Print Sermon

Os manuscritos dos sermões e videos do site www.sermonsfortheworld.com alcançam agora cerca de 1.500.000 computadores em mais de 215 países por ano. Centenas de outros assistem os vídeos noYouTube, mas rapidamente deixam o YouTube, pois cada vídeo os redireciona para nosso website. O Youtube redireciona as pessoas para nosso website. Os manuscritos dos sermões são traduzidos em 35 idiomas para por volta de 120.000 pessoas por mês. Estes sermões manuscritos não estão protegidos por direitos autorais, assim pregadores podem usá-los sem nossa autorização. Por favor clique aqui para saber como fazer uma doação mensal para ajudar-nos nesta grande obra de espalhar o Evangelho para todo o mundo, incluindo as nações muçulmanas e hindus.

Ao escrever para Dr. Hymers, mencione sempre o país no qual você vive, caso contrário ele não poderá responder-lhe. O email do rlhymersjr@sbcglobal.net.




ELE TE SUSTENTARÁ!

HE WILL HOLD YOU FAST!
(Portuguese)

por Dr. R. L. Hymers, Jr.

Um sermão pregado no Tabernáculo Batista de Los Angeles
Dia do Senhor de Manhã, 28 de Junho, 2015
A sermon preached at the Baptist Tabernacle of Los Angeles
Lord’s Day Morning, June 28, 2015

“E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão” (João 10:28).


Eu me lembro de ouvir um pregador dizer que essa promessa nunca deveria ser pregada aos incrédulos. Ele disse que as pessoas perdidas seriam super confiantes. Isso os levaria a pecar. Eles teriam que ser mantidos em um estado inquieto, nunca com a certeza total de que eles seriam capazes de “aguentar” até o fim. Por um tempo eu acreditava nisso. Eu sei que muitos Cristãos sinceros tem esse ponto de vista. Pregadores que creem estão muitas vezes com medo desse texto.

Mas nós devemos olhar para as pessoas que ouviram Cristo pregar sobre isso em primeiro lugar. De acordo com o versículo 31 eles “pegaram então outra vez em pedras para o apedrejar” (João 10:31). Eles odiaram Cristo por dizer isso. Cristo pregou essa mensagem aos incrédulos. Eu tenho certeza de que há alguns incrédulos aqui entre nós. Nós trabalhamos duros, e oramos bastante, para termos pessoas não salvas em todos os cultos. Eu vou dizer a vocês a mesma coisa que Jesus disse para a multidão enfurecida dos homens não salvos,

“E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão” (João 10:28).

“E dou-lhes a vida eterna.” O contexto nos diz que “lhes” se refere às ovelhas de Cristo. “As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu conheço-as, e elas me seguem” (João 10:27). “E dou-lhes a vida eterna.” Nós não podemos ler as mentes das pessoas para dizer se eles são ou não as ovelhas de Cristo. Mas o versículo antes do nosso texto nos diz como podemos saber quem são as pessoas de Deus. “As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu conheço-as, e elas me seguem.” As marcas de um verdadeiro Cristão são estes – eles ouvem a Cristo, eles o conhecem e Ele os conhece, e eles seguem a Ele em obediência. Essas são as marcas de um verdadeiro Cristão. E é deles que Jesus fala.

“E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão” (João 10:28).

“A fé que opera pelo amor” (Gálatas 5:6) é a marca das ovelhas verdadeiras de Cristo. É a eles que Jesus diz, “E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão” Dr. Martyn Lloyd-Jones disse, “Em Cristo nós não estamos em um estado de provação, e não há nenhuma possibilidade de nós cairmos da graça” (Assurance (Romans 5), The Banner of Truth Trust, 1971, p. 236).

Alguém pode dizer, “Eu estou no torno do Evangelho. Eu sei que eu devo vir a Cristo, e ao mesmo tempo eu sei que não consigo. Eu devo mas eu não consigo. O que devo fazer?” A resposta é simples, submeta-se a Cristo. Clame a Ele. Ele irá responder todas as suas perguntas. Ele irá quebrar o torno do Evangelho com um martelo e salvar a sua alma. Você diz, “Eu não entendo isso.” Claro que não. Isso é um mistério. A palavra grega é “musterion.” Isso significa algo que não pode ser entendido pela mente do homem, mas que não deixa de ser verdade na Bíblia. O Apóstolo Paulo disse, “Mas falamos a sabedoria de Deus, oculta em mistério, a qual Deus ordenou antes dos séculos...” (1Coríntios 2:7). Lance-se em Cristo. Confie nEle. Todas as suas perguntas serão respondidas nEle. Ele irá te salvar pelo Teu sangue e justiça. E Ele vai mantê-lo até o fim. Ele vai mantê-lo durante todas as circunstâncias. Você irá ser uma das ovelhas de Cristo!

