Print Sermon

Os manuscritos dos sermões e videos do site www.sermonsfortheworld.com alcançam agora cerca de 1.500.000 computadores em mais de 215 países por ano. Centenas de outros assistem os vídeos noYouTube, mas rapidamente deixam o YouTube, pois cada vídeo os redireciona para nosso website. O Youtube redireciona as pessoas para nosso website. Os manuscritos dos sermões são traduzidos em 36 idiomas para por volta de 120.000 pessoas por mês. Estes sermões manuscritos não estão protegidos por direitos autorais, assim pregadores podem usá-los sem nossa autorização. Por favor clique aqui para saber como fazer uma doação mensal para ajudar-nos nesta grande obra de espalhar o Evangelho para todo o mundo, incluindo as nações muçulmanas e hindus.

Ao escrever para Dr. Hymers, mencione sempre o país no qual você vive, caso contrário ele não poderá responder-lhe. O email do rlhymersjr@sbcglobal.net.




CRISTO – UNIVERSALMENTE DESVALORIZADO

(SERMÃO NÚMERO 4 EM ISAÍAS 53)
CHRIST – UNIVERSALLY DEVALUED
(SERMON NUMBER 4 ON ISAIAH 53)
(Portuguese)

por Dr. R. L. Hymers, Jr.

Sermão pregado no Tabernáculo Batista de Los Angeles
Sábado de noite, 16 de Março, 2013
A sermon preached at the Baptist Tabernacle of Los Angeles
Saturday Evening, March 16, 2013

“Era desprezado e o mais rejeitado entre os homens; homem de dores e que sabe o que é padecer; e, como um de quem os homens escondem o rosto, era desprezado, e dele não fizemos caso” (Isaías 53:3).


Dr. Edward J. Young disse,

A incredulidade que Isaías aqui descreve é a mesma incredulidade encontrado tudo em nós hoje. Homem diz coisas agradáveis e amáveis sobre [Cristo]. Eles irão louvar Suas éticas, Seus ensinos, declarar que Ele foi um bom homem e um grande profeta, o único quem tinha respostas aos problemas sociais que hoje o mundo confronta. Eles não irão, de qualquer manera, admitir que eles são pecadores, merecendo de castigo interminável, e que a morte de Cristo foi um sacrifício representativo, planejado para satisfazer a justiça de Deus e reconciliar um Deus ofendido aos pecadores. Homem não irá receber do que Deus diz em relação Seu Filho. Hoje, também, o Servo [Cristo] é deprezado e rejeitado por homem, e homem que não aprecia Ele (Edward J. Young, Ph.D., The Book of Isaiah, William B. Eerdmans Publishing Company, 1972, volume 3, p. 344).

Luther disse que o quinquagésimo terceiro capítulo de Isaías foi um coração de Bíblia. Eu penso que ele estava certo. Se você aceita isto, então nosso texto leva um tremendo importância. Eu acredito que este versículo para ser uma das frases mais claras sobre total depravação de humanidade dado na Bíblia. Por “depravação” nós queremos dizer “corrupção.” Por “total” queremos dizer “completo.” Homem virou completamente corrupto através do pecado de nossos primeiro parentes. Conforme o Heidelberg Catecismo coloca, a deprevação de natureza humana vem “Desde a caída e desobediência de nossos primeiro parentes, Adão e Eva, em Paraíso. Esta caída havia tanto envenenado nossa natureza que nós somos nascido pecadores – corrupto desde concepção adiante” (The Heidelberg Catechism, Question seven). Deprevação total é mostrado por hostilidade de homem à Deus.

“Por isso, o pendor da carne é inimizade [hostil] contra Deus”
       (Romanos 8:7).

Aquele hostilidade estende à Cristo, quem é o Filho de Deus. Depravação total explica porque os soldados Romanos o qual prenderam Ele

“Cuspindo nele, tomaram o caniço e davam-lhe com ele na cabeça” (Mateus 27:30).

Depravação total explica porque o governador Romano Pilatos

“Açoitado a Jesus [e] entregou-o para ser crucificado”
       (Mateus 27:26).

