Print Sermon

Os manuscritos dos sermões e videos do site www.sermonsfortheworld.com alcançam agora cerca de 116.000 computadores em mais de 215 países a cada mês. Centenas de outros assistem os vídeos noYouTube, mas rapidamente deixam o YouTube, pois cada vídeo os direciona para nosso website. O Youtube direciona as pessoas para nosso website. Os manuscritos dos sermões são traduzidos em 34 idiomas para milhares de pessoas a cada mês. Por favor clique aqui para saber como fazer uma doação mensal para ajudar-nos nesta grande obra de espalhar o Evangelho para todo o mundo, incluindo as nações muçulmanas e hindus.

Ao escrever para Dr. Hymers, mencione sempre o país no qual você vive, caso contrário ele não poderá responder-lhe. O email do Dr. Hymers é rlhymersjr@sbcglobal.net.




OS SERPENTES E O SALVADOR

THE SERPENTS AND THE SAVIOUR
(Portuguese)

por Dr. R. L. Hymers, Jr.

Sermão pregado no Tabernáculo Batista de Los Angeles
Dia do Senhor de manhã, 8 de Março, 2015
A sermon preached at the Baptist Tabernacle of Los Angeles
Lord’s Day Morning, March 8, 2015

“E disse o Senhor a Moisés: Faze-te uma serpente ardente, e põe-na sobre uma haste; e será que viverá todo o que, tendo sido picado, olhar para ela. E Moisés fez uma serpente de metal, e pô-la sobre uma haste; e sucedia que, picando alguma serpente a alguém, quando esse olhava para a serpente de metal, vivia” (Números 21:8-9).


O povo de Israel tornou-se desencorajado enquanto eles viajavam pelo deserto. E o povo falou contra Deus, e contra seu líder Moisés. Eles disseram, “Porque você tem trazido nós fora de Egito para morrer no deserto? pois não temos pão, nem tem nenhuma água, e nós odiamos este pão tão vil.” Deus havia enviado mana desde Céu para alimentar eles, mas eles odiaram isso. Eles chamaram isso de “pão vil,” este pão sem valor. O Salmista chamou o mana de “pão dos anjos” (Salmos 78:25), mas o povo de Israel resmungou e mumurou contra Deus e Moisés. Eles disseram, “Nossa alma tem fastio deste pão tão vil” – nós odiamos isso.

Isto é um comentário sobre a natureza humana. Isto mostra a depravidade e o pecado do coração do homem,

“Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus” (Romanos 8:7).

A Bíblia diz,

“Todos estão debaixo do pecado; Como está escrito: Não há um justo, nem um sequer” (Romanos 3:9-10).

Coração do homem está fixo contra Deus. É por isso que nós tendemos de reclamar e mumurar contra Deus. Homem em pecado não é melhor, e indiferente, que aqueles Israelitas em deserto.

“Então o Senhor mandou entre o povo serpentes ardentes, que picaram o povo; e morreu muita gente em Israel” (Números 21:6).

A Bíblia diz, “O salário do pecado é a morte” (Romanos 6:23). A Bíblia diz, “A alma que pecar, essa morrerá” (Ezequiel 18:4, 20).

Mas as pessoas quem sobraram vieram ao Moisés e disseram, “Havemos pecado...ora ao Senhor que tire de nós estas serpentes. Então Moisés orou pelo povo” (Números 21:7).

Nós devemos lembrar a grande misericórdia que Deus havia mostrado para eles. Deus havia libertado eles desde a escravidão em Egito. Deus havia encaminhado eles pelas águas de Mar Vermelho – em terra seco entre as paredes de águas levantadas. Eles cantaram sobre esta grande libertação por todo resto de tempo em Antigo Testamento. E Deus alimentou eles com maná todos os dias. Lá tinha água jorrando desde uma rocha, suficiente pela nação inteira e gado deles. Deus havia libertado eles desde inimigos deles com grande poder. Deus havia encaminhado eles com o pilar de fogo pela noite, e pilar de nuvens por dia. O shekinah glória de Deus estava com eles continuamente.

Mas eles não adoraram Deus. Ao invés eles permaneceram incrédulos. Eles revoltaram-se. Eles murmuraram e reclamaram contra Moisés e contra Deus. Dr. John R. Rice disse,

De repente entre as pessoas, deslizando no jardim, rastejando dentro das tendas, havia cobras venenosas, coisa diabólica que é ardente “e morreu muita gente em Israel.” Aqui o castigo de Deus e a misericórdia de Deus está mostrado em um evento. Aqui está ira e graça. Aqui está pecados e o Salvador manifestado no deserto (John R. Rice, D.D., “Snakes in the Camp,” Blood and Tears on the Stairway, Sword of the Lord Publishers, 1970, pp. 34, 35).

