Print Sermon

O objetivo deste site é fornecer gratuitamente manuscritos e vídeos de sermões para pastores e missionários em todo o mundo, especialmente o Terceiro Mundo, onde existem poucos seminários teológicos ou escolas bíblicas.

Estes manuscritos e vídeos de sermões alcançam agora cerca de 1.500,000 computadores em mais de 221 países anualmente através do site: www.sermonsfortheworld.com. Centenas de outras pessoas assistem os vídeos noYouTube, mas rapidamente deixam o YouTube, pois cada vídeo os redireciona para nosso website. O YouTube redireciona as pessoas para nosso website. Os manuscritos dos sermões são traduzidos para 39 idiomas para cerca de 120.000 computadores mensalmente. Estes sermões manuscritos não estão protegidos por direitos autorais, para que, assim, pregadores possam usá-los sem nossa autorização. Clique aqui para saber como fazer uma doação mensal para ajudar-nos nesta grande obra de divulgar o Evangelho para todo o mundo, incluindo nações muçulmanas e hindus.

Ao escrever para Dr. Hymers, mencione sempre o país no qual você vive, caso contrário ele não poderá responder-lhe. O email do Dr. Hymers é rlhymersjr@sbcglobal.net.




PREGANDO AS RIQUEZAS INCOMPREENSÍVEIS DE CRISTO

PREACHING THE UNSEARCHABLE RICHES OF CHRIST
(Portuguese)

por Dr. R. L. Hymers, Jr.

Sermão pregado no Tabernáculo Batista de Los Angeles
Dia do Senhor de manhã, 4 de Maio, 2014
A sermon preached at the Baptist Tabernacle of Los Angeles
Lord’s Day Morning, May 4, 2014

“A mim, o mínimo de todos os santos, me foi dada esta graça de anunciar entre os gentios, por meio do evangelho, as riquezas incompreensíveis de Cristo” (Efésios 3:8).


O mais velho eu fico o mais eu amo o Apóstolo Paulo. Ele é um homem bem humilde, e ele abre para nós os tesouros de Cristo. Em nosso texto ele nos diz que ele é “o mínimo de todos os santos.” Paulo sempre tomou bem humilde a vista de seu Apostolado. Em I Coríntios 15:9 ele disse que ele é o mínimo dos Apóstolos porque ele “persegui a igreja de Deus” antes de sua conversão. Ele repete isto em I Timóteo 1:12, 13.

Mas então Paulo nos diz que graça foi dado à ele para pregar “as riquezas incompreensíveis de Cristo.” Kenneth West apontou que a palavra “incompreensível” é traduzida desde a palavra Grega que significa, “o qual que não pode ser traçado.” As riquezas de Cristo são dessa forma para ser insondável, “tanto como que não pode ser completamente compreendido por homem” (Kenneth S. Wuest, Ph.D., Wuest’s Word Studies, Eerdmans, 1975, volume I, p. 84).

Por muitos anos eu fui contado por muitos pastores e professores que eu deveria simplesmente não pregar o Evangelho, ou meu pessoal iriam ser Cristãos novatos. Eu acreditei isso por um longo tempo – atualmente até que me daram a série completo de sermão de Spurgeon. Depois de ler Spurgeon por um tempo, eu comocei de ser impressionado com a profundidade da pregação dele sobre Cristo. Então eu pensei que eu iria tentar de pregar o Evangelho em muitas maneiras diferentes, desde bastante diferente anjos, como Spurgeon fez. Eu lembro de pensar, “eu não conseguirei de fazer isto por por muito tempo. Eu estarei com falta de matéria, e nosso pessoal irá estar aborrecido.”

Que errado eu era! Eu tenho estado pregando o Evangelho nos cultos de Domingos de manhã e nos Domingos de noite por vários anos. E isto sente como eu somente estava raspando o superfície! Agora eu não penso que eu irei jamais faltar de material para sermão, porque eu estou agora pregando o incompreensível, o insondável, o “você-nunca-irá-atingir-o-chão-disto” riquezas de Cristo! Socorro! Existe tanta coisa para dizer sobre as riquezas de Cristo que eu nunca irei conseguir de terminar tudo isso – não em cem anos!

Será que escutando constantemente o Evangelho de Cristo faz o nosso pessoal superficial – como eu fui contado? ABSOLUTAMENTE NÃO! Nós temos os mais gente finas Cristãos que você irá encontrar em qualquer parte de mundo! Isto não é de se achar. Isto é simplesmente verdade! Nós temos alguns de mais fortes Cristãos no mundo hoje. E eles cresceram forte pregando o Evangelho! Eu estou agora começando a entender o que Paulo quis dizer quando ele disse,

“Porque nada me propus saber entre vós, senão a Jesus Cristo, e este crucificado” (I Coríntios 2:2).