Depravação total explica porque o pessoal gritaram à Ele e insultaram Ele conforme Ele enfocou morrendo na Cruz.

Depravação total explica porque, até hoje,

“Era desprezado e o mais rejeitado entre os homens; homem de dores e que sabe o que é padecer; e, como um de quem os homens escondem o rosto, era desprezado, e dele não fizemos caso” (Isaías 53:3).

I. Primeiro, depravação total causa humanidade para desprezar e rejeitar Cristo.

“Era desprezado e o mais rejeitado entre os homens…”
       (Isaías 53:3).

Isto descreve uma rejeição general de Cristo que nós vemos em mundo hoje. Nós vemos isto em capas de revistas Americanas como Time e Newsweek em Natal e Páscoa. Estes periódicos de notícia invariavelmente fazem a reportagem de capa sobre Cristo em épocas de cada Dezembro e cada Abril. Mas eu posso assegurar-lhes que istos nunca são reportagens de elogio. Eles sempre escolhem uma pintura medieval de Jesus que parece estranho para a capa de revista, uma pintura que faz o Cristo aparecer estranho e fora de moda ao mente moderno. Claro que eles fazem isto de propósito. Eles invariavelmente têm a reportagem de capa escrito por pessoas de extremo franja de teológico liberalismo, pessoas quem rejeita Cristo como o único Filho unigênito de Deus, e o único meio de salvação. Eu tenho certeza que coisa como isto é imprimido em tabloides Britânicos, e em revistas por toda a parte de mundo. Cristo é frequentemente atacado abertamente em televisão e em filmes também.

Em seu colegial ou facildade secular, vocês quem são estudantes estão bem conscientes que seus professores nunca têm uma boa palavra para dizer sobre Jesus ou Cristianismo. Cristo e Seus ensinos estão constantemente atacados e menosprezados por seus professores.

“Era desprezado e o mais rejeitado entre os homens”
       (Isaías 53:3).

Seus colegas na escola, e colegas de trabalho em seu emprego, usas o nome de Cristo como palavrão, e fala mal Dele em quase todos os dias.

Se você é de família que não é Cristiana, você não vai puder encontrar refúgio lá também! Você save muito bem que seus parentes não-Cristãos despreza e rejeita o Salvador. Muitos de vocês sabem como difícil é para aguentar a calúnia e ridículo que eles botam em Cristo – e em vocês por acreditar em Ele e virar Cristãos sérios na igreja Batista. Todo isto se corre de hostil, coração depravado de humanidade.

“Era desprezado e o mais rejeitado entre os homens”
       (Isaías 53:3).

II. Segundo, depravação total causa aflição e tristeza de Cristo.

“Era desprezado e o mais rejeitado entre os homens; homem de dores e que sabe o que é padecer…” (Isaías 53:3).

O que causa aflição e tristeza de Cristo? De outra forma porém hostilidade e rejeição que um mundo perdido tem à Ele!

Quando Ele estava vivendo na terra os escribas, Fariseus e sumo sacerdotes eram tão contra Ele, e tão fortemente rejeitaram Ele, que Ele gritou em grande agonia de alma:

“Jerusalém, Jerusalém, que matas os profetas e apedrejas os que te foram enviados! Quantas vezes quis eu reunir teus filhos como a galinha ajunta os do seu próprio ninho debaixo das asas, e vós não o quisestes!” (Lucas 13:34).

Cristo estava tão quebrado com aflição e tristeza, tão sobrecarregado com pecado de homem, que em Jardim de Getsêmani, a noite anterior eles crucificaram Ele,

“E o seu suor tornou-se em grandes gotas de sangue, que corriam até ao chão” (Lucas 22:44).

Lá meu Deus tolerou toda minha culpa;
   Isto pela graça pode ser acreditada;
Mas os horrores que Ele sentiu
   São demais enorme para ser entendido.
Nenhum pode penetrar através de ti,
   Triste, escuro Getsêmani!
Nenhum pode penetrar através de ti,
   Triste, escuro Getsêmani!
(“Gethsemane” by Joseph Hart, 1712-1768; altered by the Pastor;
     to the tune of “Come, Ye Sinners”).