“E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão” (João 10:28).

As três cláusulas do nosso texto dão três razões para crer na segurança eterna das ovelhas de Cristo.

I. Primeiro, há o dom de Cristo.

Primeiro o Salvador diz, “E dou-lhes a vida eterna.” A vida eterna vem para cada um de nós como um dom. Nós não possuíamos a vida eterna quando nós nascemos. Nós nascemos como filhos de Adão. Nós nascemos para morrer. Nós não a ganhamos através de algum ato. Nós não podemos ganhá-la fazendo o bem. Nós não podemos ganhá-la aprendendo versículos Bíblicos. Nós não podemos ganhá-la dizendo as palavras de uma oração. Isso é um dom. Porque é um dom, isso não pode ser ganho. Quando uma pessoa recebe a vida eterna em sua alma, isso é um dom gratuito. Nós não a recebemos como uma recompensa. Isso é um dom gratuito.

Deus conhece o fim desde o princípio. Quando Ele dá a vida eterna para um homem, Ele conhece toda imperfeição e falha que está no homem. Ele conhece antecipadamente como o homem irá falhar às vezes. Ele nunca teria dado a vida eterna ao homem para depois tirá-la por causa de alguma falha – porque Ele sabia quais falhas o homem iria ter antes dEle dar o dom a ele.

Como pode ser possível que você seja dado a vida eterna e em seguida morrer? Quando Jesus diz “eterno” Ele quer dizer “eterno.” Spurgeon disse, “Não é possível para eu pecar ao ponto de perder a vida espiritual de nenhuma maneira.” Isso é “vida eterna.”

Quando Cristo falou para a mulher no poço Ele disse,

“Mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que salte para a vida eterna” (João 4:14).

A Bíblia de Estudo Reformação diz, “Água viva no Velho Testamento [fala sobre] água corrente – implementada no sentido figurativo como referência à atividade de [Deus].” “Brotando” mostra sua abundância; “vida eterna” é interminável e flui abundantemente pra sempre! Essa é a própria vida de Deus dentro da alma do homem! Jesus dá para Tuas ovelhas a interminável vida de Deus em seus corações – brotando sempre – sem terminar – sempre fluindo! Isso é um dom. Isso não pode ser ganha. Isso é um dom que vem de Cristo. Ele nunca toma de volta o que Ele dá!

Alguém diz, “Mas e se eu não aguentar? E se eu desistir?” Oh, amigo, você ainda está pensando como um Católico medieval! Não é ganho por você! Como pode ser? Você está “morto em pecados.” Como pode uma pessoa morta aguentar? Como pode uma pessoa morta fazer qualquer coisa para ganhar salvação? Graças a Deus, a Bíblia diz,

Estando nós ainda mortos em nossas ofensas [Deus] nos vivificou [nos deu vida] juntamente com Cristo, (pela graça sois salvos;)” (Efésios 2:5).

Vida eterna é dada a uma alma morta. Vida eterna é um dom, dado a homens e mulheres que estão mortos em pecado! Essa é a boa nova do Evangelho! Louve o Senhor! “E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer” (João 10:28).

Ele não deixará a minha alma ser perdida, Ele me sustentará;
   Comprado por Ele por tão grande custo, Ele me sustentará.
Ele me sustentará, Ele me sustentará;
   Porque meu Salvador me ama tanto, Ele me sustentará.
(“He Will Hold Me Fast” por Ada R. Habershon, 1861-1918).

Spurgeon disse, “Nós esperamos que o crente aguente até o fim, porque a vida que Deus implantou dentro dele é de uma natureza que deve continuar a existir, deve conquistar todas as dificuldades, deve amadurecer...deve levá-lo a glória eterna” (C. H. Spurgeon, “Perseverance Without Presumption,” MPT, Number 1,055). Deve-se! Deve-se! Deve-se levá-lo a glória eterna! Isso é um dom! Isso é o dom de Jesus Cristo! Ele diz, “E dou-lhes a vida eterna.” Louve o Teu santo nome! Ele nos vida eterna! Nós não pagamos nada por isso! Jesus pagou por ela através da Tua morte na Cruz! Jesus a conquistou para nós ao ressuscitar dentre os mortos!

