Print Sermon

Os manuscritos dos sermões e videos do site www.sermonsfortheworld.com alcançam agora cerca de 1.500.000 computadores em mais de 215 países por ano. Centenas de outros assistem os vídeos noYouTube, mas rapidamente deixam o YouTube, pois cada vídeo os redireciona para nosso website. O Youtube redireciona as pessoas para nosso website. Os manuscritos dos sermões são traduzidos em 36 idiomas para por volta de 120.000 pessoas por mês. Estes sermões manuscritos não estão protegidos por direitos autorais, assim pregadores podem usá-los sem nossa autorização. Por favor clique aqui para saber como fazer uma doação mensal para ajudar-nos nesta grande obra de espalhar o Evangelho para todo o mundo, incluindo as nações muçulmanas e hindus.

Ao escrever para Dr. Hymers, mencione sempre o país no qual você vive, caso contrário ele não poderá responder-lhe. O email do rlhymersjr@sbcglobal.net.




ORANDO SEM PARAR – ATÉ CONSEGUIR O QUE VOCÊ PEDIR!

PRAYING THROUGH – ‘TILL YOU GET WHAT YOU ASK FOR!
(Portuguese)

por Dr. R. L. Hymers, Jr.

Um sermão pregado no Tabernáculo Batista de Los Angeles
Dia do Senhor à Noite, 23 de Agosto, 2015
A sermon preached at the Baptist Tabernacle of Los Angeles
Lord's Day Evening, August 23, 2015


No Evangelho de Lucas Jesus enfatizou “orando sem parar” – quer dizer, orar sem parar por uma determinada coisa até você obtê-lo, mesmo que você tenha que orar por um longo tempo antes da respostar vir. Isso é o que significa “orar sem parar.” Dr. John R. Rice disse,

Quando falamos de “orar sem parar” nós estamos falando de um Cristão que toma o seu [problema] a Deus e que espera em Deus até ele conseguir a resposta para suas orações…Nunca podemos ter a certeza da vontade de Deus, que Ele nos dará certas coisas, a menos que esperemos em Deus…Observe alguns exemplos na Bíblia de oração persistente…Neemias jejuou e orou sem parar pelo estado triste da cidade desolada de Jerusalém sob cativeiro pelos seus inimigos. Ele disse, “Assentei-me e chorei, e lamentei por alguns dias; e estive jejuando e orando perante o Deus dos céus” (Neemias 1:4)…Ele rogou a Deus…Sua oração foi [finalmente respondida]. O coração do Rei foi tocado, e Deus enviou Neemias de volta para construir as muralhas da cidade…porque ele orou sem parar…
     Os Judeus jejuaram e oraram para que Deus poupasse suas vidas [quando eles estavam prestes a serem exterminados] durante o tempo da Rainha Esther na Pérsia, e por três dias e noites eles oraram sem parar e os Judeus tiveram a salvação e depois a vingança sobre seus inimigos.
     O povo de Nínive jejuou e orou, e Deus [poupou] a sua grande cidade, e [não a destruiu, mas em vez enviou um grande avivamento].
     No Novo Testamento [era] da mesma maneira. [Antes] da Pentecoste…os discípulos oraram sem parar [em um quarto juntos. E Deus ouviu as suas orações, e as respondeu. Depois de várias semanas de oração Deus enviou-lhes o avivamento poderoso de Pentecoste, quando três mil Judeus foram convertidos milagrosamente, registrado em Atos 1 e 2, um exemplo notável de oração sem parar até que o pedido fosse concedido por Deus]...
     No décimo segundo capítulo de Atos, versículos 1 a 17, nós vemos como um grupo de Cristãos se reuniu na casa da Maria...e oraram sem parar até que o Apóstolo Pedro foi libertado da prisão por um anjo. [Eles oraram sem parar até que Pedro fosse libertado da prisão milagrosamente]. Isso foi uma oração longa e contínua, do fundo do coração, de um coração quebrantado. E isso é o exemplo dos Cristãos do Novo Testamento em todos os lugares (John R. Rice, D.D., Prayer – Asking and Receiving, Sword of the Lord Publishers, 1981 reprint, pp. 203, 206-209, comentários do Dr. Hymers em parêntesis).

