Print Sermon

Os manuscritos dos sermões e videos do site www.sermonsfortheworld.com alcançam agora cerca de 1.500.000 computadores em mais de 215 países por ano. Centenas de outros assistem os vídeos noYouTube, mas rapidamente deixam o YouTube, pois cada vídeo os redireciona para nosso website. O Youtube redireciona as pessoas para nosso website. Os manuscritos dos sermões são traduzidos em 36 idiomas para por volta de 120.000 pessoas por mês. Estes sermões manuscritos não estão protegidos por direitos autorais, assim pregadores podem usá-los sem nossa autorização. Por favor clique aqui para saber como fazer uma doação mensal para ajudar-nos nesta grande obra de espalhar o Evangelho para todo o mundo, incluindo as nações muçulmanas e hindus.

Ao escrever para Dr. Hymers, mencione sempre o país no qual você vive, caso contrário ele não poderá responder-lhe. O email do rlhymersjr@sbcglobal.net.




CINCO SERMÕES USADOS NA CONVERSÃO
DE UM JOVEM EVANGELISTA

FIVE SERMONS USED IN THE CONVERSION
OF A YOUNG EVANGELIST
(Portuguese)

por Dr. R. L. Hymers, Jr.

Sermão pregado no Tabernáculo Batista de Los Angeles
Noite do Dia do Senhor, 9 de outubro de 2016
A sermon preached at the Baptist Tabernacle of Los Angeles
Lord’s Day Evening, October 9, 2016

“Como ouvirão se não há que pregue?” (Romanos 10:14).


Provavelmente os sermões mais importantes que eu já preguei foram pregados em junho de 2009. Estes cinco sermões foram usados por Deus na conversão do jovem que vocês ouviram pregar esta manhã. Aqueles cinco sermões foram os que John Samuel Cagan ouviu pouco antes de converter-se. Eu tenho certeza que John vai tornar-se um grande pregador, por isso eu digo que aqueles cinco sermões usados por Deus em sua conversão são, provavelmente, os mais importantes que eu já tenha pregado. Pregar com conversões em mente é raro hoje em dia. Todavia a pregação é o método que Deus tem dado como o principal meio para converter os pecadores. A Bíblia diz: "Como ouvirão, se não há quem pregue?" (Romanos 10:14). Os seguintes cinco sermões são os que John Cagan ouviu pouco antes ser salvo. Eu lerei todo seu testemunho ao final desta mensagem. Antes, todavia, vou dar-lhe uma sinopse dos cinco sermões que John ouviu pouco antes de converter-se. Os pontos dados nesta noite são os títulos daqueles cinco sermões.

I. O primeiro foi, “Encorajamento para aqueles que não estão longe da salvação” (pregado na manhã do domingo, dia 7 de junho de 2009).

O texto bíblico daquele sermão foi "Não estás longe do reino de Deus" (Marcos 12:34). O Espírito Santo estava absolutamente operando no coração deste homem, pois só o Espírito de Deus pode fazer cair por terra a oposição de um homem para com Deus e sua rejeição de Cristo. A pessoa não convertida está em rebelião contra Deus e é um inimigo de Cristo. Falei de um outro rapaz que me perguntou: "Por que Jesus teve que morrer na Cruz?" Este menino havia me ouvido dizer que "Cristo morreu na cruz para pagar a pena pelos nossos pecados." Ele me havia ouvido dizer aquilo por anos e anos, mas a mensagem nunca havia sido recebida por sua mente cega. Você deve pensar seriamente nas palavras: "Cristo morreu na cruz para pagar a pena pelos nossos pecados." O que o impede de vir a Cristo? Você tem medo do que os outros irão dizer? Esqueça o que eles dizem. As palavras deles não terão qualquer importância quando você estiver no inferno. Abandone seu pecado e venha a Cristo. Não há outra maneira de escapar do inferno.

