Print Sermon

O objetivo deste site é fornecer gratuitamente manuscritos e vídeos de sermões para pastores e missionários em todo o mundo, especialmente o Terceiro Mundo, onde existem poucos seminários teológicos ou escolas bíblicas.

Estes manuscritos e vídeos de sermões alcançam agora cerca de 1.500,000 computadores em mais de 221 países anualmente através do site: www.sermonsfortheworld.com. Centenas de outras pessoas assistem os vídeos noYouTube, mas rapidamente deixam o YouTube, pois cada vídeo os redireciona para nosso website. O YouTube redireciona as pessoas para nosso website. Os manuscritos dos sermões são traduzidos para 39 idiomas para cerca de 120.000 computadores mensalmente. Estes sermões manuscritos não estão protegidos por direitos autorais, para que, assim, pregadores possam usá-los sem nossa autorização. Clique aqui para saber como fazer uma doação mensal para ajudar-nos nesta grande obra de divulgar o Evangelho para todo o mundo, incluindo nações muçulmanas e hindus.

Ao escrever para Dr. Hymers, mencione sempre o país no qual você vive, caso contrário ele não poderá responder-lhe. O email do Dr. Hymers é rlhymersjr@sbcglobal.net.




TRÊS PALAVRAS QUE NOS DÃO O SEGREDO
DA IGREJA PRIMITIVA!

THREE WORDS GIVE THE SECRET
OF THE EARLY CHURCH!
(Portuguese)

por Dr. R. L. Hymers, Jr.

Um sermão pregado no Tabernáculo Batista de Los Angeles
Noite do Dia do Senhor, 19 de novembro de 2017
A sermon preached at the Baptist Tabernacle of Los Angeles
Lord’s Day Evening, November 19, 2017

“Diariamente perseveravam unânimes no templo, partiam pão de casa em casa e tomavam as suas refeições com alegria e singeleza de coração, louvando a Deus e contando com a simpatia de todo o povo. Enquanto isso, acrescentava-lhes o Senhor, dia a dia, os que iam sendo salvos” (Atos 2:46, 47).


Nossas igrejas estão se rompendo e morrendo. Elas estão perdendo mais de 88% de seus jovens entre 16 e 30 anos. George Barna, o famoso pesquisador, nos tem dito isso há anos. "O Conselho Batista do Sul sobre Vida Familiar" disse: "88% das crianças criadas em lares evangélicos deixam a igreja na idade de [aproximadamente] 18 anos, para nunca mais retornar" (traduzido de Baptist Press, 12 de junho de 2002). Além disso, é sabido que nossas igrejas não ganham quase nenhum jovem do mundo. O Dr. James Dobson disse: "80% do crescimento da igreja resulta de transferências de membresia" ( traduzido de "Focus on the Family Newsletter", agosto de 1998). Jen Hatmaker, um autor evangélico, disse: "Nós não somente não conseguimos atrair novas pessoas [para a igreja], como também não conseguimos manter as que temos. Aproximadamente metade de todas as igrejas americanas não teve crescimento por conversão de uma nova pessoa sequer no ano passado ... 94% das igrejas não estavam crescendo ou estavam perdendo [as pessoas] nas comunidades em que servem ... A tendência é claramente descendente e, nesse ritmo , [a "sobrevivência" do cristianismo está em perigo] "(tradução de (Interrupted: When Jesus Wrecks Your Comfortable Christianity, NavPress, 2014, pp. 79, 80).

Agora, volte o olhar para os Batistas do Sul [dos Estados Unidos]. Um relatório de Carol Pipes no jornal "California Southern Baptist" disse: "As igrejas perderam mais de 200 mil membros [no ano passado], o maior declínio em um ano desde 1881 (Perfil Anual da Igreja) ... Os batismos registrados caíram em oito dos últimos 10 anos, com o ano passado sendo o mais baixo desde 1947. Thom Ranier [um funcionário da SBC] disse: "Isso entristece profundamente meu coração de que o tema da nossa denominação seja ... um tema de declínio". Dr. Frank Page, [outro líder do Batista do Sul ] disse: "A verdade é que temos menos pessoas em nossas igrejas que estão dando menos dinheiro porque não estamos ganhando pessoas para Cristo e não as estamos treinamos nas disciplinas espirituais de nosso Senhor". E, continuou ele: "Deus nos perdoe ... Que Deus nos ajude a sermos tão sérios a respeito do ... discipulado quanto as igrejas do primeiro século" (ibid., p. 4).