Nós somos salvos pela fé em Cristo e Ele crucificado. Nós crescemos em graça pela fé em Cristo crucificado. Nós somos santificados pela fé em Cristo crucificado. Cristo é o “Alfa e Ômega, o princípio e o fim” (Apocalipse 1:8). Cristo é “o autor e [o] consumador da fé” (Hebreus 12:2). Enquanto eu preguei ontem à noite, Cristo “…o qual para nós foi feito por Deus sabedoria, e justiça, e santificação, e redenção” (I Coríntios 1:30). Desde o escopo inteiro de nossa redenção, santificação, e glorificação situa em Cristo – realmente não existe muito mais que nós precisamos pregar sobre! Mr. Griffith justamente cantou uma canção Alemã antiga traduzida em Inglês,

Quando manhã doura os céus meu coração depertando clama:
   Seja Jesus Cristo glorificado!
Assim em obra e oração, ao Jesus eu reparo:
   Seja Jesus Cristo glorificado!

Quando sono dela nega bálsamo, meu espírito silencioso suspira,
   Seja Jesus Cristo glorificado!
Quando pensamentos mal molestam, com isto eu defendo meu peito,
   Seja Jesus Cristo glorificado!

Faz tristeza encher minha mente? Uma consolação aqui eu acho,
   Seja Jesus Cristo glorificado!
Ou desaparecem meu êxtase mundano? Meu comforto ainda é isso,
   Seja Jesus Cristo glorificado!

Seja isto, enquanto vida é minha, meu divino [canção de alegria]:
   Seja Jesus Cristo glorificado!
Cante esta canção eterna através de todas as gerações:
   Seja Jesus Cristo glorificado!
(“May Jesus Christ Be Praised,” autor anônimo; traduzido desde
      Alemão por Edward Caswall, 1814-1878).

Ou, como Mr. Griffith cantou ontem à noite,

Jesus Cristo é feito para mim, Tudo que eu preciso, tudo que eu preciso.
   Ele sozinho é todo meu pedido, Ele é tudo que eu preciso.
Sabedoria, justiça e poder, Santidade em esta hora,
   Meu redenção completo e livre, Ele é tudo que eu preciso!
(“All I Need,” autor anônimo; copyright 1965 por Dr. John R. Rice em
      “Revival Specials No. 2”).

Enquanto eu peguei este projeto de tentar à pregar o Evangelho de bastante ângulos, eu estava com medo que meus sermões iriam ter pequeno atração na Internete. Mas eu tenho sido encorajado por muitas pessoas quem agora leem meus sermões. Por exemplo, mês passado teve 100,989 “visitas” em nosso website, e nós havemos bastante correo-eletrônicos encorajantes. Um missionário em Indonésia enviou a seguinte mensagem para mim no mês passado, na ocasião de meu aniversário de setenta e três. Eu hesitei de ler isto para você porque isto pareceria que eu ia vangloriar-se. Mas isso estava tão bonito que eu senti à compartir. Inglês não é sua primeira linguagem. Ele fala língua de Indonésia. Então eu sei que ele levou bastante tempo para escrever este tributo charmante.