II. O segundo sermão foi “O Calvinismo Moderno e Real Conversão” (pregado na noite do domingo, dia 7 de junho de 2009).

O texto bíblico daquele sermão foi: "Se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo "(II Coríntios 5:17). Eu não preguei contra as doutrinas do Calvinismo. Em vez disso, eu preguei que crença em doutrinas não irá salvar você. Mesmo a crença na verdadeira doutrina pode salvá-lo. Eu disse que apoiar-se somente na verdadeira doutrina nunca irá salvá-lo. Você deve ser convicto do seu pecado. Você deve confessar seu pecado. Você deve vir a Cristo mesmo ou você vai para o inferno. Quando você está cansado de seu pecado – e tão somente quando isso acontece – é que você vê a necessidade de que Cristo o salve. Se você não desejar que Cristo mude seu coração perverso, você nunca vai ser convertido. Você não se envergonha do pecado do seu coração? Isso não o tormenta? Isso precisa acontecer caso queira ter a esperança de ser convertido. Só quando você está cansado de seu coração pecaminoso o sangue purificador de Jesus torna-se importante para você. Spurgeon disse: "Deve haver uma verdadeira mudança de coração, mudança tal que afete a vida por inteiro." Conversões reais acontecem quando um pecador perdido se sente convicto de seus pecados e os abomina.

Naquele sermão eu citei um parágrafo do sermão de Spurgeon: "é conversão algo necessário?" Spurgeon disse:

Existem, em todas as conversões genuínas, quatro pontos essenciais de concordância: deve haver em todos uma contrita confissão do pecado, um olhar para Jesus para o perdão do pecado, deve haver uma verdadeira mudança de coração, mudança tal que afete a vida por completo, e onde esses pontos essenciais não são encontrados não há conversão genuína (traduzido de C. H. Spurgeon, “Is Conversion Necessary?”, Metropolitan Tabernacle Pulpit, Pilgrim Publications, 1971, vol. xx, p. 398).

III. O Terceiro foi: “Somente com Oração e Jejum” (pregado na manhã do domingo dia 14 de Junho de 2009).

O texto usado foi: "Esta casta não pode sair com coisa alguma, a não ser com oração e jejum" (Marcos 9:29). Eu mencionei que as palavras "e jejum" foram removidas porque dois manuscritos antigos, copiados por gnósticos heréticos, deixaram essas duas palavras de fora, enfraquecendo assim as igrejas que usam Bíblias modernas. No entanto, a esmagadora maioria dos manuscritos antigos têm as palavras "oração e jejum" neles. Na China, essas palavras estão em suas Bíblias. Essa é uma razão pela qual eles têm avivamento contínuo, enquanto que os do Ocidente, com as suas traduções modernas raramente experimentam o genuíno avivamento clássico. Mas precisamos ter momentos de oração e jejum para que muitos jovens em nossas igrejas sejam convertidos. Devemos jejuar e orar para que sintam seu pecado, arrependam-se, e tenham um encontro real com o Salvador crucificado e ressuscitado, sendo assim limpos por Seu precioso sangue. O sermão terminou com uma estrofe do hino, "alvo mais que a neve." Ele diz: "Senhor Jesus, vês meu paciente esperar, vem então, dentro em mim um coração novo criar." Mas, enquanto os cristãos em nossa igreja estavam em jejum e orando, John Cagan rechaçava a idéia de jejum. Isso o irava – mesmo pouco antes de converter-se. Mesmo assim seus pais oraram e jejuaram para a sua salvação!

