Print Sermon

O objetivo deste site é fornecer gratuitamente manuscritos e vídeos de sermões para pastores e missionários em todo o mundo, especialmente o Terceiro Mundo, onde existem poucos seminários teológicos ou escolas bíblicas.

Estes manuscritos e vídeos de sermões alcançam agora cerca de 1.500,000 computadores em mais de 221 países anualmente através do site: www.sermonsfortheworld.com. Centenas de outras pessoas assistem os vídeos noYouTube, mas rapidamente deixam o YouTube, pois cada vídeo os redireciona para nosso website. O YouTube redireciona as pessoas para nosso website. Os manuscritos dos sermões são traduzidos para 39 idiomas para cerca de 120.000 computadores mensalmente. Estes sermões manuscritos não estão protegidos por direitos autorais, para que, assim, pregadores possam usá-los sem nossa autorização. Clique aqui para saber como fazer uma doação mensal para ajudar-nos nesta grande obra de divulgar o Evangelho para todo o mundo, incluindo nações muçulmanas e hindus.

Ao escrever para Dr. Hymers, mencione sempre o país no qual você vive, caso contrário ele não poderá responder-lhe. O email do Dr. Hymers é rlhymersjr@sbcglobal.net.




O DEUS DE REAVIVAMENTO

(SERMÃO NÚMERO 14 SOBRE REAVIVAMENTO)
THE GOD OF REVIVAL
(SERMON NUMBER 14 ON REVIVAL)
(Portuguese)

por Dr. R. L. Hymers, Jr.

Sermão pregado no Tabernáculo Batista de Los Angeles
Dia do Senhor de noite, 2 de Novembro, 2014
A sermon preached at the Baptist Tabernacle of Los Angeles
Lord's Day Evening, November 2, 2014

“Oh! se fendesses os céus, e descesses, e os montes se escoassem de diante da tua face, Como o fogo abrasador de fundição, fogo que faz ferver as águas, para fazeres notório o teu nome aos teus adversários, e assim as nações tremessem da tua presença! Quando fazias coisas terríveis, que nunca esperávamos, descias, e os montes se escoavam diante da tua face” (Isaías 64:1-3).


O povo de Israel estavam em uma condição mal. Eles estavam com medo e lamentável. Mas o profeta orou para Deus para restaurar eles. Ele fez Deus lembrar do que Ele fez por eles no passado. Ele perguntou ao Deus para fazer de novo. Deus nunca muda. Ele é o mesmo ontem, hoje, e para sempre. O que Ele fez no passado Ele pode fazer de novo hoje. Assim, o profeta fez Deus lembrar,

“Quando fazias coisas terríveis, que nunca esperávamos, descias, e os montes se escoavam diante da tua face” (Isaías 64:3).

Desde este texto nós podemos ver três coisas.

I. Primeiro, a presença de Deus é nossa única esperança.

Isaías viu isto quando ele orou, no primeiro versículo, “Oh! se fendesses os céus, e descesses” (Isaías 64:1). Um pouco antes ele orou ao Deus para “Atenta desde os céus” (Isaías 63:15). Mas oração dele aumentou-se. Ele começou por perguntar Deus de atentar abaixo. Mas agora ele clama, “vem abaixo.” Agora ele ora por Deus de arrancar céu em dois – e vir abaixo desde Céu para ajudar Seu povo.

Cristo abriu o caminho para que nós podemos chegar ao Deus. Ele não levantou a cortina do Templo. Não! Ele arrancou isto em dois, desde de cima até baixo. Assim o caminho para Deus foi aberto para sempre! Cristo subiu através do céu aberto adentro do paraíso! E através de céu aberto o Espírito Santo descendeu sob a igreja em Pentecoste.

Nós devemos orar pelo Espírito de Deus de descer à nós de novo! Hoje vamos orar com todo nosso coração por Deus vir abaixo e estar presente entre nós! Meu longo tempo pastor na igreja Chinesa foi Dr. Timothy Lin. Dr. Lin disse,

     Em tempos de Antigo Testamento o [requisito] por povo de Deus ser abençoado foi de ter a presença de Deus...
     Um bom exemplo é Isaque. Durante [tempo] dele na terra de Filisteu ele foi capaz de colher cem vezes entre discriminação racial e perseguição – por causa da presença de Deus... Até o rei de Filisteu disse para ele, “Havemos visto, na verdade, que o SENHOR é contigo” (Gênesis 26:28)...
     O mesmo foi verdade para José. Tendo sido vendido para uma terra estrangeira como um escravo...e injustamente aprisionado, José estava no final das contas capaz de jogar fora sua [roupa] de prisão por linho fino e dominar sobre a toda terra de Egito. A [única] razão por tanto resultado dramático foi que a presença de Deus estava com ele. “O Senhor estava com ele, e tudo o que fazia o Senhor prosperava” (Gênesis 39:23)...
     A importância de ter a presença de Deus virou até mais evidente no período de Igreja Primitiva...o segredo do crescimento da igreja durante o período de Igreja Primitiva foi a presença de Deus, e a obra de Espírito Santo foi a evindência clara da presença Dele. A Igreja de últimos dias deve ter a presença de Deus se desejar à crescer, ou todo esforço irá ser fútil (Timothy Lin, Ph.D., The Secret of Church Growth, FCBC, 1992, pp. 2-6).

