consciência. Ele até não orou para eles de ter sucesso! Ele não foi como Joel Osteen! Ele soube que isto não era a coisa essencial que eles precisavam. Isaías soube que necessidade principal e vital deles foi a presença de Deus no meio deles. E então ele orou um dos mais notáveis orações registrados na Escritura,

“Oh! se fendesses os céus, e descesses...” (Isaías 64:1).

Eu raramente discordo com Dr. J. Vernon McGee. Mas eu não concordo com a interpretação dele sobre este versículo. Ele disse, “Isaías está predizendo a oração de Israel durante o período de Grande Tribulação” (Thru the Bible, volume III, p. 342; nota sobre Isaías 64:1). Não, isto não é predição de Israel orando por a segunda vinda de Cristo na Tribulação. Eles irão provavelmente orar por isto, mas isto não é a aplicação principal do texto. O profeta estava orando por Deus de descer agora! Spurgeon e Dr. Lloyd-Jones ambos disseram que isto é uma oração pelo Espírito Santo para descer.

“Oh! se fendesses os céus, e descesses...” (Isaías 64:1).

Dr. Lloyd-Jones disse, “eu não hesito de [dizer] que isto é a última oração em conecção com reavivamento...o especial, peculiar, oração urgente por uma visitação de Espírito de Deus em reavivamento. Não existe termo que expressa melhor a última petição que a frase no hino de Cowper,

O arranca os céus, descesses rápido,
E que faça milhões de corações Tua pertência.

…isto é o que acontece em reavivamento” (Martyn Lloyd-Jones, M.D., Revival, ibid., p. 305).

O que isto significa, “Deus desceu abaixo”? Eu vou dizer você exatamente o que isto significa. Eu tive que voltar para Los Angeles depois de começar uma igreja em Mill Valley, norte de San Francisco. Eles me chamaram e perguntaram de pregar em uma reunião chamada, “A Festa do Filho.” Eu voei para San Francisco e fui dirigido por poucas horas, longe para o lado norte. A reunião foi feito em um campo. Enquanto nós aproximávamos, eu senti a presença de Deus. Quando eu saí do carro, eu estava surpreso de ver muitos jovens. Depois de poucas canções, eu fui introduzido. Eu estava diante de grande multidão e anunciei meu texto através de microfone. Em este tempo já estava noite. Não crepúsculo, mas bem escuro. O microfone e as luzes receberam eletricidade desde um generador de motor. Logo depois que eu li o texto, todas as eletricidades caíram. O microfone não estava funcionando. Todas as luzes se apagaram. Estava tão escuro que eu não podia ver minha própria mão. Eu pensei, “O que eu posso fazer?” Aqui estavam centenas e centenas de jovens sentados no chão. Maioria deles nunca haviam estados dentro de um edifício de igreja. O que eu podia dizer? O que eu podia fazer numa escuridão completa? Então Deus desceu abaixo!

“Oh! se fendesses os céus, e descesses...”

Eu somente posso dizer que Deus desceu abaixo com tanto poder que você podia sentir a presença Dele. Eu comecei a pregar no topo dos meus pulmões. Lá não teve luz. Lá não teve microfone. Nenhuma coisa foi preciso! Deus estava lá fazendo Sua obra na escuridão da noite. Enquanto eu pregava eu nem precisei de pensar. As palavras saíram da minha boca como um torrente! Os jovens estavam absolutamente em silêncio. Nada foi escutado senão o som da minha voz. Eu terminei o sermão e, por um segundo ou dois, eu desejei saber do que fazer seguinte. De repente, eu escutei um som. O generador voltou a funcionar. Toda luz no campo voltou de repente – e o microfone também. Eu dei uma invitação simples. Eu estava chocado de ver literalmente centenas de Hippies perdidos andar em minha direção, muitos deles em lágrimas. Lá não teve música. Lá não teve som, exceto o som dos pé deles enquanto eles vieram para frente e se ajoelhavam no chão. Nós estávamos lá por um tempo longo depois, tratando com eles. Meu amigo, Rev. Mark Buckley, lembra daquela noite inesquecível – a noite quando as luzes caíram e que Deus desceu abaixo – e multidão de Hippies e viciados de droga encontraram paz com Deus através de Sangue de Cristo! Desde o reavivamento como esta brotou mais de quarenta igrejas – por toda América, Europa, Ásia e África! Deus fez isto antes e Deus pode fazer de novo! Podia ter sido que Spurgeon disse isto, “Somente Deus pode fazer a obra de Deus.”