Nós não iremos pensar sobre este incidente por muito se Jesus não havia repetido isto no Novo Testamento em terceiro capítulo de João.

Um homem chamado Nicodemus veio ao Jesus na noite. Ele foi o professor principal de Israel. Ele foi um Fariseu e um membro de Sanedrim, a corte Judaica. Ele acreditou que Jesus foi “Mestre, vindo de Deus; porque ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não for com ele” (João 3:2).

Mas Nicodemos não soube como ser nascido de novo. Jesus disse a ele, “Necessário vos é nascer de novo” (João 3:7). Nicodemos disse, “Como pode ser isso?” (João 3:9). Ele não tinha idéia como ser nascido de novo, como ser salvo. Jesus fez ele lembrar de serpente no deserto, para mostrar ele como novo nascimento acontece.

O novo nascimento é chamado de “regeneração” pelos teólogos. The Reformation Study Bible [A Bíblia Reformação de Estudos] diz,

Jesus mostrou surpresa que Nicodemos estava embaraçado pela demanda de ser nascido de novo. Nicodemos deveria ter entendido desde o Antigo Testamento que ele foi um pecador, e em necessidade de uma nova vida...Regeneração [o novo nascimento] é um dom de graça de Deus. Isto é imediato, obra supernatural de Espírito Santo em nós. Este efeito é de apressar-nos [fazer-nos vivo] para vida espiritual desde morte espiritual... (The Reformation Study Bible, Ligonier Ministries, 2005, p. 1514; nota sobre João 3).

Agora torne para João 3:14, 15. Está na página 1117 em The Scofield Study Bible. Aqui está como Jesus explicou o novo nascimeto ao Nicodemos. Nicodemos soube o Pentateuco por coração, os primeiro cinco livros da Bíblia. Números é o quarto livro da Bíblia. Nicodemos soube isto tão bem que ele havia memorizado bastante disso, provavelmente tudo, por coração. Então Jesus usou a estória de serpentes ardentes à explicar para ele como ser salvo, como ser nascido de novo. Por favor levante e torne para João 3:14 e 15. Isto está na página 1117 em The Scofield Study Bible. Jesus disse para Nicodemos,

“E, como Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa que o Filho do homem seja levantado; Para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:14-15).

Você pode sentar-se. Para olhar e viver, a acreditar em Jesus e ser salvo, está no bem centro de Evangelho de Cristo. Observe três coisas na passagem.

I. Primeiro, o golpe e morte de pecado.

Se um homem foi para dentro de seu tenda, as cobras estavam lá. Se ele sentou-se para comer, as cobras estavam lá. Quando ele descobriu cama dele, estes serpentes estavam, entortando-se, pronto de morder ele. E quando estes serpentes mordiam o homem, picavam e queimavam como fogo. Dentro do corpo da vítima estava um febre, e depois havia convulsão e morte! Todo mundo quem foi mordido morreu uma morte horrível.

Agora escute ao Dr. W. A. Criswell, o pastor reconhecido de First Baptist Church de Dallas, Texas. Dr. Criswell disse, de estes serpentes,

         Isto é um tipo [ou ilustração] usado pelo nosso Senhor sobre depravidade universal de coração humano, a presença universal de pecado em vida humana. Esta depravidade está em nossos corações, nossas casas, nossos lares, nossas altas e nossas baixas... Inescapável é a presença universal de pecado e morte. Humanidade é uma raça depravado e caído; e o que seja que nós filosofamos, o fato áspero em vida humana e em história humana é isso: Homens são perdidos em pecado e transgressão. Nós estamos mortos em nossos pecados...estes serpentes são um tipo de poder destrutivo de pecado...Oh, o prejudicial, poder destrutivo de pecado!
         Estes serpentes venenosos e ardentes estão em todo lugar. E as pessoas estão morrendo em morte física, em morte espiritual, em morte moral, em segunda morte, e em morte eternal...
         Humanidade tem elevado a si mesmo de ignorância, superstição, e milhares de outras escuridades; mas em nossos corações, nós ainda somos justamente o mesmo... Nós ainda estamos na mesma moral, plano espiritual com Adão e Eva. Nós nunca temos achado uma maneira fora desde aflição universal, prejuízo, destruição, e julgamento de pecado (W. A. Criswell, Ph.D., “The Brazen Serpent,” What a Savior!, Broadman Press, 1978, pp. 49-51).

O Apóstolo Paulo comparou o pecado de Israel de nosso pecado, como um aviso,

“E não tentemos a Cristo, como alguns deles também tentaram, e pereceram pelas serpentes. E não murmureis, como também alguns deles murmuraram, e pereceram pelo destruidor. Ora, tudo isto lhes sobreveio como figuras, e estão escritas para aviso nosso, para quem já são chegados os fins dos séculos” (I Coríntios 10:9-11).