IV. O Quarto foi: “Consciência e Conversão” (pregado na noite do Domingo dia 14 de junho de 2009)

O texto usado foi: “os quais mostram a obra da lei escrita no seu coração, testificando juntamente a sua consciência e os seus pensamentos, quer acusando-os, quer defendendo-os. (Romanos 2:15). A consciência é a força interior que nos habilita a fazer julgamentos morais sobre nós mesmos, aprovando ou desaprovando nossas ações, pensamentos e planos, nos dizendo que temos errado, e nos dizendo que merecemos sofrer por isso. Adão pecou e sua consciência foi contaminada, ele, então, teve várias desculpas para justificar seu pecado. A prova de que a ruína de suas consciências foi passada para a raça humana pode ser constatada no fato de seu primeiro filho Caim haver matado seu irmão, mas não haver sentido convicção e justificado seu pecado. Quanto mais uma pessoa peca mais corrompida e arruinada sua consciência se torna. As pessoas cauterizam sua consciência ao pecarem mais e mais "... ao hipocritamente, falarem mentiras; tendo a sua própria consciência cauterizada"(I Timóteo 4: 2). Eu disse aos jovens em nossa igreja que eles cauterizavam suas consciências ao mentirem para seus pais, colarem em exames na escola, roubarem coisas, cauterizam suas consciências mais e mais com pecados ainda maiores - que eu não mensionarei aqui na igreja. Você sabe quais são. Você sabe que é quase impossível para você se sentir culpado agora - porque tem pecado repetidamente, rindo de Deus ao fazê-lo e, portanto, cauterizou e arruinou sua consciência. O que posso fazer para ajudá-lo? Foi você quem cauterizou sua consciência e tornou-a irreconhecível. Eu só posso ter pena de você - como uma criatura arruinada sem futuro e sem esperança. Eu só posso ter pena de você. Eu não posso ajudá-lo, porque você já está condenado, já está condenado. Jesus disse: "Aquele que não crê já está condenado" (João 3:18). Você pode estar seguro que é tão certo de você ir para o inferno, como se já lá estivesse. E nada que eu diga ou faça pode ajudá-lo. Só Deus pode convencê-lo do seu pecado. Se Ele deu a você alguma convicção de pecado antes, não há garantia de que Ele o fará novamente. Muitas vezes, aqueles que uma vez experimentaram convicção de pecado nunca são novamente visitados pelo Espírito de Deus. Depois de toda sua zombaria e tolice, você não merece sequer um momento de convicção. Se você perder sua convicção de pecado, Deus nunca pode dá-la você novamente. Chegue diante de Deus como um mendigo! Venha prostrar-se humildemente, sabendo que o Deus Todo-Poderoso não lhe deve nada. Você, em seu coração, tem cuspido no rosto de Jesus todos estes anos. Pense nisso! Você tem cuspido no rosto de Cristo através de sua própria atitude. Agora, Cristo não lhe deve nada. Ele só lhe deve ira, punição e as chamas do inferno. Talvez agora você possa estar pensando: "É verdade - Deus não me deve nada, eu mereço as chamas do inferno. Eu não mereço nada mais que isso. "Então, enquanto eu apelo que venha a Jesus, como a mulher que veio a Jesus e beijou seus pés. Venha como o verme miserável que você é. Venha a Ele chorando e lamentando, como fez John Bunyan; como fez Whitefield - chorando e clamando por misericórdia. Talvez Ele tenha misericórdia de você. Mas eu só dizer "talvez" - porque o tempo para que você seja salvo já pode haver passado. Talvez, por tanto pecar, você já tenha se afastado do dia da graça para sempre. Venha chorando a Cristo - e, talvez, Ele lhe dê uam outra chance - embora no seu caso não é de todo certo que Ele o fará. Desce até aqui abaixo diante do púlpito. Ajoelhe-se e clame por misericórdia. Cristo pode ouvi-lo e dar-lhe outra chance de ser purificado pelo Seu Sangue Sagrado. Somente o seu sangue pode "purificar nossa consciência das obras mortas, para servirmos ao Deus vivo" (Hebreus 9:14).

V. O Quinto foi: “O Vale dos Ossos Secos” (Preguei esse sermão na manhã em que John Cagan foi convertido, 21 de junho de 2009).

O texto usado foi: "Assim diz o Senhor Jeová a estes ossos: Eis que farei entrar em vós o Espírito, e vivereis "(Ezequiel 37: 5). Eu não creio que John converteu-se através deste sermão. Eu não acho que ele estava realmente ouvindo. Eu acho que foram os quatro sermões anteriores que foram usados em sua conversão. Você vai notar quando eu ler o testemunho de John, - ele me desrespeitando. Na verdade, John me odiava. Mesmo quando eu pregava este sermão John disse que ele "tentava desesperadamente rejeitá-lo, para não ouvir ... Eu estava contando os segundos para o sermão terminasse, mas o pastor continuava pregando." É por isso que ele nunca menciona nada Eu disse naquela manhã em seu depoimento. Nem uma palavra. John disse: "Até mesmo quando o convite foi feito eu resisti." E ele disse: "O pastor me aconselhou, e me disse para vir a Cristo, mas eu não queria."