O que causou Cristo a experienciar esta agonia em Seu corpo e alma, se não seu pecado? O que causou Sua aflição e tristeza, se não a hostilidade e inimizade de sua natureza deprevada, que chamou adiante o julgamento de Deus em Ele, fazendo o necessário por Ele para sustentar seus pecados desde Getsêmani até a Cruz?

Homem de Tristeza, que nome
Por o Filho de Deus que veio
Para recuperar pecadores arruinados!
Alelúia! Que Salvador!

Tolerando vergonha e ridicularização rude,
Em meu lugar condenado Ele permaneceu;
Selou meu perdão com Seu sangue;
Alelúia! Que Salvador!
   (“Hallelujah! What a Saviour!” by Philip P. Bliss, 1838-1876).

E o que está em sua natureza interior hoje que causa Jesus aflição e tristeza, enquanto Ele olha abaixo à você de Céus? Ele está aflito e triste pelo fato que você, você mesmo, despreza e rejeita Ele. Você pode dizer que ama Ele. Mas o fato que você recusa a confiar em Ele mostra que você realmente despreza e rejeita Ele. Seja honesto com você mesmo! Se você não despreza e rejeita Ele, que outra possível razão poderia existir que deixa você de confiar em Ele? Sua recusa de confiar em Ele causa grande aflição e tristeza Nele esta noite.

“Era desprezado e o mais rejeitado entre os homens; homem de dores e que sabe o que é padecer…” (Isaías 53:3).

III. Terceiro, depravação total causa humanidade a esconder seu rosto por Cristo.

Olha para o terceiro cláusura de texto,

“Era desprezado e o mais rejeitado entre os homens; homem de dores e que sabe o que é padecer; e, como um de quem os homens escondem o rosto…” (Isaías 53:3).

Dr. Gill disse, “E, como um de quem os homens escondem o rosto; como um repulsivo e abominável, como tendo um aversão para ele, e ódio dele, como desprezando a olhar à ele, sendo indigno de nenhuma atenção” (John Gill, D.D., An Exposition of the Old Testament, The Baptist Standard Bearer, 1989 reprint, volume I, pp. 311-312).

Em seu estado natural de depravação, homem esconde seus rostos de Cristo. Eles talvez, como Dr. Young disse, “diz coisas agradáveis e amáveis sobre Ele…[Mas] eles não irão, de qualquer manera, admitir que eles são pecadores, merecendo de castigo interminável, e que a morte de Cristo foi um sacrifício representativo, planejado para satisfazer a justiça de Deus e reconciliar um Deus ofendido aos pecadores. Homem não irá receber do que Deus diz em relação Seu Filho” (Young, ibid.).

Os não Cristão religiosos rejeita Jesus completamente, ou se não transmite Ele a posição de um mero “profeta” ou “mestre.” Assim, eles rejeitam o Cristo verdadeiro, como Ele é revelado na Bíblia. Os seitas também rejeitam o Cristo verdadeiro. Eles rejeitam Cristianismo ortodoxo e substitute, em lugar de Cristo real, “outro Jesus que não temos pregado” (II Coríntios 11:4). Jesus profetizou isto quando Ele disse, “surgirão falsos cristos” (Mateus 24:24). O único Cristo verdadeiro é revelado em Antigo e Novo Testamentos. Todos outros concepções de Cristo são “Cristos falsos,” ou, como o Apóstolo Paulo coloca, “outro Jesus que não temos pregado.” Os Mormões têm um Cristo falso. Os Testemunhos de Jeová têm um Cristo falso. Muitos evangélicos também têm um “Espírito-Cristo” falso hoje, um Cristo gnóstico, como Dr. Michael Horton explica em seu livro Christless Christianity [Cristianismo Sem Cristo] (Baker Books, 2008). Por acreditar em um Cristo falso eles escondem seus rostos de Cristo verdadeiro revelado em Santa Escrituras.