Pecado trouxe julgamento em eles – e pecado irá trazer julgamento hoje. “Tudo isto lhes sobreveio como [exêmplos], e estão escritas para aviso nosso [por nossa instrução],” I Coríntios 10:11 – e isto nos leva ao segundo ponto.

II. Segundo, a cura por pecado e morte.

Moisés escutou o clamor do povo. Eles foram picados pelos serpentes. Eles estavam berrando e morrendo. Os serpentes estavam em todo lugar.

“E disse o Senhor a Moisés: Faze-te uma serpente ardente, e põe-na sobre uma haste; e será que viverá todo o que, tendo sido picado, olhar para ela. E Moisés fez uma serpente de metal, e pô-la sobre uma haste; e sucedia que, picando alguma serpente a alguém, quando esse olhava para a serpente de metal, vivia” (Números 21:8-9).

Quando você vai para um hospital, normalmente irá ter um sinal. Irá ter um haste com dois serpentes ao redor. Você pode ver este sinal em uma oficina de médico ou em escritório dele. Isto é o sinal de alguém em profissão de cura. Como estranho isto o sinal de saúde, cura e salvação deveria ser um serpente ao redor de um haste! Isso não é um serpente real. Isso é um serpente feito de bronze e levantado em alta de um haste.

E a nota Scofield está certo quando diz, “O serpente de bronze é um tipo de Cristo, ‘feito pecado por nós’ em sustentar nosso julgamento” (nota sobre Números 21:9). Todos os nossos pecados foram postos em Cristo na Cruz,

“Levando ele mesmo em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro...e pelas suas feridas fostes sarados” (I Pedro 2:24).

Jesus Próprio disse para Nicodemus,

“E, como Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa que o Filho do homem seja levantado” (João 3:14).

O “Filho do Homem” foi o nome favorito de Jesus por Ele mesmo. Ele disse, “eu irei ser levantado (na cruz) como o serpente de bronze que foi levantado pelo Moisés.” Que retrato do Salvador!

Tolerando vergonha e ridicularização rude,
   Em meu lugar condenado Ele permaneceu;
Selou meu perdão com Seu sangue;
   Alelúia! Que Salvador!

Elevado para cima foi Ele à morrer,
   “Está consumado,” foi clamor Dele;
Agora em céu sublime exaltado;
   Alelúia! Que Salvador!
(“Hallelujah, What a Saviour!” por Philip P. Bliss, 1838-1876).

“E, como Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa que o Filho do homem seja levantado” (João 3:14).

E isto nos traz ao terceiro ponto.

III. Terceiro, a maneira de receber a cura por pecado e morte.

“E, como Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa que o Filho do homem seja levantado; Para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:14, 15).

Para crer em Jesus é de olhar para Ele. Olhar é de viver, de crer e ser salvo, de lavar e ser limpo! Não existe nada difícil sobre isso! Olhe para Jesus por fé. Cada membro de nossa igreja tem feito isso. Isto não podia ser difícil ou minha esposa não poderia ter conseguido de fazer isso pela primeira vez que ela escutou me pregar o Evangelho!

“E Moisés fez uma serpente de metal, e pô-la sobre uma haste; e sucedia que, picando alguma serpente a alguém, quando esse olhava para a serpente de metal, vivia” (Números 21:9).

Quando um homem olhou para aquele serpente de bronze, ele viveu! Um homem quem havia já sido mordido podia olhar! Um homem quem foi quase morto podia olhar! Eles foram salvos pelo olhar ao serpente de bronze! E nós somos salvos por olhar para Jesus!

“Olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus” (Hebreus 12:2).

Isto não podia ser difícil! Milhões de pessoas tem olhado para Jesus! Olhando ao Jesus! Olhando ao Jesus! Olhando ao Jesus! Isto é a maneria de ser nascido de novo! Olhando ao Jesus! Isto é a maneira de ser regenerado! Olhando ao Jesus! Isto é a maneria de ser perdoado e purificado de todo pecado! Olhando ao Jesus! Isto é a maneria de ser salvo – por tod tempo e por toda eternidade!

Olhando para Jesus até gloria fazer brilhar;
Momento por momento, O Senhor, eu sou teu!
   (“Moment by Moment” por Daniel W. Whittle, 1840-1901)

Se você espera ser livre de pedaco,
   Olhe ao Cordeiro de Deus;
Ele, para redeimir você, morreu no Calvário,
   Olhe ao Cordeiro de Deus.
Olhe ao Cordeiro de Deus, Olhe ao Cordeiro de Deus,
   Por Ele sozinho é capaz de salvar você,
Olhe ao Cordeiro de Deus.
   (“Look to the Lamb of God” por H. G. Jackson, 1838-1914).