“Oh! se fendesses os céus, e descesses...” (Isaías 64:1).

A presença de Deus estava com Moisés – e Deus libertou Seu povo desde a escravidão no Egito. A presença de Deus estava com eles enquanto eles perambulavam no deserto. Ele estava lá através pilar de nuven e pilar de fogo que liderou eles em seus caminho. Quando “Deus conosco” foi escrito na bandeira de Israel, eles conquistaram de um mar até outro mar. Mas quando eles ofenderam Deus eles viraram uma nação débil. Eles foram levados em Babilônia como escravos. A presença de Deus foi a glória de Deus. Mas sem a presença de Deus eles não podiam fazer nada.

Estes são os dias escuros e terríveis. Nossas igrejas estão fracas. Nossos pregadores estão sem poder. Nós estamos aqui no centro de esta cidade grande e malvada – este escuro e pagão Sodoma de Mundo Ocidental! As forças de Inferno têm feito o pior deles para deter-nos. Mas Deus estava com nós! Agora nosso edifíco da igreja está pagado – o qual levou um milagre! Deus estava com nós e agora estes sermões saem no Internete para 80,000 pessoas cada mês! Deus estava com nós. Mas agora nós devemos trazer dentro bastante jovens e construir a igreja. Você diz, “Isto parece impossível.” Sim, eu sei o sentimento. Mas este sentimento vem desde nossa natureza carnal e desde Satanás. Nós devemos lembrar do que Deus fez por nós quando Ele salvou nosso edifício da igreja. E, jovens, você deve orar como você nunca tive orado antes, pela presença de Deus Todo-Poderoso em nosso evangelismo, e em nossos serviços!

“Oh! se fendesses os céus, e descesses...” (Isaías 64:1).

A presença de Deus é a nossa única esperança! Nenhum irá ficar. Nenhum irá ser convertido. Nenhum irá virar um membro forte de nossa igreja – a menos que Deus vem abaixo desde Céu em meio de nós!

II. Segundo, a presença de Deus cria surpresas.

O texto diz, “Quando fazias coisas terríveis, que nunca esperávamos, descias.” As versões modernas traduzem “terrível” por “incrível.” Eu não me importo por esta palavra porque isto tem sido gastado por uso exagerado. Talvez pode ser melhor de pensar isto como “coisa surpreendente que nós não esperamos.” Os Israelitas frequentemente diziam, “Tu és o Deus que fazes maravilhas” (Salmos 77:14).

Você pensa que os Israelitas aguardaram de andar por Mar Vermelho, com as águas empilhadas em ambos lados? Todavia eles aguardaram – e os Egípcios caçando eles foram mergulhados quando as águas juntaram-se. Você pensa que eles aguardaram campo deles no deserto para estar acendidos todas as noites pelas luzes melhores que nossas luzes elétricas? Todavia o campo estava iluminado por pilastra de fogo todas as noites. Quando eles estavam com fome eles tinham esperados por comer manna desde Céu? Quando eles estavam com sede eles tinham esperados por água de repente fluir desde uma rocha? Quando eles marcharam ao redor de Jericó eles tinham esperados que as paredes de aquela cidade cair quando eles sombraram trombeta de corno e gritaram-se? Não, a história de Israel é cheio com incrível, coisas que inspira respeito qual “que nunca esperávamos” quando Deus desceu abaixo.