Isso é importante. É importante porque essa talvez a forma como alguns de vocês estejam se sentindo agora. Vocês me desrespeitam. Vocês não gostam de mim. Vocês não querem me ouvir.

Mas algo mais aconteceu com John naquela manhã. Eu acho que eu poderia ter lido até as páginas da lista telefônica e ele teria sido convertido. Por que digo isso? Porque os quatro sermões anteriores tinham penetrado seu coração duro, particularmente o meu sermão sobre a consciência. Como você pode ver, o próprio Deus usou aquele sermão e os três anteriores para fazê-lo pensar sobre seu pecado. E ele percebeu que sua luta não era realmente contra mim. Ele percebeu que ele estava realmente lutando contra Deus. Agora ouça o seu testemunho e você vai ver que eu mesmo tive muito pouco a ver com a conversão de John. Foi Deus que fez os quatro primeiros sermões levarem-no a uma profunda convicção de pecado. Deus foi quem usou minhas palavras débeis para levar aquele menino de quinze anos à uma profunda convicção de pecado. Foi Deus que, "o forçou [o atraiu] a Cristo." Não fui eu. "Como ouvirão, se não há quem pregue?" É verdade. Mas é Deus quem usa sermões do pregador para converter pecadores. Como o profeta Jonas disse: "A salvação vem [é proveniente] do Senhor" (Jonas 2: 9). Agora pense sobre isso eanquanto eu leio o depoimento completo da conversão de John Samuel Cagan.