Esses cálculos nos dão uma imagem sombria e deprimente das igrejas na América. Elas estão perdendo seus próprios membros e ganhando quase ninguém do mundo perdido. Até as mega-igrejas estão adicionando poucos convertidos do mundo perdido.

Essa é a triste imagem de nossas igrejas na América e no mundo ocidental. Agora compare nossas igrejas com a igreja primitiva no Livro dos Atos. Vou ler o nosso texto novamente:

“Diariamente perseveravam unânimes no templo, partiam pão de casa em casa e tomavam as suas refeições com alegria e singeleza de coração, louvando a Deus e contando com a simpatia de todo o povo. Enquanto isso, acrescentava-lhes o Senhor, dia a dia, os que iam sendo salvos” (Atos 2:46, 47).

Que contraste! Eles eram cheios de alegria! Eles se reuniam todos os dias! Eles louvavam a Deus continuamente! "E o Senhor acrescentava à igreja diariamente os que iam sendo salvos." (Atos 2:47).

O Dr. Martyn Lloyd-Jones disse: "O lugar a ir é o livro dos Atos dos Apóstolos. Aqui está o tônico [o medicamento de fortalecimento], aqui é o lugar do refúgio, onde sentimos a vida de Deus pulsando na igreja primitiva "(tradução de Authentic Christianity, volume 1 (Atos 1-3), The Banner of Truth Trust, p 225). Nos emociona o coração quando lemos sobre a alegria, zelo e poder da igreja do primeiro século! Eu fui inspirado através da leitura do livro do Dr. Michael Green, Evangelismo na Igreja Primitiva [Evangelism in the Early Church] (Eerdmans, edição de 2003). Ao ler este livro, juntamente com o Livro dos Atos, eu encontro que existem várias palavras gregas no Novo Testamento que nos mostram uma imagem da vida das igrejas no primeiro século.

I. Primeiramente, há a palavra Grega “kurios.”

Esta palavra significa "Senhor" em inglês. Significa "Senhor", "mestre", "dono", "governante". É a palavra que o apóstolo Pedro usou quando falou de Jesus em Atos 10:36,

“Anunciando-lhes o evangelho da paz por meio de Jesus Cristo: (ele é o Senhor de todos)” (Atos 10:36).

Ouça o que Dr. Green nos tem a dizer sobre como os primeiros cristãos testemunhavam e pregavam sobre Jesus,

Nós os encontramos divulgando as boas novas de que Jesus é o Messias, ou que através Dele as antigas promessas foram cumpridas. Nós os encontramos proclamando as boas novas da paz através de Jesus, do Senhorio de Jesus, da cruz de Jesus, da ressurreição de Jesus, ou simplesmente do próprio Jesus ... Os primeiros pregadores das boas novas tinham um assunto e um somente, Jesus! ... Orígenes (185-254) disse: "Uma coisa boa é a vida: mas Jesus é a vida. Outra coisa boa é a luz do mundo: mas Jesus é a luz. O mesmo pode ser dito da verdade, da porta, da ressurreição. Todas essas coisas que o Salvador ensina que Ele é. "Orígenes" reitera a natureza cristocêntrica do [Evangelho] tanto para os Apóstolos originais quanto para os outros [que aprenderam deles] "... Orígenes apresentou todo o propósito da pregação evangelística:" Para perpetuar o conhecimento da vida de Cristo na Terra e para se preparar para a segunda vinda "(Green, ibid., pp. 80, 81).

Os primeiros cristãos não ouviam sermões de auto-ajuda. Eles não ouviam "exposições" versículo-por-versículo da Bíblia. O que eles ouviam constantemente era o Evangelho - a morte, o sepultamento e a ressurreição do "kurios", do Senhor Jesus Cristo! "Ele é o Senhor de todos" (Atos 10:36).

Alguém de outra igreja me criticou por terminar todos os sermões com a morte e ressurreição de Cristo. Pensei nisso por muito tempo. Então me lembrei do que Spurgeon disse: "Eu pego um texto, explico-o, e depois faço uma linha uma reta [ligação direta] em direção à cruz". Spurgeon, assim como os primeiros cristãos, era totalmente cristocêntrico - centrado no próprio Jesus Cristo, no Senhor Jesus Cristo! A igreja primitiva poderia muito bem ter cantado aquele coro:

Ele é O Senhor, Ele é O Senhor
   Ressurreto dentre os mortos
Ele é O Senhor
   Todo joelho se dobrará, toda língua confessará,
Que Jesus Cristo é O Senhor.
   ("Ele é O Senhor" por Marvin V. Frey, 1918-1992).