Quem esperou que Deus ia descer em pessoa de Cristo? Quem esperou que Ele iria morrer na Cruz “o justo pelos injustos,” para trazer-nos à Céu? (I Pedro 3:18). Quem pensou que aqueles aterrorizados Discípulos, escondendo-se em quarto fechado, iria levar o Evangelho de Cristo por toda parte do mundo de Roma? Quem pensou que um pequeno, ilha pobremente armado, liderado por um homem velho quem tinha que usar uma vara, iria combater Hitler e seu exército poderoso – e vencer? Quem pensou que os Judeus, espalhados por todo mundo, iria retornar para Israel depois de dois mil anos em exílio? Quem pensou que a nação pequena de Israel podia estar contra a onda de Muçulmanos fanáticos por mais de sessenta anos? Quem pensou que uns poucos Cristãos Chineses iriam continuar por mais da metade de século abaixo de perseguição extremo desde Mao Tse Tung e suas Guardas Vermelhas? Quem pensou que desde seus pequenos “casas igrejas” iria brotar o mais grande reavivamento na história do mundo? Quem pensou que um grande agrupamento de almas iriam vir aos metade nús, usadores de drogas Hippies no final de 1960 e no início de 1970? Quem pensou que nossa igreja iria sobreviver a pior separação que eu jamáis tenho escutado? Quem pensou que trinta e nove pessoas poderiam abastecer dezeseis mil dólares cada mês por vinte anos para pagar por este edifício? Quem pensou que Deus iria enviar-me a mais maravilhosa esposa de pastor em todo mundo? Quem pensou que eu iria ter dois filhos fortes comigo na igreja todo Domingo? Quem pensou que Deus iria enviar-nos um homem com dois doutorados e um doutor médico, para ajudar a liderar nossa igreja? E quem, em seus sonhos mais extravagantes, iria pensar que minha pobre, velha derrotada e deprimida mamãe tornaria uma excelente Cristã na idade de oitenta?

“Quando fazias coisas terríveis, que nunca esperávamos, descias...” (Isaías 64:3).

Quando Deus desce abaixo Ele faz coisas surpreendentes que ninguém espera!

Meu Deus, como maravilhoso Tua arte,
Vossa majestade como brilhante;
Como maravilhoso Teu propiciatório
Nas profundezas de sua luz ardente,
Nas profundezas de sua luz ardente!

Que maravilhoso, que maravilhoso,
A vista de Ti deve ser;
Tua sabedoria sem fim, poder sem limite,
E esplêndido pureza,
E esplêndido pureza!
   (“My God, How Wonderful Thou Art” por Frederick W. Faber, 1814-1863).

Eu estou dando você algo do sermão de Spurgeon sobre as palavras de Isaías esta noite. Eu estou justamente usando o esboço dele e poucos pensamentos dele. O grande “Príncipe dos Pregadores” disse,

Quando Deus desce abaixo entre as pessoas Ele faz coisas que nós não esperávamos...Ele pode salvar o mais obstinado, e trazer opositor aos pés de Jesus. [Ore] por Ele para fazer isso (C. H. Spurgeon, “Divine Surprises,” MTP, volume XXVI, Pilgrim Publications, 1972 reprint, p. 298).

III. Terceiro, a presença de Deus supera grande problemas e obstáculos.

“Quando fazias coisas terríveis, que nunca esperávamos, descias, e os montes se escoavam diante da tua face” (Isaías 64:3).

Isto é uma frase maravilhosa, “os montes se escoavam diante da tua face.”

Quando Deus desceu abaixo ao Israel, inimigos poderosos, que elevaram-se sob eles como grande montanhas, foram conquistados, e estas montanhas caíram abaixo por causa de presença de Deus. Quando o Espírio Santo desce abaixo em reavivamento, corações duros irá fluir abaixo na presença de Deus! Nós temos algumas pessoas entre nós com corações duros como as rochas. Nós oramos por eles, nós pregamos por eles, mas nada acontece. Isto parece que eles nunca irão ser convertidos. Mas quando Deus desce abaixo, os corações mais duros irá ser quebrado. Eles irão sentir de repente seus pecados. Eles irão de repente ver que somente Jesus pode salvar eles. Quando Deus desce abaixo eles irão sentir suas necessidades por Sangue de Jesus para limpar eles desde seus pecados. Lágrimas de convicção irá amaciar o coração duro. Eles irão assim saber o que esta poema pequena significa,

Dissolvido pela Tua misericórdia, eu caio no chão,
E choro para louvar a misericórdia que eu tenho achado.

Isto é o que sempre acontece em reavivamento. Dr. Lloyd-Jones deu esta definição de reavivamento.

Reavivamento é um derramamento de Espírito de Deus...Isto é o Espírito descendendo sob pessoa.

Então ele falou de Howell Harris, o grande pregador de Welsh. Howell Harris foi convertido em um culto de Comunhão. Ele havia estado passando por uma luta interior por um tempo longo. O Diabo estava tentando de chaqualhar fé dele em tudo. Mas quando ele chegou de aceitar a Ceia do Senhor “os montes se escoavam diante da face [de Deus].” Howell Harris disse,

Cristo sangrando na cruz estava guardado diante meus olhos contantemente; e força foi dado à mim para crer que eu estava recebendo perdão [por meus pecados] por conta de aquele sangue. Eu perdi meu fardo; Eu fui para casa pulando de alegria...Espero que eu possa lembrar isto com gratidão para sempre (Martyn Lloyd-Jones, M.D., “Howell Harris and Revival,” The Puritans: Their Origins and Successors, Banner of Truth, 1996 edition, pp. 289, 285).