MEU TESTEMUNHO
21 de Junho de 2009
por John Samuel Cagan

     Eu me lembro do momento de minha conversão de maneira tão vivida e íntima que palavras parecem pequenas em comparação com a grande diferença que Cristo fez. Antes da minha conversão eu era cheio de rancor e ódio. Eu tinha orgulho de meus pecados, eu gostava de causar dor às pessoas, e me associava àqueles que odiavam a Deus; para mim o pecado não era um "erro" do qual eu tinha de lamentar-me. Eu tinha intencionalmente me enveredado por esse caminho. Deus começou a trabalhar em mim de uma maneira que eu jamais poderia ter antecipado, quando meu mundo começou a desmoronar-se rapidamente em minha volta. As semanas que antecederam à minha conversão eu senti como se fosse morrer: Eu não dormia, eu não conseguia sorrir, eu não poderia encontrar qualquer forma de paz. Nossa igreja estava tendo reuniões evangelísticas e eu posso lembrar-me claramente de zombar deles ao desrespeitar completamente o meu pastor e meu pai.      O Espírito Santo começou a convencer-me muito definitivamente do meu pecado naquela época, mas com todas as minhas forças eu rejeitei todos os pensamentos que me vinham à mente sobre Deus e conversão. Recusava-me a pensar sobre aquilo, mas não conseguia para de sentir tão atormentado. Na manhã do domingo de 21 de junho de 2009, eu estava completamente exausto. Eu estava cansado de tudo aquilo. Comecei a odiar a situação em que me encontrava, odiar meu pecado e como ele me fazia sentir.      Enquanto o Dr. Hymers pregava, meu orgulho tentava desesperadamente rejeitar a mensagem, não ouvi-la, mas, enquanto ele pregava eu podia literalmente sentir todo o meu pecado em minha alma. Eu estava contando os segundos para o fim do sermão, mas o pastor continuava pregando e meus pecados iam tornando-se infinitamente piores. Eu não podia mais recalcitrar contra os aguilhões, eu precisava ser salvo! O convite foi feito e eu ainda assim resistia, mas eu simplesmente não podia mais agüentar. Eu sabia que era o pior dos pecadores, e que era justo Deus condenar-me ao Inferno. Eu estava tão cansado de lutar, tão cansado de tudo o que eu era. O pastor me aconselhou, e me disse para vir a Cristo, mas eu não queria fazê-lo. Mesmo sob forte convicção de todos os meus pecados eu ainda não queria Jesus. Estes momentos foram os piores de todos, ao sentir que eu não podia ser salvo e eu simplesmente teria que ir para o inferno. Eu estava "tentando" ser salvo, eu estava "tentando" confiar em Cristo mas eu não podia, eu simplesmente não conseguia ir a Cristo por minhas próprias forças, eu não conseguia me decidir a tornar-me um cristão, e isso me fazia sentir-me completamente sem esperança. Eu podia até sentir meu pecado empurrando-me para o Inferno e minha teimosia segurando minhas lágrimas. Eu estava preso a esse conflito.      De repente, as palavras de um sermão pregado anos atrás vieram à minha mente: "Entregue-se a Cristo! Entregue-se a Cristo!" a idéia de que eu teria que entregar-me a Jesus me perturbava de tal maneira que, naqueles momentos que pareceram ser uma eternidade eu simplesmente não conseguia entregar-me. Jesus deu a Sua vida por mim. O verdadeiro Cristo veio para ser crucificado por mim quando eu era seu inimigo e eu não queria render-me a Ele. Esse pensamento quebrantou-me; Eu tinha que abandonar tudo aquilo que me prendia. Eu simplesmente não podia agarrar-me mais àquilo, eu tinha que entregar-me a Jesus! Naquele momento eu me rendi e fui a Jesus pela fé. Naquele momento parecia que eu tinha que me deixar morrer, Cristo então me deu vida! Não houve ação ou vontade de minha mente, mas com meu coração, com um descanso simples em Cristo, Ele me salvou! Ele lavou meu pecado em Seu Sangue! Naquele momento, eu parei de resistir a Cristo. Era tão claro que tudo o que eu tinha que fazer era confiar nele; Eu sou capaz de reconhecer o instante exato em que deixou de ser eu e passou a ser só Cristo. Eu tive que render-me! Naquele momento não houve uma sensação física ou luz ofuscante, eu não precisei de um sentimento, eu tinha Cristo! No entanto, através da minha fé em Cristo eu me senti como se meu pecado tivesse sido tirado de minha alma. Eu abandonei meu pecado, e eu olhei somente para Jesus! Jesus me salvou.      Como Jesus deve ter me amado para perdoar um dos pecadores menos merecedores como eu, que cresceu em uma boa igreja e ainda assim rebelou-se contra Ele! As palavras parecem ser poucas para descrever a minha conversão e expressão do meu amor por Cristo. Cristo deu Sua vida por mim e por isso eu dou-me por completo Ele. Jesus sacrificou o seu trono por uma cruz por mim, mesmo eu cuspindo em Sua igreja e zombando de Sua salvação; como poderei eu suficientemente proclamar seu amor e misericórdia? Jesus lançou todo meu ódio e rancor para longe e me deu amor em seu lugar. Ele me deu mais do que apenas um novo começo - Ele me deu uma nova vida. É somente pela fé que eu sei que Jesus lavou todos os meus pecados, e eu me pego, às vezes, perguntando: na minha falta de provas concretas, de onde vem esta convicção? Eu então me lembro sempre que "a fé é o firme fundamento das coisas que se não vêem" após cuidadosa ponderação, e eu encontro paz sabendo que minha fé repousa sobre Jesus. Jesus é a minha única resposta.      Eu sou tão grato a Deus pela Sua graça, pelas muitas chances que Ele estendeu a mim, e por tão insistentemente ter me atraído ao Seu Filho, porque eu nunca teria vindo a Jesus por mim mesmo. Estas são apenas palavras, mas a minha fé baseia-se em Jesus, pois Ele me mudou. Ele sempre esteve perto, meu libertador, meu descanso, e meu Salvador. Meu amor por Ele parece tão pequeno quando comparado com o quanto Ele me ama. Eu nunca viverei totalmente para Ele o suficiente, e, sinceramente, eu nunca farei “muito” para Cristo. Servir a Jesus é a minha alegria! Ele me deu vida e paz quando tudo que eu tinha conhecido era como odiar. Jesus é a minha ambição e direção. Eu não confio em mim mesmo, mas a minha esperança está somente nEle, pois Ele nunca me falhou. Cristo veio por mim, e por isso eu jamais vou deixá-lo.