     Seus sermões tem uma tema repetido como uma sinfonia, como a Quinta Sinfonia de Beethoven. A tema ocorre repetidamente. A importância de pregação sobre o Sangue e a expiação de Cristo, e sobre conversão, aparecem repetida- mente em seu sermão. Você também prega contra “decisionismo” e apostasia de hoje das igrejas repetidamente. Estas temas são repetidos e repetidos como a Quinta Sinfonia de Beethoven. Eles ocorrem repetidamente e repetidamente.
     Seus semões ressoam em nossos ouvidos e faz nos lembrar repetidamente que vida e oportunidades irão passar logo. Por isso nós devemos continuar à pregar Cristo enquanto a oportunidade está ainda aqui. Nossas vidas e oportunidades são como folhas secas o qual estão separadas desde seus tronco, livres desde suas algemas, e voando para divertir seus liberdades, dançando como cobra, seguindo o ritmo do vento, e depois caindo para decadência para sempre. Primeiramente nós vemos e aproveitamos a liberdade, mas o tempo irá passar logo e liberdade irá desaparecer, até que nós realizamos que nossas vidas não estão produtivos mais e nós temos perdido a oportunidade de trabalhar para Deus.
     Seus sermões ressoam em nossos ouvidos e faz nos lembrar repetidamente que justamente para não ser espectadores e auditores, mas executores da Palavra, executores em pregação de Evangelho de Cristo. Nossas vidas e oportunidades são como um lindo arco-íris com colores que fazem nossos olhos fitar na perplexidade; mas tempestades sopram fora toda a beleza e existência. Nós frequentemente vemos oportunidades maravilhosas de pregar o Evangelho, mas nós somos complacente e justamente fitamos na beleza de isso, até que consciência nos atinge. Mas a linda ocasião tem passado e nada é deixado ao menos vazio. Nosso tempo é dado para nós à atingir almas perdidas agora. Mesmo que existe bastante obstáculos, ainda muitos estão abertos. Entre as pessoas quem rejeitam nossa pregação, certamente existirá sempre alguém quem receberá Cristo.
     Seus sermões ressoam em nossos ouvidos e faz nos lembrar repetidamente à realizar que nossa força para trabalhar tem sido despertado. Nossas vidas e oportunidades são como as ondas urrando, para nos desafiar, mas nossa força logo desaparece e torna em farfalha suave de pequenas ondas quando eles encostam a borda – como nossa determinação de acionar, o qual não é estável em todo tempo. Algumas vezes nós somos bastante excitados, mas muitas vezes nós sentimos desesperação e abandono de emprego. Enquanto o Espírito está queimando em nossas almas, deixe o fogo continuar de inflamar nossa pregação e nosso serviço. Seus sermões ressoam em nossos ouvidos para inspirar-nos, como o Apóstolo disse, “Não sejais vagarosos no cuidado; sede fervorosos no espírito, servindo ao Senhor” (Romanos 12:11).
     Seus sermões sempre nos faz lembrar que a Palavra de Deus disse, “Quanto ao homem, os seus dias são como a erva, como a flor do campo assim floresce. Passando por ela o vento, logo se vai, e o seu lugar não será mais conhecido” (Salmos 103:15-16).
     Obrigado por seus sermões. Obrigado pela paixão que você sempre injeta, dizendo-nos para continuar à pregar o Evangelho. Obrigado por tudo que você faz pelo nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo.
     Feliz Aniversário, Pastor. Que Deus te abençoe e sua família e seu pessoal.
     Seu Filho em Ministério,
     Edi.

Esta mensagem profundo foi enviado à mim por um missionário fiel em Indonésia. Isto tocou meu coração, e eu queria compartir isto como você. Sim, nós devemos continuar à pregar mensagem de Evangelho. E nós devemos laborear com zelo à proclamar “as riquezas incompreensíveis de Cristo.”

Eu acredito que cada Cristão precisa escutar o Evangelho frequentemente. As “riquezas incompreensíveis de Cristo” não são justamente dados por não crentes. Em fato, a Epístola de Efésios foi escrito para “aos santos que estão em Éfeso, e fiéis em Cristo Jesus” (Efesians 1:1). O Apóstolo Paulo dá bastante pontos de Evangelho em este grande epístola. Isto é um de meus livros favoritos da Bíblia porque isto glorifica Jesus tão bem, e proclama o Evangelho tão claramente. E o Apóstolo encorajou estes Cristãos por fazer eles lembrar que Jesus salvou eles. Aqui estão dois de meus versículos favoritos.

“Que naquele tempo estáveis sem Cristo, separados da comunidade de Israel, e estranhos às alianças da promessa, não tendo esperança, e sem Deus no mundo. Mas agora em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, já pelo sangue de Cristo chegastes perto” (Efesians 2:12-13).

Cada Cristão precisa escutar o Evangelho repetidamente. Nós precisamos à ser lembrados que nós náo tivemos esperança, e estávamos sem Deus no mundo. Nós precisamos à ser lembrados que nós “pelo sangue de Cristo chegastes perto.”

Eu tenho estado lendo um sermão maravilhoso por Rev. Warren Peel, pastor de Trinity Presbyterian Church em Newtownabbey, Irlanda do Norte. Em um sermão imprimido no Banner of Truth Magazine, Rev. Peel apontou que todos os Cristãos, até pastores, precisam escutar o Evangelho frequentemente. Ele disse, “Nós devemos escutar o evangelho e acreditar isto cada dia de nossas vidas” (Banner of Truth Magazine, August/September 2013, p. 4). Wow! Ele disse isto para pregadores em conferência de Bíblia! “Nós devemos escutar o evangelho e acreditar isto cada dia de nossas vidas.” Isso é coisa boa, pregador! Obrigado por dizer isso! Quando eu li este sermão dele, eu escrevi oito razões porque Cristãos renascidos precisam ouvir o Evangelho frequentemente, e pensar sobre isto cada dia! Aqui estão. Estas razões não são dados em nenhuma ordem particular. Estes estão justamente escritos enquanto eu estava pensando. Talvez você irá pensar mais. Aqui está minha lista de razões porque povo Cristão precisam escutar pregação de Evangelho.