Tristemente isto é muitas vezes verdade entre Cristãos evangélicos. Dr. A. W. Tozer, um autor evangélco altamente estimado, fez este punto bem claro quando ele disee,

      Existe bastante Cristos fictícios [falsificação] entre nós [evangélicos] estes dias. John Owen, o antigo Puritano, avisou pessoas em seus dias: “Você tem um Cristo imaginário e se você está satisfeito com Cristo imaginário você deve estar satisfeito com uma salvação imaginária”…Mas somente existe um Cristo verdadeiro, e Deus tem falado que Ele é Seu Filho…Até entre aqueles quem reconhece a divindade de Cristo existe muitas vezes uma falha de identificar Sua virilidade. Nós somos rápido para afirmar que quando Ele andou na terra Ele foi Deus com homem, mas nós negligenciamos uma verdade igualmente como importante, que aonde Ele agora senta no Seu trono mediador [acima em Céus] Ele é homem com Deus. O ensinamento de Novo Testamento é que agora, em este momento, existe um homem no céu aparecendo na presença de Deus por nós. Ele é certamente um homem como era Adão ou Moisés ou Paulo. Ele é um homem glorificado, mas Sua glorificação não desumanizou Ele. Hoje Ele é um homem real, de raça de humanidade.
      Salvação não vem por “aceitando obra finalizada” ou “decidindo por Cristo.” [Salvação] vem por acreditando em Senhor Jesus Cristo, o completo, vivo, Senhor vitorioso quem, como Deus e homem, lutou nossa luta e venceu, aceitou nossa dívida [de pecado] e pagou, pegou nossos pecados e morreu abaixo deles e levantou-se de novo para livrar-nos. Isto é Cristo verdadeiro, e nada menos vai fazer (A. W. Tozer, D.D,. “Jesus Christ is Lord,” Gems From Tozer, Christian Publications, 1969, by permission of Send the Light Trust – 1979, pp. 24, 25).

A depravação natural de coração humana causa pessoas que não são salvas a esconder seus rostos de Cristo verdadeiro.

“E, como um de quem os homens escondem o rosto”
       (Isaías 53:3).

IV. Quarto, depravação total causa humanidade a desvalorizar Cristo.

Olha para o fim de nosso texto, em versículo três. Vamos nos levantar e ler com voz alta a última cláusura, começando com as palavras, “Era desprezado…”

“Era desprezado, e dele não fizemos caso” (Isaías 53:3).

Vocês podem sentar-se. Falando em estas palavras, “e dele não fizemos caso,” Spurgeon, “o príncipe dos pregadores,” disse,

Isto deveria ser confessão universal de raça humana. Desde monarca superior até camponês inferior [baixo], desde intelecto eminente até a mente mais degradado, desde todas as pessoas admiradas até os desconhecidos e insignificantes, esta confessão deveria sair: “Nós não estimamos ele”…Até o mais sagrado dos santos…até eles uma vez “não estimamos ele”…em uma vez “não estimamos ele [antes que eles foram convertidos]” (C. H. Spurgeon, “Why Christ is Not Esteemed,” The Metropolitan Tabernacle Pulpit, Pilgrim Publications, 1978 reprint, volume LIII, p. 157).

Em mesmo sermão, intitulado, “Por quê Cristo Não é Estimado,” Spurgeon deu quatro razões porque este mundo perdido falha a apreciar Cristo, porque pessoas não convertidas não veem o valor de Cristo, não pensam altamente Dele, não estimam e adoram Ele. Spurgeon disse que pessoas não salvas não estima Ele por estes quatro razões:

(1)  Pessoas não valorizam Cristo porque eles estimam a si mesmo tão altamente. “Auto-estima,” ele disse, “deixa Jesus fora…e mais que o nosso auto-estima aumenta, mais firmamente nós atamos [trancamos] a porta contra Cristo. Amor próprio preventa o amor do Salvador.”

(2)  Pessoas não valorizam Cristo porque eles estimam o mundo tão altamente. Spurgeon disse, “Nós estimamos ele não porque nós amávamos a terra e todos seus tolices.”