Aleluia, está feito! Eu creio no Filho;
Eu estou salvo pelo sangue do Crucificado!
   (“Hallelujah, ‘Tis Done” por Philip P. Bliss, 1838-1876).

“E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão” (João 10:28).

Vida eterna é dom de Cristo.

II. Segundo, há a promessa de Cristo.

“E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer...” Ele diz, “Eu faço isso.” Que promessa maravilhosa! “Eles nunca perecerão.” Eu estou feliz que Ele disse isso. Algumas pessoas têm dito que eles podiam sair por sua própria decisão. Eles podem decidir ir para longe dEle. Mas esta frase acaba com essa idéia – “E nunca hão de perecer.” Isso inclui todos os tempos. “E nunca hão de perecer” Eles são crentes jovens que têm pouco conhecimento? A fé deles é pequena por serem novos convertidos? “E nunca hão de perecer.” Quando eles ficarem velhos e os problemas da vida pressionar a sua fé inicial, eles se tornarão mundanos e perderão a sua fé? “E nunca hão de perecer.” Eles pereceriam se o mundanismo pudesse destruí-los. Eles pereceriam se o mal pudesse uma vez mais escravizá-los, mas ele não poderá. “E nunca hão de perecer.” Todos os tempos estão impedidos pela palavra “nunca.” E se eles forem tentados fortemente? “E nunca hão de perecer.” E se eles esfriarem tanto ao ponto do amor e zelo deles sumirem? “E nunca hão de perecer.” O pecado nunca mais irá controlá-los completamente. “E nunca hão de perecer.”

Eu tenho sido um Cristão por cinquenta e quatro anos. Houve momentos em que Deus parecia muito distante. Houve momentos em que eu até duvidei da minha própria salvação. Houve momentos em que eu iria escorregar e estaria perdido para sempre. Mas Jesus sempre me restaurou. Jesus sempre me resgatou da beira do desespero. Eu não fui criado em um lar Cristão. Eu não tive bons exemplos para seguir. Os ventos de terror sopraram ao meu redor. Foi quase o fim para mim. Eu tinha visto muitos outros desviarem. Eu senti que eu seria arrastado junto com eles. Eu estava fraco de mais para continuar. Eu me senti como um exilado. Eu me senti como Davi quando ele estava em uma caverna, escondendo-se do seu inimigo, Rei Saul.

“Olhei para a minha direita, e vi; mas não havia quem me conhecesse. Refúgio me faltou; ninguém cuidou da minha alma” (Salmo 142:4).

“Quando eu disse: O meu pé vacila; a tua benignidade, Senhor, me susteve” (Salmo 94:18).

Eu sei por experiência. “Quando eu disse: O meu pé vacila; a tua benignidade, Senhor, me susteve.” Eu sei por experiência de que Jesus disse a verdade. “E nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão” Isso não é mera doutrina para mim agora. Isso é uma verdade viva – que vem da boca do Senhor Jesus Cristo. “E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer.”

Eu nunca poderia me sustentar, Ele me sustentará;
   Pois o meu amor é muitas vezes frio, Ele me sustentará.
Ele me sustentará, Ele me sustentará;
   Porque o meu Salvador me ama tanto, Ele me sustentará.

Jovens, eu já fui jovem mas agora estou velho. Eu sei que a promessa de Jesus é verdadeira. Eu sei que é verdadeira ao ponto de sentir na medula dos meus ossos! “Quando eu disse: O meu pé vacila; a tua benignidade, Senhor, me susteve.” Eu sei que Jesus disse a verdade,

“E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão.”

Ele tem me segurado. Ele tem me sustentado. Eu sei que Ele pode fazer o mesmo pra você! É por isso que eu posso dizer-lhe audaciosamente para que confie no meu Senhor, Jesus. Eu confiei nEle há muitos anos atrás, e eu nunca pereci. Se você confiar nEle, Ele nunca irá deixá-lo perecer! Essa é a promessa do próprio Cristo!