1. O Evangelho nos libera desde sentimento de culpa. (Pastor Peel deu isso em sua mensagem).

2. O Evangelho concede-nos esperança para o futuro – porque Cristo ressucitou desde a morte e vai vir de novo!

3. O Evangelho concede-nos descanso. (Jesus disse, “eu vos aliviarei,” Mateus 11:28).

4. O Evangelho concede-nos poder sobre Satanás. (“E eles o venceram pelo sangue do Cordeiro,” Apocalipse 12:11).

5. O Evangelho concede-nos garantia em oração. (“Tendo, pois, irmãos, ousadia para entrar no santuário, pelo sangue de Jesus” Hebreus 10:19).

6. O Evangelho concede-nos força em tempos de sofrimento. (“E o Deus de toda a graça, que em Cristo Jesus vos chamou à sua eterna glória, depois de haverdes padecido um pouco, ele mesmo vos aperfeiçoará, confirmará, fortificará e fortalecerá,” I Pedro 5:10).

7. O Evangelho concede-nos força para realizar coisas que nós nunca pensávamos possível. (“Posso todas as coisas em Cristo que me fortalece,” Filipenses 4:13).

8. O Evangelho concede nos confiança que nós iremos crescer em graça. (“Tendo por certo isto mesmo, que aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até ao dia de Jesus Cristo,” Filipenses 1:6).


Poucas semanas atrás eu preguei um sermão chamado “My Early Life.” Eu contei sobre algumas dificuldades que eu passei como um jovem. O Diabo deformou esta mensagem na mente de um jovem. O jovem disse à mim depois que ele estava com medo de crer Jesus por medo que ele iria ter de passar as mesmas dificuldades. Vê como o Diabo deforma as coisas! O ponto de meu sermão foi que o Senhor Jesus Cristo me deu força para passar por todas estas coisas. E Cristo irá dar você força para encontrar os desafios de vida também! Arrepende-se de seus pecados, e confie Jesus! Ele irá lavar seus pecados com Sangue Dele e dar você uma nova e melhor vida que você iria ter sem Ele! Aqui está a canção que eu aprendi a cantar desde menino,

Eu estou resolvido para ir ao Salvador,
   Deixando meu pecado e conflito;
Ele é o Verdadeiro, Ele é o Justo,
   Ele tem as palavras de vida.
Eu irei apressar para Ele, Apressar com tanta alegria e liberdade,
   Jesus, Máximo, Altíssimo, eu irei vir ao Ti.
(“I Am Resolved” por Palmer Hartsough, 1844-1932).

Afaste-se de seu pecado e confie Jesus hoje! Você nunca irá arrepender! E depois pense sobre o Evangelho todo dia pelo resto de sua vida. Jesus morreu na Cruz para pagar o castigo por seu pecado. Jesus derramou Seu Sangue para limpar nós desde todo pecado. Jesus ressucitou fisicamente desde a morte para dar-nos vida! Afaste-se seu pecado e confie Ele! Você nunca irá arrepender!

Se você gostaria de falar com nós sobre crer Jesus, e virar um Cristão real, por favor deixe seu asento agora e ande para trás de este auditório. Dr. Cagan levará você para outro quarto aonde nós podemos orar e conversar. Dr. Chan, por favor ore que alguém irá crer Jesus esta manhã. Amém.

(FIM DE SERMÃO)
Você pode ler sermões do Dr. Hymers cada semana no Internete
em www.realconversion.com ou www.rlhsermons.com.
Clique no “Sermão em Português.”

Você pode mandar correio eletrônico para Dr. Hymers em Inglês rlhymersjr@sbcglobal.net
– ou você pode escrever para ele a P.O. Box 15308, Los Angeles, CA 90015.
Ou liga ele para (818)352-0452.

Estes manuscritos de sermão não estão protegidos pelos direitos autorais. Você pode usar
eles sem permissão de Dr. Hymers. Porém, todos os messagens de video de Dr. Hymers
estão protegidos e pode somente ser usados por permissão.

Escritura Lido Antes de Sermão por Mr. Abel Prudhomme: Efésios 3:1-8.
Solo Cantado Antes de Sermão por Mr. Benjamin Kincaid Griffith:
“May Jesus Christ Be Praised” (autor anônimo;
traduzido por Edward Caswall, 1814-1878).