(2)  Pessoas não valorizam Cristo por que eles não conhecem Ele. Spurgeon disse, “Existe grande distinção entre conhecer sobre Cristo e conhecer o próprio Cristo…Aqueles que pensam erradamente sobre Cristo haviam nunca conhecido ele…‘nós não estimamos ele’... por que não conhecíamos ele.”

(3)  Pessoas não valorizam Cristo por que eles são espiritualmente mortos. Spurgeon disse, “Não precisa estar surpreso que nós não estimamos Cristo, por nós fomos espiritualmente mortos…nós fomos ‘mortos em ofensas e pecados,’ e, como Lazarus em seu túmulo, nós fomos tornando mais e mais corruptos como cada momento se passava.”


Isto são razões que Spurgeon deu por rejeição da humanidade de Salvador, de fato que eles não veem valor em Ele. Eu fico pensando, este texto aplica à você?

“Era desprezado e o mais rejeitado entre os homens; homem de dores e que sabe o que é padecer; e, como um de quem os homens escondem o rosto, era desprezado, e dele não fizemos caso” (Isaías 53:3).

Tendo as palavras de este sermão fez você penasr sobre sua depravação, a resistência teimosa de seu coração à Jesus? Você tinha sentido um pouco de corrupção de seu coração, o qual rejeita Cristo e não valoriza Ele? Se você sentiu alguma corrupção terrível em você mesmo, eu posso assegurar você que é somente por graça de Deus que pode fazer isto. Como John Newton coloca,

Maravilhosa graça, quão doce o som
   Que salvou um coitado come eu
Eu estava perdido, mas agora estou achado
   Estava cego, mas agora vejo.

Foi a graça que tocou meu coração para sentir
   E aliviar meus medos
Quão preciosa a graça apareceu
   Na hora que eu acreditei pela primeira vez
(“Amazing Grace” por John Newton, 1725-1807).

Se você sente que seu coração teimoso está fechado contra Cristo, e se você sente em alguma posição seu próprio depravação desprezível em rejeitar Cristo, você irá submeter você mesmo à Ele? Você irá confiar Cristo, qual o mundo despreza e rejeita? Quando você confia Jesus você irá ser instantaneamente salvo desde pecado e inferno por Seu Sangue e Justiça. Amém.

(FIM DE SERMÃO)
Você pode ler sermões do Dr. Hymers cada semana no Internete
em www.realconversion.com. Clique no “Sermão em Português.”

You may email Dr. Hymers at rlhymersjr@sbcglobal.net, (Click Here) – or you may
write to him at P.O. Box 15308, Los Angeles, CA 90015. Or phone him at (818)352-0452.

Escritura Lido Antes de Sermão por Dr. Kreighton L. Chan: Isaías 52:13-53:3.
Solo Cantado Antes de Sermão por Mr. Benjamin Kincaid Griffith:
“Amazing Grace” (por John Newton, 1725-1807).


PLANO DE

CRISTO – UNIVERSALMENTE DESVALORIZADO

(SERMÃO NÚMERO 4 EM ISAÍAS 53)
CHRIST – UNIVERSALLY DEVALUED
(SERMON NUMBER 4 ON ISAIAH 53)

por Dr. R. L. Hymers, Jr.

“Era desprezado e o mais rejeitado entre os homens; homem de dores e que sabe o que é padecer; e, como um de quem os homens escondem o rosto, era desprezado, e dele não fizemos caso” (Isaías 53:3).

(Romanos 8:7; Mateus 27:30, 26)

I.   Primeiro, depravação total causa humanidade para desprezar e rejeitar
Cristo, Isaías 53:3a.

II.  Segundo, depravação total causa aflição e tristeza de Cristo,
Isaías 53:3b; Lucas 13:34; 22:44.

III.  Terceiro, depravação total causa humanidade a esconder seu rosto
por Cristo, Isaías 53:3c; II Coríntios 11:4; Mateus 24:24.

IV. Quarto, depravação total causa humanidade a desvalorizar Cristo,
Isaías 53:3d.