III. Terceiro, há o poder de Cristo.

“E ninguém as arrebatará da minha mão” (João 10:28b). Observe-se que a palavra “homem” está em itálico na tradução King James. Isso significa que os tradutores da Bíblia King James colocaram a palavra “homem” – porque isso não está no texto Grego. A palavra Grega é “tis.” Isso significa “ninguém” (George Ricker Berry) ou “nenhuma pessoa ou objeto” (Strong). Assim, o grande estudioso grego A.T. Robertson diz sobre esse versículo, “As ovelhas podem se sentir seguras...nenhum lobo, nenhum ladrão, nenhum bandido, nenhum mercenário, nenhum demônio, nem mesmo o diabo pode arrebatar [agarrar] as ovelhas da minha mão” (Word Pictures; note on John 10:28). Dr. Robertson dá uma referência a João 6:39,

“E a vontade do Pai que me enviou é esta: que nenhum de todos aqueles que me deu se perca, mas que o ressuscite no último dia” (João 6:39).

Mais uma vez, Dr. Robertson dá uma referência a João 17:12, “Tenho guardado... aqueles que tu me deste, e nenhum deles se perdeu...” E uma vez mais ele dá a referência a Colossenses 3:3, “A vossa vida está escondida com Cristo em Deus.” A versão do New King James diz, “Ninguém poderá arrancá-los da minha mão.”

Spurgeon disse, “Você sabe que no texto diante de nós, não precisamos ler a palavra ‘homem,’ pois isso não está no original [Grego]...e então nós podemos lê-lo – ‘nem nenhum os arrebatará da minha mão.’ Não somente – nenhum ‘homem,’ mas nenhum diabo também…Não somente inclui homens, que são às vezes os nossos piores [inimigos]…Isso também inclui espíritos caídos; mas ninguém será capaz de nos arrebatar das mãos dEle. Não há possibilidade de ninguém ser capaz, por nenhum esquema, de nos remover de ser propriedade...dEle, queridos filhos dEle, filhos protegidos dEle. Oh, que promessa abençoada!” (ibid.).

Vocês lembram-se do Pastor Wurmbrand. Talvez vocês queiram saber por que eu li o seu livro, Torture for Christ, repetidas vezes. Vocês podem querer saber por que eu amo ler livros tão horríveis assim. Aqui está a razão. Eu não os leio por interesses mórbidos, ou por amor a sangue e violência. Eu leio seus livros porque eles me atraem ao mostrar o poder que Jesus tem para manter a Tua promessa. Os fanáticos Comunistas torturaram o Pastor Wurmbrand por pregar o Evangelho. Eles bateram as solas dos seus pés até que ele não pudesse ficar em pé para pregar. Quando ele pregou aqui na nossa igreja ele teve que tirar os seus sapatos e sentar em uma cadeira por causa das cicatrizes profundas nos seus pés. Eles colocaram dezoito buracos profundos no seu corpo com ferros bem quentes. Eles o fizeram ficar levantado por horas. Eles o fizeram passar fome. Eles o trancaram numa cela infestada de ratos. Eles o colocaram numa prisão em solitária onde ele nunca ouviu uma voz humana por meses. Porém, ele sobreviveu por tudo isso – e pregou várias vezes na nossa igreja. Vocês dizem, “Ele deve ter tido uma força de vontade de ferro.” Não, ele seria o primeiro a lhes dizer que ele era um homem bem fraco. Ele sobreviveu por toda aquela tortura porque a promessa de Cristo é verdadeira!

“E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão” (João 10:28).

Eu sei que é verdade, porque eu também tenho experimentado dessa verdade com os problemas menores da minha própria vida. Descanse em Jesus e você terá vida eterna. Jesus não pode mentir.