Howell Harris virou um pregador mais poderosamente usado no First Great Awakening [Primeiro Grande Despertamento]. Se você lê diários dele, você verá, continuamente, como reavivamento veio. Pessoas perdidas foram convertidas quando o Espírito Santo veio abaixo em poder. Harris disse, “A grande ventania [vento forte de Espírito] veio abaixo quando eu mostrei a morte infinita de nosso Salvador.” “O Senhor veio abaixo em poder.” “Uma ventania forte veio abaixo quando eu mostrei a grandeza de salvação.” Este homem simples pregou e literalmente milhares foram convertidos na Inglaterra e também em Wales.

Nós podemos ter reavivamento em nossa igreja? Sim, mas nós devemos realmente querer isso. Eu havia estado lendo um livro pe queno maravilhoso por uma senhora de Noruega quem foi uma missionária à China desde 1900 até 1927. Ela orou por reavivamento ano após ano. Ela fazia jejum e orava. Em 1907 ela leu sobre grande reavivamento acontecendo na Coréia. Ela queria que reavivamento viesse na China. Ela realmente desejou reavivamento. Isto veio bem repentinamente, entre um grupo de mulheres de China. Assim se espalhou, e centenas de pessoas foram convertidas, justamente antes que ela deixou China e voltou para Noruega.

Nós podemos ter um pouco disso aqui, em nossa igreja? Sim, mas nós devemos orar como nós nunca havia orado antes. Nós devemos orar como Isaías orou no primeiro versículo.

“Oh! se fendesses os céus, e descesses, e os montes se escoassem de diante da tua face” (Isaías 64:1).

Se você não está ainda convertido, nós iremos estar orando por você. Nós iremos orar que Deus irá convencer você de seu pecado, e que Ele irá atrair você para Cristo.

Cristo morreu na Cruz para pagar por seu pecado. Ele ressucitou desde a morte e está vivo acima no Terceiro Céu, orando por você. Mas você deve arrepender-se e confiar Ele para ser salvo desde seu pecado.

Você pode dizer, “Eu não sou um pecador. Eu sou uma pessoa bom.” Mas a Bíblia diz, “Se dissermos que não pecamos, fazemo-lo mentiroso, e a sua palavra não está em nós” (I João 1:10). Nós estamos orando que o Espírito de Deus irá mostrar você seu pecado, e depois atrair você para Jesus, por limpeza através do Sangue Dele. Dr. Chan, por favor lidere nós em oração. Amém.

(FIM DE SERMÃO)
Você pode ler sermões do Dr. Hymers cada semana no Internete
em www.realconversion.com ou www.rlhsermons.com.
Clique no “Sermão em Português.”

Você pode mandar correio eletrônico para Dr. Hymers em Inglês rlhymersjr@sbcglobal.net
– ou você pode escrever para ele a P.O. Box 15308, Los Angeles, CA 90015.
Ou liga ele para (818)352-0452.

Estes manuscritos de sermão não estão protegidos pelos direitos autorais. Você pode usar
eles sem permissão de Dr. Hymers. Porém, todos os messagens de video de Dr. Hymers
estão protegidos e pode somente ser usados por permissão.

Escritura Lido Antes de Sermão por Mr. Abel Prudhomme: Isaías 64:1-3.
Solo Cantado Antes de Sermão por Mr. Benjamin Kincaid Griffith:
“My God, How Wonderful Thou Art” (por Frederick W. Faber, 1814-1863;
ao tom de “Majestic Sweetness Sits Enthroned”).


PLANO DE

O DEUS DE REAVIVAMENTO

(SERMÃO NÚMERO 14 SOBRE REAVIVAMENTO)
THE GOD OF REVIVAL
(SERMON NUMBER 14 ON REVIVAL)

por Dr. R. L. Hymers, Jr.

“Oh! se fendesses os céus, e descesses, e os montes se escoassem de diante da tua face, Como o fogo abrasador de fundição, fogo que faz ferver as águas, para fazeres notório o teu nome aos teus adversários, e assim as nações tremessem da tua presença! Quando fazias coisas terríveis, que nunca esperávamos, descias, e os montes se escoavam diante da tua face” (Isaías 64:1-3).

I. Primeiro, a presença de Deus é nossa única esperança, Isaías 61:1; 63:15;
Gênesis 26:28; 39:23.

II. Segundo, a presença de Deus cria surpresas, Salmos 77:14;
I Pedro 3:18; Isaías 64:3.

III. Terceiro, a presença de Deus supera grande problemas e obstáculos,
Isaías 64:3, 1; I João 1:10.