Você é um pecador perdido como John Cagan foi. Só posso dizer a você o que eu disse a John no final do sermão, quando ele foi salvo, "Você é um pecador. Você está perdido. Ninguém pode salvá-lo, somente Jesus. É por isso que Ele morreu na cruz para pagar pelos seus pecados - e lavá-los todos com seu sangue. Enquanto cantamos, saia do seu assento e venha até aqui! 'Estou perdido! Oh, Jesus, lave meus pecados com o sangue que derramaste na cruz! 'Desça até aqui, enquanto cantamos a primeira estrofe de "Ao Pé da Cruz." Este foi o hino que cantávamos quando John Cagan foi salvo. A maioria de vocês o conhecem. Cantem-no. E enquanto eles cantam, venha até aqui ao altar e confie em Jesus.

Quero estar ao pé da cruz, de onde rica fonte
   Corre franca, salutar, do Calvário monte.
Sim na cruz, sim na cruz, sempre me glorio,
   E enfim, vou descansar, salvo além do rio.
(“Ao Pé da Cruz” por Fanny J. Crosby, 1820-1915).


AO ESCREVER PARA DR. HYMERS, VOCÊ PRECISA MENCIONAR O PAÍS DO QUAL VOCÊ ESTÁ ESCREVENDO, CASO CONTRÁRIO ELE NÃO PODERÁ RESPONDER SEU E-MAIL. Se estes sermões o abençoam envie um e-mail para o Dr. Hymers para dizer-lhe, mas sempre inclua o país do qual você está escrevendo. O e-mail do Dr. Hymers é: rlhymersjr@sbcglobal.net (clique aqui). Você pode escrever para Dr. Hymers em qualquer idioma, mas, se puder, escreva em Inglês. Se você quiser escrever para Dr. Hymers pelo correio, seu endereço é: P. O. Box 15308, Los Angeles, CA 90015. Você pode contatá-lo via telefone: (818) 352-0452.

(FIM DE SERMÃO)
Você pode ler sermões do Dr. Hymers cada semana na Internet
em www.sermonsfortheworld.com.
Clique no “Sermão em Português.”

Estes manuscritos de sermão não estão protegidos com direitos autorais. Você pode usá-
los sem permissão do Dr. Hymers. Porém, todas as mensagens de vídeo do Dr. Hymers
estão com direitos autorais e podem ser usados somente com permissão.

Escritura lida antes do sermão pelo Sr. Aaron Yancy: Romanos 10:9-14.
Solo cantado antes do sermão pelo Sr. Benjamin Kincaid Griffith:
“Near the Cross” (por Fanny J. Crosby, 1820-1915).


O ESBOÇO DO

CINCO SERMÕES USADOS NA CONVERSÃO
DE UM JOVEM EVANGELISTA

FIVE SERMONS USED IN THE CONVERSION
OF A YOUNG EVANGELIST

por Dr. R. L. Hymers, Jr.

“Como ouvirão se não há que pregue?” (Romanos 10:14).

I.    Primeiro: "Encorajamento para aqueles que não estão longe da salvação" (pregado na manhã do domingo, dia 7 de junho de 2009). Marcos 12:34.

II.   Segundo: “O Calvinismo Moderno e Real Conversão” (pregado na noite do domingo, dia 7 de junho de 2009). II Coríntios 5:17.

III.  Terceiro: Somente com Oração e Jejum” (pregado na manhã do domingo dia 14 de Junho de 2009). Marcos 9:29.

IV.  Quarto: “Consciência e Conversão” (pregado na noite do Domingo dia 14 de junho de 2009). Romanos 2:15; I Timóteo 4:2; João 3:18; Hebres 9:14.

V.   Quinto: “O Vale dos Ossos Secos”. (Preguei esse sermão na manhã em que John Cagan foi convertido, 21 de junho de 2009). Ezequiel 37:5; Jonas 2:9.