Agora eu tenho que terminar citando o grande Spurgeon outra vez, “Eu vi enquanto eu estava [jovem] muitos garotos promissores que fizeram estrago total bem cedo nas suas vidas caindo em vícios pesados [e pecados]. Eu senti na minha alma um [ódio] aos pecados que ouvi que eles tinham cometido. Eu tinha sido protegido deles [pelos meus pais]. Ainda assim eu temia que os pecados que esses homens jovens tinham se intrometido poderiam me dominar. A depravação do meu próprio coração levou-me a desconfiar de mim mesmo. Eu estava convencido de que a menos que eu fosse convertido, renascido, e recebido a vida nova, eu não teria segurança. Caso contrário, eu poderia comer a isca do diabo. Eu estava com medo que eu iria desgraçar-me moralmente, como alguns dos garotos que eu conheci tinha feito. Esse pensamento me horrorizava. Mas quando eu ouvi que Jesus me impediria de cair, a doutrina me encantou e me deu esperanças de que Ele poderia me salvar. Eu pensei, ‘Se eu for para Jesus e receber dEle um coração novo e um espírito correto, eu vou ser protegido do pecado na qual os outros tinham caído; eu vou ser preservado por Ele.’ Esse pensamento me atraiu para confiar em Cristo. Eu fiquei contente ao ouvir que Jesus era um guardião fiel de todos aqueles que eram comprometidos a Ele; que Ele era capaz e disposto de pegar um jovem e fazê-lo limpar o seu caminho e mantê-lo o mesmo até o fim. Oh jovens, não há garantia de vida mais certa que acreditar em Jesus Cristo” (C. H. Spurgeon, ibid., somewhat simplified by Dr. Hymers for modern hearers).

“E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão” (João 10:28)

.

Mais um pensamento pode vir a você. Eu disse que nenhum inimigo humano e nenhum demônio pode arrebatá-lo da mão do Salvador. “Mas,” você diz, “E se eu mesmo me desviar de Jesus? E se eu mesmo deixar a igreja e voltar ao mundo?” Querido amigo, “Eu mesmo” está incluído na palavra “ninguém.” Eu sei que muitos outros que tiveram conversões falsas deixaram e voltaram ao mundanismo. Mas eu também sei que eles nunca tiveram as marcas das ovelhas de Cristo. Eles nunca ouviram a Tua voz. Eles nunca foram conhecidos por Ele. Eles nunca o seguiram. Eles só fizeram uma decisão superficial, e a tomaram de volta. Mas eu não estou lhes pedindo que façam isso. Eu estou pedindo que você venha para Jesus de Nazaré, o Filho de Deus. Eu estou pedindo que você confie nEle e descanse nEle. Spurgeon disse, “Oh! pecador, que possa ser levado para descansar em Jesus hoje e somente em Jesus, e em seguida que receba o texto. Não tenha medo disso – ‘E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão”’ (ibid.).

Ele te sustentará, Ele te sustentará;
Porque o meu Salvador te ama tanto, Ele te sustentará.

Pai, eu oro que aqueles que escutarem ou lerem esse sermão encontre descanso ao confiar em Jesus, quem os dará vida eterna. Em Teu nome, Amém.

Se este sermão lhe abençoou por favor envie um e-mail para Dr. Hymers e conte para ele – rlhymersjr@sbcglobal.net (clique aqui). Você pode escrever para Dr. Hymers em qualquer língua, mas escreva em Inglês se você puder.

(FIM DE SERMÃO)
Você pode ler sermões do Dr. Hymers cada semana na Internet
em www.realconversion.com ou www.rlhsermons.com.
Clique no “Sermão em Português.”

Você pode enviar e-mail ao Dr. Hymers para rlhymersjr@sbcglobal.net (Clique Aqui)
ou você pode escrever para ele a P.O. Box 15308, Los Angeles, CA 90015.
Ou ligar para ele (818) 352-0452.

Estes manuscritos de sermão não estão protegidos com direitos autorais. Você pode usá-
los sem permissão do Dr. Hymers. Porém, todas as mensagens de vídeo do Dr. Hymers
estão com direitos autorais e podem ser usados somente com permissão.

Escritura Lida Antes do Sermão por Sr. Abel Prudhomme: João 10:22-29.
Solo Cantado Antes do Sermão por Sr. Jack Ngann: “Ele Me Sustentará” (por Ada R. Habershon, 1861-1918).


PLANO DE

ELE TE SUSTENTARÁ!

HE WILL HOLD YOU FAST!

por Dr. R. L. Hymers, Jr.

“E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão” (João 10:28).

(João 10:31, 27; Gálatas 5:6; 1Coríntios 2:7)

I.   Primeiro, há o dom de Cristo, João 10:28a; 4:14; Efésios 2:5.

II.  Segundo, há a promessa de Cristo, João 10:28a; Salmos 142:4;
Salmos 94:18.

III. Terceiro, há o poder de Cristo, João 10:28b; 6:39; 17:12;
Colossenses 3:3.