Cantem comigo!

Ele é O Senhor, Ele é O Senhor
   Ressurreto dentre os mortos
Ele é O Senhor
   Todo joelho se dobrará, toda língua confessará,
Que Jesus Cristo é O Senhor.

A primeira palavra, "kurios", mostra a centralidade de Cristo como o principal ponto de sua mensagem e o Senhor de suas vidas! Não é de se admirar que o apóstolo Paulo tenha dito:

“Nós pregamos a Cristo Crucificado” (I Coríntios 1:23).

“Porque decidi nada saber entre vós, senão Jesus Cristo e este crucificado” (I Coríntios 2:2).

Devemos continuamente pregar Cristo crucificado e ressurreto dentre os mortos. Essa deve ser nossa mensagem principal, sempre e sempre! Eu sei que a maioria das igrejas não está fazendo muito isso. E essa é a principal razão pela qual eles estão morrendo hoje!

Extremistas muçulmanos convidam pessoas para que juntem-se a eles e morram. Milhares de jovens na América e no Ocidente estão fazendo exatamente isso. O ISIS os tem atraído a vir e amarrar bombas em si mesmos, e matar pessoas. Isto não é o que o Senhor Jesus Cristo faz. Ele o convida a chegar-se a Ele para receber o dom da vida eterna. Cristo disse: "Eu lhes dou a vida eterna; e nunca perecerão "(João 10:28). E o Senhor Jesus Cristo convida você a tornar-se seu discípulo. O Senhor Jesus Cristo disse: "Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me" (Mateus 16:24). Cristo está covindando-lhe a vir para nossa igreja e se tornar um ganhador de almas. Ele o convida a nos ajudar a trazer outros e salvá-los!

Eu lhes estou convidando, jovens, a se tornarem cristãos radicais! Sim, eu quero que você seja um radical! Seja um discípulo! Seja um radical para Jesus Cristo - e para a igreja do Deus Todo-Poderoso! Venha no domingo de manhã. Saia para ganhar almas conosco no domingo à tarde. Volte no domingo à noite. Torne-se um discípulo radical de Cristo! Faça isso! Faça isso! Não é hora de algum pregador batista dizer isso aos nossos jovens? Pegue sua cruz e siga a Cristo! Seja um discípulo! Seja um soldado no exército de Cristo! É o número 8 na sua folha de cânticos. Cante!

Salvador bendito, terno e bom Senhor
   Só em ti confio, grande Salvador!
Sobre a cruz morreste para me salvar;
   Tudo padeceste para me livrar.
Ó Jesus bendito, terno e bom Senhor,    Só em ti confio, grande Salvador!
(“Confiança” por Sabine Baring-Gould, 1834-1924).

E isso nos leva à segunda palavra grega no Novo Testamento

II. Em segundo lugar há a palavra “agapē.”

W. E. Vine disse que agapē é "a palavra característica do cristianismo". Significa amor que se entrega, que se doa. Jesus usou essa palavra quando falou com os primeiros discípulos. Jesus disse:

“Novo mandamento vos dou, que vos ameis uns aos outros; assim como eu vos amei, que também vos ameis uns aos outros. Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns aos outros” (João 13:34, 35).

O Dr. Timothy Lin foi meu pastor por muitos anos na igreja chinesa. O Dr. Lin disse:

Os Apóstolos receberam este mandamento de amor diretamente de nosso Senhor, e eles depois o praticaram ... continuamente. Como resultado, "Veja como os cristãos são amorosos uns para com os outros!" Isso tornou-se uma observação de admiração dos [não-cristãos]. Hoje, "amar uns aos outros" é apenas um slogan que as igrejas recitam mecanicamente ... [assim] é impossível que Deus esteja com [eles]. Que Deus tenha piedade de nós! (traduzido de Timothy Lin, S.T.M., Ph.D., The Secret of Church Growth, FCBC, 1992, página 33).

Dr. Michael Green, em seu livro sobre os cristãos do primeiro e segundo séculos, falou disso. O Dr. Green disse que o cristianismo apelou para os romanos pagãos por causa do "poder que esses cristãos tinham de amar uns aos outros" (traduzido de Michael Green, Evangelism in the Early Church, Eerdmans, 2003, p. 158).

III. Em terceiro lugar, há a palavra Grega “koinonia.”

Significa comunhão, companheirismo, boa companhia, amizade. Comunhão é a extensão do amor ágape na igreja.