Jesus deu dois exemplos de orar sem parar no Evangelho de Lucas. O primeiro está registrado em Lucas 11:5-8. Por favor, fiquem de pé e leiam estes quatro versículos em voz alta. Está na página 1090 da Bíblia Anotada de Scofield.

“Então lhes disse: Suponham que um de vocês tenha um amigo e que recorra a ele à meia-noite e diga: Amigo, empreste-me três pães, porque um amigo meu chegou de viagem, e não tenho nada para lhe oferecer. E o que estiver dentro responda: Não me incomode. A porta já está fechada, e eu e meus filhos já estamos deitados. Não posso me levantar e lhe dar o que me pede. Eu lhes digo: Embora ele não se levante para dar-lhe o pão por ser seu amigo, por causa da importunação se levantará e lhe dará tudo o que precisar” (Lucas 11:5-8).

Vocês podem se sentar. Observe o versículo 8. Esse é o versículo chave,

“Por causa da importunação se levantará e lhe dará tudo o que precisar” (Lucas 11:8).

A palavra “importunação” não é mais usada ou entendida na linguagem moderna. Isso significa “pressionando insistência.” Dr. Rice disse, “A passagem evidentemente refere-se a um [Cristão] querendo poder [para que o seu amigo possa ser convertido]. Um Cristão tem o direito de ir a Deus e implorar pelo pão da vida [para] os outros…O Pão para os pecadores é somente dado àqueles que aprendem o segredo da “importunação” [orar sem parar até Deus dar a graça de conversão a um amigo perdido]…Um Cristão que quer o poder milagroso e sobrenatural do Espírito Santo [para converter o seu amigo] tem um direito de esperar em Deus, [orar sem parar até que o seu amigo seja salvo]” (Rice, ibid., p. 209).

“Por causa da [insistência pressionada, pressionando] se levantará e lhe dará tudo o que precisar” (Lucas 11:8).

Mais uma vez, Jesus nos ensinou a orar sem parar em Lucas 18:1-8. Por favor, fiquem de pé e leiam esses oito versículos em voz alta. Está na página 1100 da Bíblia Anotada de Scofield.

“Então Jesus contou aos seus discípulos uma parábola, para mostrar-lhes que eles deviam orar sempre e nunca desanimar. Ele disse: Em certa cidade havia um juiz que não temia a Deus nem se importava com os homens. E havia naquela cidade uma viúva que se dirigia continuamente a ele, suplicando-lhe: Faze-me justiça contra o meu adversário. Por algum tempo ele se recusou. Mas finalmente disse a si mesmo: Embora eu não tema a Deus e nem me importe com os homens, esta viúva está me aborrecendo; vou fazer-lhe justiça para que ela não venha mais me importunar. E o Senhor continuou: Ouçam o que diz o juiz injusto. Acaso Deus não fará justiça aos seus escolhidos, que clamam a ele dia e noite? Continuará fazendo-os esperar? Eu lhes digo: Ele lhes fará justiça, e depressa. Contudo, quando o Filho do homem vier, encontrará fé na terra?” (Lucas 18:1-8).

Vocês podem se sentar.

O ponto principal desta parábola é orar sem parar. Esse ponto é dado no versículo um,

“Então Jesus contou aos seus discípulos uma parábola, para mostrar-lhes que eles deviam orar sempre e nunca desanimar” (Lucas 18:1).

Nós devermos “orar sempre, e nunca desanimar.” “Desânimo” significa “desistir”, “ceder.” Nós devemos sempre orar e nunca desistir e ceder. Isso significa que quando nós começamos a orar por alguma coisa, nós devemos continuar orando por ele até recebê-lo. Não ceda, não desista, até que você receba a coisa que você está orando.

Todo ano recebo vários cartões de Natal de homens e mulheres que foram meus alunos da Escola Dominical há cinquenta anos atrás na Primeira Igreja Batista Chinesa. Lembro-me claramente de orar por cada um deles até que fossem convertidos. Tenho muita alegria de ver que eles são bons Cristãos mesmo depois de cinquenta anos. Há algumas semanas atrás, eu vi muitos deles no funeral do Dr. Murphy Lum. Fiquei alegre em ver que eles ainda são bons Cristãos!