“Oh! se fendesses os céus, e descesses...”

No First Chinese Baptist Church, em 1969, você podia literalmente sentir a presença de Deus antes de você até entrar dentro de edifício da igreja. Lá não tinha nada selvagem sobre isso. Mas Deus estava lá. Eu posso somente parcialmente descrever isto como eletricidade no ar! A Bíblia chama isto de “glória” de Deus. Isto é traduzido desde uma palavra em Hebreu que significa “peso.” Você podia sentir a glória – o peso de Deus, no ar!

Eu sei exatamente o que Rhys Bevan Jones quis dizer quando ele descreveu um reavivamento em Wales,

O lugar inteiro no momento estava tão terrível com a glória de Deus – um usa a palavra “terrível” deliberadamente; a presença santa de Deus estava tão manifestado que o locutor ele mesmo estava tão estupefato; o púlpito aonde ele situou estava tão cheio com a luz de Deus que ele teve que sair! Lá; vamos deixar assim. Palavras não podem senão ridicularizar uma experiência semelhante (Brian H. Edwards, Revival! A People Saturated with God, Evangelical Press, 1991 edition, p. 134).

Em Janeiro de 1907, quando Deus desceu abaixo entre Seu povo na Coréia de Norte, um missionário disse, “Cada um sentiu como ele entrasse na igreja, que o quarto estava cheio da presença de Deus... Aquela noite em Pyongyang [lá estava] um sentido de Deus quase impossível de descrever” (Edwards, ibid., pp. 135, 136). Brian Edwads disse, “Frequentemente isto foi a presença terrível de Deus que trouxe a convicção profunda sobre a congregação. Quando a presença de Deus é um fato inevitável, então nós estamos em reavivamento” (Edwards, ibid.). Dr. Armstrong disse, “Ambos crentes e incredulous tornam conscientemente cientes que Deus está presente em uma maneira poderosa” quando reavivamento vem (Armstrong, ibid., p. 53).

“Oh! se fendesses os céus, e descesses...”

Eu espero que alguns de nosso pessoal vão se unir e que orem estas palavras de Isaías 64:1. Eu espero que alguns de vocês irá abrir suas Bíblias ao este versículo, quando você está sozinho, e faz estas palavras de profeta seus mesmo enquanto você ora. Ore por Deus para descer abaixo em nossa igreja com o poder de reavivamento! Que Deus te abençoe!

Quem vai a orar? Maioria de vocês quem não estão ainda convertidos. Nós estaremos orando que Deus irá convencer você profundamente de seus pecado. Você nunca irá sentir sua necessidade desesperada por Jesus até que você é primeiro convencido de profundo, pecado escuro do seu próprio coração e mente. Então, assim, nós estaremos orando por você à confiar Jesus para que Seu Sangue precioso possa limpar você de todo pecado. Estes são as coisas que nós estaremos orando para Deus fazer em sua vida. Dr. Chan, por favor lidere nós em oração. Amém.

(FIM DE SERMÃO)
Você pode ler sermões do Dr. Hymers cada semana no Internete
em www.realconversion.com ou www.rlhsermons.com.
Clique no “Sermão em Português.”

Você pode mandar correio eletrônico para Dr. Hymers em Inglês rlhymersjr@sbcglobal.net
– ou você pode escrever para ele a P.O. Box 15308, Los Angeles, CA 90015.
Ou liga ele para (818)352-0452.

Estes manuscritos de sermão não estão protegidos pelos direitos autorais. Você pode usar
eles sem permissão de Dr. Hymers. Porém, todos os messagens de video de Dr. Hymers
estão protegidos e pode somente ser usados por permissão.

Escritura Lido Antes de Sermão por Mr. Abel Prudhomme: Isaías 64:1-4.
Solo Cantado Antes de Sermão por Mr. Benjamin Kincaid Griffith:
          “Jesus, Where’er Thy People Meet” (por William Cowper, 1731-1800; ao tom de “The Doxology”).