Alguns pregadores me disseram que não devemos permitir que os não cristãos tenham comunhão conosco. Em certo sentido, eles estão certos. A Bíblia diz: "Não tenha comunhão com as obras infrutíferas das trevas, mas sim repreenda-as" (Efésios 5:11). Esse verso tem confundido muitas pessoas em outras igrejas. Eles acham que devem manter os "jovens da igreja" longe de novas pessoas. O Dr. J. Vernon McGee tem uma boa nota sobre isso. É basicamente o mesmo que o Dr. Thomas Hale disse: "Paulo diz que não devemos ter nada a ver com as" obras da escuridão "; ele não diz que não temos nada a ver com [pessoas perdidas] ... afinal, o próprio Jesus comeu com pecadores "(traduzido de Thomas Hale, MD, The Applied New Testament Commentary, Kingsway Publications, edição de 1997, p. 780; nota em Efésios 5:11).

Eu gosto do que o Dr. Green diz sobre a igreja primitiva do primeiro século. Ele disse: "Não havia nenhuma doutrina escondida dos inquiridores; não havia retenção de comunhão "(ibid., p.221). "Os pagãos não convertidos eram trazidos diretamente para a igreja e para a comunidade, embora não fossem batizados por cerca de três anos" (ibid.).

Nossas igrejas batistas hoje fazem o contrário. Eles batizam novos jovens de imediato, mas não querem que seus filhos tenham comunhão com os mesmos. As primeiras igrejas fizeram da maneira correta.

Jack Hyles tinha até mesmo dois prédios. Um prédio era para as novas crianças e jovens que eram trazidas para a igreja. Eles até tinham um culto adoração separado! Mas a igreja "real" reunia-se no edifício original. Os "jovens da igreja" eram mantidos afastados dos novos jovens. Eles temiam que os novos jovens fossem perverter os "preciosos" jovens de sua igreja!

Quando fui pela primeira vez à igreja quando adolescente, descobri que os jovens da igreja faziam todo o possível para perverter-me! Eu os ouvia falar sobre coisas muito piores do que os jovens perdidos do mundo faziam. Então este método de manter os jovens não crentes separados não está na Bíblia, e não é o que as primeiras igrejas fizeram quando estavam alcançando literalmente milhões para Cristo!

Eu digo que precisamos nos livrar de algumas de nossas idéias de "Escola Dominical". Traga os jovens não salvos à igreja. Ofereça uma boa refeição. Dê-lhes uma festa de aniversário. Mostre-lhes um bom divertimento - "afinal, o próprio Jesus comeu com pecadores" (Thomas Hale, ibid.). Cantemos o coro:

Vai buscar, Vai buscar,
   Meus cordeirinhos vai buscar;
Vai buscar, Vai buscar,
   Para que os possa abençoar.
(“Vai Buscar” por Alexcenah Thomas, Século 19).

Os mau-humorados líderes religiosos acharam culpa em Jesus. Mateus era um cobrador de impostos. Jesus o chamou, e Mateus seguiu a Jesus. Mateus, então, ofereceu um grande banquete em sua casa. Jesus e seus doze discípulos estavam lá. Muitos publicanos e pecadores vieram para comer com Jesus. Os líderes religiosos pensaram que Jesus estava errado. Eles disseram: "Por que ele come com pecadores?" Jesus respondeu: "Eu não vim chamar os justos, mas os pecadores ao arrependimento" (Mateus 9:13).

Esses pregadores que têm medo de ter muitos pecadores devem pensar nisso! Eu digo: "Tragam os pecadores! Tragam tantos quantos vocês possam encontrar! Quanto mais melhor! "Tragam-nos diretamente para a comunhão fraterna, como fez Jesus, como fez a igreja primitiva! "Vai Buscar ". Cante o coro!

Vai buscar, Vai buscar,
   Meus cordeirinhos vai buscar;
Vai buscar, Vai buscar,
   Para que os possa abençoar.

Ouça a viva e poderosa igreja do primeiro século,

“E perseveravam na doutrina dos apóstolos e na comunhão [koinonia!] E o Senhor acrescentava-lhes dia-a-dia, os que iam sendo salvos” (Atos 2:42, 47).