Durante os meus anos na igreja Chinesa, nos anos de 1960, fiquei preocupado com a necessidade por avivamento. Dr. Murphy Lum me relembrou alguns anos atrás que toda vez que eu orava em público na igreja, eu orava por avivamento. Mesmo quando às vezes eu era chamado para orar antes de uma refeição na igreja, eu orava para que Deus enviasse um avivamento. E muitas vezes eu orei por um avivamento na igreja durante as minhas orações privadas. Outros também estavam orando por isso, mas eu posso dizer honestamente que eu realmente estava dominado completamente, consumido, com a necessidade por avivamento. Eu orei profundamente e por muito tempo para Deus mover naquela direção. E no verão de 1969 Deus começou a dar um avivamento que continuou, indo e vindo, por quatro anos. Em uma reunião naquela igreja quarenta jovens vieram para frente com lágrimas, chorando, depois que eu preguei em um culto evangelístico em 29 de Agosto, 1970 (“To God Be the Glory,” 20th Anniversary booklet, FCBC, March 1972, p. 28).

Para uma igreja de cerca de 150 pessoas ter 40 pessoas respondendo foi um evento suficiente para ser listado como um dos “destaques” dos primeiros vinte anos daquela igreja. Eu vejo, no registro da igreja, que todos os quarenta deles foram batizados em dois grandes cultos de batismo (“To God Be the Glory,” p. 29). Os seus nomes estão listados no registro. Quase todos eles são Cristãos hoje. Eu vi vários deles no funeral do Dr. Lum no início deste mês. Deus respondeu a oração persistente, quando oramos sem parar pelo avivamento poderoso que veio para a Primeira Igreja Batista Chinesa nos fins dos anos 1960 e início dos anos 70. Antes de acabar, centenas de jovens entraram naquela igreja.

Por volta dos anos de 1990, em uma igreja de pessoas brancas, localizada na costa leste, senti novamente uma profunda necessidade por avivamento. Eu jejuei e orei durante o dia todo. Fui tremendo ao púlpito e preguei uma simples mensagem de salvação. O próprio filho do pastor, o pastor associado da igreja, veio para frente com lágrimas, dizendo que ele estava perdido e precisava ser convertido. O convite continuou até depois das 11 da noite. Mais de 75 pessoas vieram chorando para o altar. Um homem idoso se rastejou pelas suas mãos e joelhos gritando, “Estou perdido! Estou perdido!” Os adolescentes que tinham estado na igreja a vida toda vieram para frente, e se quebrantaram em lágrimas. O filho do Dr. Ian Paisley, Kyle, estava de pé perto da minha esposa e meus filhos. Ele sussurrou para minha esposa, “Eu nunca vi algo assim!” Ao longo dos próximos três meses mais de quinhentas pessoas vieram, todos eles bem sérios, muitos chorando, alguns até gritando. O pastor mais tarde batizou centenas deles durante um curto período de tempo. Eu recentemente escutei um famoso pregador fundamentalista Batista dizer que ele nunca viu um avivamento como aquele. Eu agradeço a Deus por ter visto avivamento duas vezes – em resposta à oração persistente. Se orarmos orações grandes, e deixarmos a tolice de “decisionismo,” eu acredito que Deus enviará avivamento novamente – como Ele fez nos velhos tempos.

Eu sei que Deus nos responde quando oramos sem parar. A minha própria mãe tinha 80 anos de idade e ainda não estava salva. Ela teve um derrame cerebral que poderia ter matado ela. Ela teria ido ao Inferno. Mas eu tinha orado pela salvação dela por quarenta anos, todos os dias literalmente. Finalmente, um dia, eu sabia no meu coração que eu tinha orado sem parar. Eu estava pregando em Nova York. Eu telefonei para o Dr. Cagan, e lhe pedi para que fosse lá e guiasse ela a Cristo. Ele estava com medo de ir porque ela tinha deixado bem claro anteriormente que ela nem sequer queria falar de “ser salva.” Mas eu falei para o Dr. Cagan que eu tinha orado sem parar, e eu sabia no meu coração que ela iria ser salva naquele dia. O Dr. Cagan foi para o seu quarto naquela tarde – e, como foi tão fácil! A minha mãe foi convertida instantaneamente. Eu a batizei naquele ano em 4 de Julho na igreja do Dr. Waldrip, em um culto de batismo conjunto. A minha mãe era uma nova criatura em Cristo Jesus a partir daquele momento, convertida aos 80 anos de idade.