Olhe e vive, meu irmão, vive!
   Olhe para Jesus agora e vive,
Isso está registrado na Palavra Dele, Alelúia!
   É somente que você olhe e vive!
(“Look and Live” por William A. Ogden, 1841-1897).

“E sucedia que, picando alguma serpente a alguém, quando esse olhava para a serpente de metal, vivia” (Números 21:9).

Olhe e vive, meu irmão, vive!
   Olhe para Jesus agora e vive,
Isso está registrado na Palavra Dele, Alelúia!
   É somente que você olhe e vive!

Quando Spurgeon tinha quinze anos de idade ele saiu de uma tempestade de neve adentro de uma pequena Igreja Primitiva Metodista. O ministro não estava lá. Ele estava “coberto em neve.” Lá estava somente quinze pessoas. Um ordinário magro e pequeno levantou-se para pregar. Com linguagem vacilante, ele deu o texto de Escritura,

“Olhai para mim, e sereis salvos, vós, todos os termos da terra” (Isaías 45:22).

Ele apontou diretamente ao jovem Spurgeon e disse, “Jovem, você parece miserável. Você irá sempre ser miserável se você não obedecer meu texto. Olhe! Olhe! Olhe para Jesus.” Spurgeon disse, “eu sim olhei, e Jesus me salvou quando eu olhei para Ele por fé.”

Olhe e vive, meu irmão, vive!
   Olhe para Jesus agora e vive,
Isso está registrado na Palavra Dele, Alelúia!
   É somente que você olhe e vive!

Eu não me importo do que Paul Washer diz! “É você somente olhar e viver!”Eu não me importo do que Dr. MacArthur diz! “É você somente olhar e viver!” Eles são homens bons, mas “É você somente olhar e viver!”

O bandido na cruz ao lado do Jesus não tive tempo de fazer Ele Senhor de cada área da vida dele! Ele estava morrendo! Ele não tinha tempo de fazer Cristo Senhor de qualquer área de vida dele! Ele estava morrendo. Sem tempo! Sem tempo! Sem tempo! Ele somente havia tempo de fazer uma coisa. Ele olhou para Jesus por fé! “É você somente olhar e viver!” Foi tudo que Spurgeon fez! Isto é tudo que você precisa fazer!

Alelúia! Este bandido na cruz foi salvo! Jesus disse, “hoje estarás comigo no Paraíso” (Lucas 23:43).

Olhe e vive, meu irmão, vive!
   Olhe para Jesus agora e vive,
Isso está registrado na Palavra Dele, Alelúia!
   É somente que você olhe e vive!

(FIM DE SERMÃO)
Você pode ler sermões do Dr. Hymers cada semana no Internete
em www.realconversion.com ou www.rlhsermons.com.
Clique no “Sermão em Português.”

Você pode mandar correio eletrônico para Dr. Hymers em Inglês rlhymersjr@sbcglobal.net
– ou você pode escrever para ele a P.O. Box 15308, Los Angeles, CA 90015.
Ou liga ele para (818)352-0452.

Estes manuscritos de sermão não estão protegidos pelos direitos autorais. Você pode usar
eles sem permissão de Dr. Hymers. Porém, todos os messagens de video de Dr. Hymers
estão protegidos e pode somente ser usados por permissão.

Escritura Lido Antes de Sermão por Senhor Abel Prudhomme: Números 21:5-9.
Solo Cantado Antes de Sermão por Senhor Benjamin Kincaid Griffith:
“Look and Live” (por William A. Ogden, 1841-1897).


PLANO DE

OS SERPENTES E O SALVADOR

THE SERPENTS AND THE SAVIOUR

por Dr. R. L. Hymers, Jr.

“E disse o Senhor a Moisés: Faze-te uma serpente ardente, e põe-na sobre uma haste; e será que viverá todo o que, tendo sido picado, olhar para ela. E Moisés fez uma serpente de metal, e pô-la sobre uma haste; e sucedia que, picando alguma serpente a alguém, quando esse olhava para a serpente de metal, vivia” (Números 21:8-9).

(Salmos 78:25; Romanos 8:7; 3:9-10; Números 21:6;
Romanos 6:23; Ezequiel 18:4, 20; Números 21:7;
João 3:2, 7, 9; 14-15)

I.   Primeiro, o golpe e morte de pecado, I Coríntios 10:9-11.

II.  Segundo, a cura por pecado e mort, I Pedro 2:24; João 3:14.

III. Terceiro, a maneira de receber a cura por pecado e morte,
João 3:14, 15; Hebreus 12:2; Isaías 45:22; Lucas 23:43.