Jack Hyles, juntamente com seu filho adúltero, e seu genro fornicário, eles são os que deveriam ter estado no "outro" edifício! Mantenha-os afastados, eles podem prejudicar os novos convertidos! Mantenha esses "cachorros" ministeriais longe dos jovens perdidos! E traga os jovens perdidos diretamente para a igreja. Isso é certo, traga os perdidos - e exclua os fornicários fariseus Batistas e os pirralhos mimados de suas Escolas Dominicas! Traga os perdidos e vamos comer juntos e oferecer-lhes uma festa de aniversário - e assistir desenhos animados do Popeye! Amém! E ouçam este velho pregador, e tenham momentos de divertição.

Essas três palavras gregas nos mostram uma igreja viva e poderosa! "Kurios" - Senhor - Cristo é o nosso Kurios! Ele é nosso Senhor. Volte e aprenda de Cristo, e siga a Cristo, e ame a Cristo com todo seu coração! "Agapē" - "Amor cristão! Volte e nós vamos te amar. E estamos ansiosos para que você nos ame. Os velhos hippies falaram sobre um "amor". Eles chamaram Woodstock de "amor". O verdadeiro "amor" está aqui na igreja! Volte para o nosso amor! Isso fará Woodstock parecer um piquenique de Escola Dominical! E então há a palavra "koinonia". Significa comunhão, amizade, companheirismo, boa companhia! Koinonia é comunhão. Comunhão é a extensão do amor "agape" na igreja local!

Aqui estamos nós! E estamos esperando por você! Venha no próximo domingo de manhã! Venha no próximo domingo à noite! Volte sábado à noite! Venha nos ajudar a trazer os outros! Venha e ajude-nos a tornar esta a igreja onde os jovens podem vir e fazer bons amigos; onde os jovens podem se divertir; onde os jovens podem se tornar discípulos de Cristo - e soldados da cruz! Amém! Cante o hino número oito - "Salvador Bendito!" Cante-o!

Salvador bendito, terno e bom Senhor,
   Só em ti confio, grande Salvador.
Sobre a cruz morreste para me salvar;
   Tudo padeceste para me livrar.
Ó Jesus bendito, terno e bom Senhor,
   Só em ti confio, grande Salvador.

Dr. Chan, por favor, dirija-nos em oração.


AO ESCREVER PARA DR. HYMERS, VOCÊ PRECISA MENCIONAR O PAÍS DO QUAL VOCÊ ESTÁ ESCREVENDO, CASO CONTRÁRIO ELE NÃO PODERÁ RESPONDER SEU E-MAIL. Se estes sermões o abençoam envie um e-mail para o Dr. Hymers para dizer-lhe, mas sempre inclua o país do qual você está escrevendo. O e-mail do Dr. Hymers é: rlhymersjr@sbcglobal.net (clique aqui). Você pode escrever para Dr. Hymers em qualquer idioma, mas, se puder, escreva em Inglês. Se você quiser escrever para Dr. Hymers pelo correio, seu endereço é: P. O. Box 15308, Los Angeles, CA 90015. Você pode contatá-lo via telefone: (818) 352-0452.

(FIM DE SERMÃO)
Você pode ler sermões do Dr. Hymers cada semana na Internet
em www.sermonsfortheworld.com.
Clique no “Sermão em Português.”

Estes manuscritos de sermão não estão protegidos com direitos autorais. Você pode usá-
los sem permissão do Dr. Hymers. Porém, todas as mensagens de vídeo do Dr. Hymers
estão com direitos autorais e podem ser usados somente com permissão.

Solo Cantado Antes do Sermão por Benjamin Kincaid Griffith:
“Da Igreja o Fundamento” (por Samuel J. Stone, 1839-1900).


O ESBOÇO DO

TRÊS PALAVRAS QUE NOS DÃO O SEGREDO
DA IGREJA PRIMITIVA!

THREE WORDS GIVE THE SECRET
OF THE EARLY CHURCH!

por Dr. R. L. Hymers, Jr.

“Diariamente perseveravam unânimes no templo, partiam pão de casa em casa e tomavam as suas refeições com alegria e singeleza de coração, louvando a Deus e contando com a simpatia de todo o povo. Enquanto isso, acrescentava-lhes o Senhor, dia a dia, os que iam sendo salvo” (Atos 2:46, 47).

I.   Primeiramente, há a palavra Grega “kurios.” Atos 10:36;
I Coríntios 1:23; 2:2; João 10:28; Mateus 16:24.

II.  Em segundo lugar há a palavra “agapē.” João 13:34, 35.

III. Em terceiro lugar, há a palavra Grega “koinonia.” Efésios 5:11;
Mateus 9:13; Atos 2:42, 47.