Eu sei que você pode orar sem parar para que indivíduos sejam salvos! Eu sei que você pode orar sem parar por avivamento, e receber o que você pedir, em uma igreja local. Eu sei que você pode orar sem parar por um amigo perdido dentro da igreja. E você também irá sabê-lo – se você começar a orar por alguma alma perdida que vem aqui, e continuar orando por aquela pessoa, e não desanimar, até Deus lhe dar o que você pedir! Amém!

Nós vamos jejuar e orar de novo no próximo Sábado. Se você puder se juntar a nós em jejum, por favor não coma após o jantar na Sexta-feira, até que venhamos aqui para a igreja e tenhamos uma refeição juntos às 5:30 no Sábado à tarde. Aqui, novamente, está uma lista de coisas para ler enquanto vocês jejuarem e orarem no Sábado. A lista é dada no fim desta mensagem. Nós lhe daremos uma cópia para levar pra casa.

Eu estou tão orgulhoso de vocês! Vocês são maravilhosos! Eu creio que muitas pessoas jovens vão ser salvas enquanto vocês jejuarem e orarem por eles! Dr. Chan, por favor nos lidere em oração.


1.  Faça o seu jejum em segredo (o máximo possível). Não fique falando para as pessoas que você está jejuando.

2.   Passe um tempo lendo a Bíblia. Leia algumas partes do Livro de Atos (especialmente perto do início).

3.   Memorize Isaías 58:6 durante o jejum no Sábado.

4.   Ore para que Deus nos dê 10 ou mais pessoas novas que ficarão conosco.

5.   Ore pela conversão dos nossos jovens que não estão salvos. Ore que Deus faça por eles o que Ele disse em Isaías 58:6.

6.  Ore para que os visitantes que vieram pela primeira vez hoje (Domingo) sejam trazidos de volta novamente no próximo Domingo. Ore por eles citando os seus nomes se for possível.

7.   Ore para que Deus me ajude a pregar no próximo Domingo – de manhã e à noite.

8.   Beba bastante água. Cerca de um copo por hora. Você pode beber um copo grande de café no início se você está acostumado a beber todos os dias. Não beba refrigerantes, bebidas energéticas, etc.

9.   Consulte um médico antes de jejuar se você tiver alguma dúvida sobre sua saúde. (Você pode consultar o Dr. Kreighton Chan ou Dr. Judith Cagan na nossa igreja). Não jejue se você tiver uma doença grave, como diabetes ou pressão alta. Somente utilize o Sábado para orar por estes pedidos.

10. Comece o seu jejum após o seu jantar na Sexta-feira. Não coma nada após o jantar na Sexta-feira até que tenhamos uma refeição na igreja às 5:30 da tarde no Sábado.

11. Lembre-se que as coisas mais importantes para orar são para que as pessoas jovens da nossa igreja sejam convertidas – e também pelos novos jovens entrando durante este tempo, para que eles fiquem conosco permanentemente.


Se este sermão lhe abençoou por favor envie um e-mail para Dr. Hymers e conte para ele – rlhymersjr@sbcglobal.net (clique aqui). Você pode escrever para Dr. Hymers em qualquer língua, mas escreva em Inglês se você puder.

(FIM DE SERMÃO)
Você pode ler sermões do Dr. Hymers cada semana na Internet
em www.realconversion.com ou www.rlhsermons.com.
Clique no “Sermão em Português.”

Você pode enviar e-mail ao Dr. Hymers para rlhymersjr@sbcglobal.net (Clique Aqui)
ou você pode escrever para ele a P.O. Box 15308, Los Angeles, CA 90015.
Ou ligar para ele (818) 352-0452.

Estes manuscritos de sermão não estão protegidos com direitos autorais. Você pode usá-
los sem permissão do Dr. Hymers. Porém, todas as mensagens de vídeo do Dr. Hymers
estão com direitos autorais e podem ser usados somente com permissão.

Escritura Lida Antes do Sermão por Sr. Abel Prudhomme: Lucas 18:1-18
Solo Cantado Antes do Sermão por Sr. Benjamin Kincaid Griffith:
“Teach Me To Pray” (por Albert S. Reitz, 1879-1966).